Horas  uma hora 40 minutos

Coordenadas 189

Uploaded 10 de Setembro de 2018

Recorded Setembro 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
576 m
521 m
0
0,2
0,4
0,84 km

Visualizado 285 vezes, baixado 16 vezes

próximo a Benaoján, Andalucía (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

A Via Ferrata de Benaoján está situada à entrada da povoação, no município de Benaoján, província espanhola de Málaga, comunidade autónoma da Andaluzia, na estrada MA-8400, entre Ronda e Montejaque, inserida no Parque Natural Sierra de Grazalema. Foi a primeira ferrata construída na Rede de Vias Ferratas da Serrania de Ronda, depois da restauração das Ferratas del Tajo de Ronda, sendo a primeira que se instalou para uso desportivo no ano 2010. É combinável com as ferratas de Montejaque e Ronda, dada a sua proximidade.

Via ferrata de dificuldade moderada (k2-K3), curta e vertical, com 80 metros de via equipada e 70 metros de desnível, apresenta ainda uma secção horizontal intermédia composta por uma ponte tibetana, com 10 metros de comprimento e localizada a 35 metros de altura. Pode-se considerar uma via exigente fisicamente pelo forte extra-prumo que encontramos na primeira secção. Uma vez superado o extra-prumo e a ponte suspensa, encontramos uma última secção mais suave, que se conclui sem grandes dificuldades. O equipamento da via está feito com grampos ondulados em boas condições e os cabos ficaram tensos recentemente. É possível descer em rapel, tendo duas reuniões equipadas. O patamar no fim da ferrata permite apreciar tranquilamente as excelentes vistas panorâmicas sobre a cidade de Benaoján e o Vale do Guadiaro.


Panorama de Benaoján e o Vale do Guadiaro desde a Via Ferrata

DESCRIÇÃO DA VIA FERRATA

Iniciamos a atividade na entrada da povoação de Benaoján, na estrada MA-8400 Ronda - Benaoján, onde os estacionamentos começam nos dois lados da estrada. Também se pode iniciar um pouco antes, num estacionamento de terra do lado esquerdo, a seguir à Estação de Benaoján, na mesma estrada MA-8400 Ronda - Benaoján. Em qualquer dos casos a aproximação não excede os 5 a 10 minutos.

Começamos por descer a estrada principal até ao sinal de boas vindas à cidade, aqui subimos, à esquerda, pelas rochas a um patamar superior e seguimos um caminho mal definido paralelo à parede rochosa até ao início da via. A primeira secção é vertical onde a altura é rapidamente ganha com a ajuda dos grampos. Apresenta, ainda, um forte extra-prumo onde a boa condição física é aconselhável, pois é um ponto onde terão de puxar com os braços para superá-la. Segue-se outro ligeiro extra-prumo, mas que se deve também levar em conta se formos inexperientes em vias ferratas. Após esta última dificuldade, chegamos à única ponte tibetana do itinerário, simples e alta, mas curta, 10 metros, depois disso uma última secção simples de grampos deixa-nos no cume e no final da via. As vistas panorâmicas desde o cume para Benaoján e Vale do Guadiaro são o deleite final!

O regresso faz-se pela esquerda em direção a Benaoján, no entanto o caminho não está bem definido, será necessário seguir algumas mariolas, mas que podem levar à confusão. Sem grandes preocupações vamos baixando progressivamente, seguidos pelo bom senso procuramos a maneira mais confortável de descer, não existindo muitas possibilidades de perda. Ultrapassado este troço encontramos um caminho mais bem definido, onde perdemos alguns metros facilmente, estamos numa propriedade privada que serve de pastagem ao gado caprino. Seguimos paralelos à cerca que nos leva mais abaixo a uma cancela que abrimos para sair (voltar a fechar no final). Resta-nos uns escassos metros em caminho de terra batida para chegar à estrada MA-8400, local onde estacionamos o carro e terminar a via ferrata.


Croqui da Via Ferrata de Benaoján

Ficha técnica:
Ano de construção: 2010
Iniciação: Sim (K3)
Tempo de acesso: 5 min
Tempo de regresso: 15 min
Distancia equipado: 90 m
Distancia total c/acessos: 0,8 km
Desnível total: 70 m
Extra-prumos: Sim
Pontes: Sim
Tirolinas: Não
Época: Todo ano
Pago: Não

IMPORTANTE, por muito “acessível” que pareça uma via ferrata, a progressão deve-se fazer sempre utilizando um sistema específico de auto-asseguramento cuja principal caraterística é a capacidade de dissipar a altíssima energia que advém dos elevados factores de queda que se geram nos acidentes em ferratas.



Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

2 comentários

  • Foto de DiogoPmoreira

    DiogoPmoreira 12/set/2018

    I have followed this trail  View more

    Via diversificada e agradável com panorâmicas magnificas sobre o vale e Benaoján.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 12/set/2018

    Obrigado por comentar e avaliar a trilha mktHiker.

You can or this trail