Hora  7 horas 52 minutos

Coordenadas 4635

Enviada em 1 de Maio de 2017

Registrada em Abril 2017

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
1.280 m
778 m
0
4,8
9,5
19,02 km

Visualizado 1508 vezes, baixado 36 vezes

perto de Araujo, Galicia (España)

No passado sábado foi dia de, a convite do amigo Maka, a quem agradeço mais uma vez, visitar uma zona do Xurez que eu desconhecia.

De início fomos ver as ruinas de um moinho, situado no curso do rio Mao. A localização é paradisíaca, não faltando uma queda de água e uma pequena enseada .

Depois seguimos em direcção à linha de fronteira Portugal/ Espanha, Gerês/Xurez . Passamos próximo do local onde se diz ter morrido frei Gonçalo, o Abade do Mosteiro da Senhora das Júnias - https://blog.lusofonias.net/?p=26750 .

Entretanto começamos a deslocar-nos paralelamente à fronteira, com o magnifico panorama a norte formado pelas zonas mais baixas do Xurez, e a imponência das formações rochosas a sul, como o Coto da Águia, A Fonte Fria e as Gralheiras , que parecem mais impressionantes quando observadas do lado espanhol.

E por falar em formações rochosas imponentes, a Fraga da Cavada perde em tamanho para as atrás referidas , mas ganha em beleza, com a sua fenda .

Após passarmos por um curral , do Iribo, inserido num pequeno bosque, fomos em direcção à aldeia do Salgueiro, já em tempos recuperada, mas que parece estar novamente abandonada. Os telhados foram recuperados com placa, mas mantendo a tradicional cobertura em palha, que entretanto já desapareceu. A construção mais importante parece ser a da igreja, com a porta virada a sul, e com um alpendre de protecção da entrada correspondente a metade comprimento do corpo da igreja.A visita ao moinho da aldeia também é interessante, podendo ver-se perfeitamente o canal da água e o seu afunilamento para ganhar pressão.

Depois regressamos a Albite, de onde tínhamos partido, afiando o dente, pois era dia de comemorar o aniversário do nosso grande amigo TRUKA .

A classificação de Dificíl deve-se à descida até ao moinho do rio Mao, que tem de ser feita com cuidado, e ao curso após o curral do Iribo, que foi feito parte em corta mato, uma vez que nem sempre encontravamos os caminhos pelo meio da urze.

Por fim agradeço a simpatia de mais dois brilhantes trekeiros que conheci nesta jornada- O PARAQ e o AZEVEDO - .

Para mais e melhores informações, ver :
https://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=17506781
https://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=17521271
Rio

Corga

Ruínas

Ruinas do Moinho do rio MAO

Passagem de montanha

Curral

Panorama

Miradouro

Passagem de montanha

Fraga da Cavada

Árvore

Curral do Iribo

Waypoint

Passagem

Refúgio de montanha

Aldeia do Salgueiro

4 comentários

  • Foto de PQ@

    PQ@ 1/mai/2017

    Excelente trilho, excelente companhia.

  • Foto de Makca

    Makca 2/mai/2017

    Amigo vai-te preparando porque já tens lugar no "núcleo duro" do grupo, por isso afia as botas! Abraço bem amigo

  • Foto de TRUKA

    TRUKA 2/mai/2017

    Excelente. Prepara-te para mais caminhadas, porque os patos já voaram !

  • Foto de jcpazevedo

    jcpazevedo 7/mai/2017

    Caminhada 5 ***** em muito boa companhia.

Você pode ou esta trilha