Dificuldade técnica   Moderado

Coordenadas 959

Uploaded 12 de Abril de 2015

Recorded Março 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.438 m
955 m
0
2,1
4,1
8,28 km

Visualizado 2190 vezes, baixado 102 vezes

próximo a Borda do Campo, Paraná (Brazil)

Track ao cume do Morro do Anhangava, com retorno pela Cachoeira do Anhangava (cachoeira do assalto), utilizando a trilha clássica que começa no Posto de Controle do IAP, e que também dá acesso ao Caminho Colonial do Itupava.

Do tupi "Morada do Diabo", ou "Nhãnhã" como é carinhosamente chamado pelos locais. Morro localizado no Parque Estadual do Baitaca, e conhecido como um dos berços da escalada brasileira.
Mais informações em: http://caminhodoitupava.com.br/itupava/anhangava.asp

A trilha ao cume e cachoeira apresenta inclinação baixa à alta, exigindo boa articulação dos joelhos e equilíbrio. Há pontos de curta duração de subida vertical, que são transpostos com o auxílio de grampos instalados na rocha, que exigem esforço físico e psicológico, não recomendado para acrofóbicos (medo de altura). Próximo ao final, há também um trecho de subida com inclinação média na rocha exposta, sem auxílio de grampos. A trilha para cachoeira apresenta solo barrento e instável em alguns pontos.
O começo da trilha apresenta várias bifurcações referentes às extrações de granito na região. Mais a frente, há algumas placas indicando o caminho em alguns pontos, mas a sinalização não segue um padrão específico e há algumas trilhas secundários no caminho. Entretanto, a trilha principal é bem marcada e a orientação não costuma ser problemática.
No começo da trilha, é obrigatório o cadastro no Posto de Controle do IAP. O cadastro auxilia o controle de visitantes, e pode auxiliar a na possibilidade de ser necessário resgate.

ATENÇÃO: A região do Anhangava e Caminho do Itupava é conhecida por ser palco de muitos assaltos, tendo ocorrido um recentemente e muitos outros inclusive documentados em vídeo (assalto a um grupo de 16 jovens próximo a cachoeira: http://globotv.globo.com/rpc/parana-tv-1a-edicao-curitiba/v/grupo-e-assaltado-por-homem-armado-na-trilha-do-itupava/3011854/ ). Devido a isto, procure ir somente em grupos grandes, fins de semana, e em caso de assalto, nunca reaja. Em geral, os assaltantes só levam equipamentos pequenos (celulares), mochilas e carteiras, a sua vida e de seus companheiros vale muito mais que isso.
Para evitar situações como esta, fomos num domingo em que sabíamos que também subiria um grupo grande do CPM, tendo certeza que a montanha ia estar cheia de gente e reduzindo as possibilidades de assalto.

Considerando: a falta de sinalização padronizada e frequente; a trilha principal bem marcada; o alto risco de vandalismo; ascensão através de grampos e rocha exposta; solo instável em alguns pontos; cadastro de visitantes na entrada; grande número de visitantes e proximidade a centro urbano; classifico esta trilha como MODERADA (com clima favorável).
*Esta classificação prioriza a dificuldade técnica.


CONHEÇA PARA PRESERVAR
Os ambientes naturais são patrimônio de todos, e quaisquer atividades realizadas neles apresentam uma série de riscos. Aproveite-os com responsabilidade:
0- Procure sempre ir acompanhado de alguém que conheça a trilha e região, e deixe pessoas avisadas em casa sobre seu destino e horário previsto de retorno.
1- Traga de volta todo o lixo produzido (inclusive biodegradável) e destiná-lo corretamente;
2- Evite provocar incêndios – não faça fogueiras; não jogue fora pontas de cigarros e
cacos de vidro;
3- Não colete plantas (mudas, sementes ou flores secas), animais, rochas ou cristais;
4- Não moleste animais silvestres; não ofereca ou deixar restos de alimentos e não pesque;
5- Evite fazer barulhos desnecessários; não use aparelhos de som;
6- Ande sempre nas trilhas habituais, evitando a erosão em trilhas alternativas;
7- Não deixe marcas em troncos e pedras;
8- Evite desmoronamentos ao entrar e sair de rios, não jogue nada neles;
9- Não entre acompanhado de animais de estimação
10- Não leve bebidas alcoólicas, explosivos, fogos ou armas de fogo ou de
pressão;
11- Não faça uso de sabonetes e shampoos ao entrar nas águas;
12- Tome cuidado com animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões;
13- Em caso de raios evite árvores isoladas e locais encharcados;
14- Muita atenção ao horário de retorno (variável de acordo com a estação), leve SEMPRE lanterna e baterias sobressalentes.
15- Lembre-se: em ambientes naturais há riscos de diversos acidentes e a fadiga pode favorecê-los. Boa parte dos acidentes ocorrem no retorno (70%), leve sempre consigo um kit de primeiros socorros, apito, e celular desligado (preserva a bateria);
16- Ao atravessar ou banhar-se em rios e cachoeiras tenha consciência que os mesmos podem subir repentinamente. Isso pode gerar situações perigosas, ilhando ou até arrastando as pessoas. Mesmo não chovendo no local, chuvas a acima podem provocar cheias, conhecidas por trombas d’água;
17- Atenção com a viração, nevoeiro repentino que ocorre principalmente em ambientes montanhosos, e que reduz fortemente a visibilidade.
(adaptado de "Termo de Responsabilidade - PARNA Aparados da Serra")

3 comentários

  • Foto de 76marcos76

    76marcos76 3/Dez/2015

    trilha boa , pena que tem esse problemas de assaltos, e bom você ir fim de semana que tem bastante movimento.

    Has followed this trail View more

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 22/Jul/2016

    Parabéns pela descrição e capricho.
    Vou segui-la este final de semana, obrigado.

  • Foto de otavio guilherme ritzmann bozzi

    otavio guilherme ritzmann bozzi 23/Jun/2017

    Trilha muito tranquila, quando você quer fazer trilha e não tem muito tempo disponível, esse é o lugar, se der tempo é legal passar na cachoeira também.

    Has followed this trail View more

You can or this trail