Dificuldade técnica   Fácil

Horas  6 horas 13 minutos

Coordenadas 1185

Uploaded 16 de Janeiro de 2017

Recorded Janeiro 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
842 m
642 m
0
2,5
5,1
10,18 km

Visualizado 1057 vezes, baixado 39 vezes

próximo a Anta, Vila Real (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

No passado fim-de-semana voltamos ao Alvão, e de forma atípica procuramos fazer dois pequenos trek`s, tendo como “campo base” a aldeia do Bobal - alojamento local Casa do Bobal. Casa recuperada, muito acolhedora, com três quartos, sala, cozinha e duas casas de banho, + info www.casadobobal.com.

No primeiro dia, Sábado, fizemos o trilho ao qual chamamos “O OUTRO LADO DAS FISGAS DE ERMELO”. Fugindo da massificação do PR3, optamos por conhecer o outro lado das Quedas de Água das Fisgas. Começamos já passava das dez da manhã, desde a aldeia de Pioledo, com as suas típicas casas de pedra, seguimos em direção a Varzigueto. A aldeia do Varzigueto é uma aldeia típica das terras altas, infelizmente com poucos habitantes mas onde uma palavra amiga fazem a diferença dos dias, atravessamos a aldeia e por caminho pé posto fomo-nos aproximando do objetivo – As Fisgas! Um primeiro olhar sobre o outro lado do conhecido miradouro das Fisgas… paragem para o reforço da manhã acompanhado pelo café feito na hora pelo António Lagoa. Logo à frente intersetamos o PR3, o qual seguimos, já muito mais perto das quedas de água, existe um leitor de paisagem “Alto da Cabeça Grande”, de onde se tem uma vista privilegiada sobre as quedas de água. Este é um dos pontos altos do Trilho das Fisgas, a vista deste miradouro (apenas acessível a pé durante o trek) é imbatível. Aqui, bem de frente para as Fisgas de Ermelo, conseguimos ver o rio Olo descendo por entre os quartzitos. As habituais fotos da “praxe” e lá seguimos um pouco mais o PR3, até começar a descer em direção ao leito do rio e às Quedas de Água das Fisgas. TROÇO PERIGOSO E DESACONSELHADO EM DIAS HÚMIDOS OU DE GEADA. O “ex libris” deste Trek são as Quedas de Água das Fisgas, e foi, no leito do rio Olo junto às quedas, numa das muitas piócas, que decidimos fazer uma pausa para o almoço. Depois foi subir e voltar novamente ao PR3. O trilho segue pelo bosque de pinheiros até alcançar as piócas de cima. Estas piscinas naturais são formadas pela água do Rio Olo que escava a rocha por onde passa e cai. Depois de contemplar o local seguimos por entre o pinhal até Varzigueto e daqui regressamos à Aldeia de Pioledo onde terminamos o percurso.

No segundo dia, Domingo, fizemos o trilho em oito ao qual chamamos “VALE DA US E CASCATA DO RIO CABRÃO”. Começamos o trilho na aldeia do Bobal, local de pernoita e seguimos estrada acima em direção à Tasca d`Alice, onde paramos para o café da manhã. O caminho de terra batida que seguimos fica à direita da tasca, pouco depois começamos a subir por mato rasteiro até ao estradão que nos levaria até ao Vale da Us onde predominam os matos baixos e afloramentos rochosos. Continuamos o percurso por caminhos de pé posto até à cumeada, local de belas panorâmicas sobre a aldeia de Macieira e Covelo, mais ao longe a Vila de Mondim e o Monte Farinha com a Senhora da Graça no seu cume. Já no regresso caminhamos pela calçada que vem de Macieira e cruzando o estradão descemos em direção ao Rio Cabrão onde apreciamos as suas Quedas de Água e a pequena lagoa que aí se forma, otima para banhos em dias quentes de verão! Atravessamos o Rio Cabrão, sem antes passar pelas ruínas de moinho de água abandonado, e seguimos pela Levada do Pereiro em direção à Veiga e daqui por estrada até à aldeia do Bobal, local de término deste trilho.

1 comment

  • PicosAlpinos 6/Abr/2017

    Está nos meus favoritos a realizar brevemente.
    Obrigado pela partilha.

You can or this trail