-
-
867 m
638 m
0
2,4
4,9
9,74 km

Visualizado 1501 vezes, baixado 60 vezes

próximo a Vila Chã, Vila Real (Portugal)

Pelas Fisgas de Ermelo P.N. Alvão
O trilho não é sinalizado, que iniciamos pelo caminho florestal no pinhal próximo da aldeia de Varzigueto no Parque Natural do Alvão, em direcção a “NE” com pouca inclinação até aos 867 metros de Altitude, aqui acompanha a bela paisagem do Monte Farinha onde se encontra a igreja da Srª da Graça de Mondim de Bastos. Percorridos uns 2Km descemos até aos 770 metros de altitude onde fazemos a travessia do rio Ôlo a saltar pedra em pedra até à outra margem, rio com pouco caudal que foi fácil a travessia, continuamos por caminho florestal que agora subimos novamente 1Km em direcção a “S” que depois descemos já em direcção à aldeia de Varzigueto, aqui passamos pelo meio da aldeia com pouca gente, encontramos uma senhora que apanhava dois cabritos que a cabra tinha acabado de os parir à poucos minutos, que levo-os logo para corte. Continuamos o trilho, este mais dificultado pela pedra solta e a sua inclinação dos 830 metros para 638 metros já em direcção a “O” percorridos cerca de 2km começa a subida boa de a fazer no topo avistamos a magnífica paisagem das Fisgas de Ermelo e o Monte Farinha em plano de fundo o vento aqui zumbia nos ouvidos e que por momentos deixávamos de ouvir a grande queda de água do rio Ôlo. A Paisagem é de tirar o fôlego que questionávamos o trabalho elaborado da natureza e moldar estas escarpas com mais de 200 metros. As fisgas de Ermelo são a maior queda de água de Portugal e uma das maiores da Europa. Seguimos pelas escarpas que não cansávamos de observar a dimensão que cada vez era maior, descemos até ao rio Ôlo para travessar para o outro lado da escarpa, ter cuidado redobrado nesta zona que è íngreme e os rochedos polidos da água, junto ao rio vê-se as suas lagoas que dá bem para refrescar o corpo, passado um bom momentos de relaxamento na lagoa continuamos a subida sinuosa que mete respeito altitude que nos encontramos em relação ao abismo proporcionado pela escarpa que vai ligar ao miradouro das fisgas de Ermelo, em corta mato pois não existe trilho. No miradouro avista-se a queda do rio de frente que infelizmente é pouca pela época do ano, deixamos as fisgas e o correr do rio para trás e subimos em direcção “NE” pela estrada uns 800 metros que entramos novamente no Pinhal que termina onde iniciamos. Trilho de beleza paisagística de Pinheiro e Cedros e o Xisto da serra do Alvão.

“Miguel Torga e as Fisgas:
Ermelo, Marão, 2 de Outubro de 1959 – Cá me vim debruçar também sobre o despenhadeiro das Fisgas, com os pés seguros pelos companheiros por causa das vertigens. E apreciei devidamente este misto de espanto e terror. A contemplação dos abismos naturais é necessária de vez em quando a quem tem a atracção dos outros. Toma-se consciência, com rigor físico, das asas que nos faltam para estar à altura da máxima de Nietzsche…
Miguel Torga, Diário VIII (1959)”

Informação do Trilho: Não Sinalizado
Equipamento GPS : Garmin eTrex20
Companheiros: Álvaro Rego Pinto /Fábio Pinto

4 comentários

  • Foto de Fábio Daniel Pinto

    Fábio Daniel Pinto 2/out/2016

    I have followed this trail  View more

    Excelente pela escarpas das fisgas de Ermelo.

  • Marco Livra 8/fev/2017

    Bom dia,
    Este percurso dá para fazer nesta altura do ano? não haverá muita água que torne impossível a travessia do rio?
    Obrigado https://pt.wikiloc.com/trilhas-trekking/volta-as-fisgas-ermelo-pn-alvao-10727001/photo-6479535

  • Foto de Isidre Guixà Miranda

    Isidre Guixà Miranda 16/ago/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Després de les cascades, millor no seguir per on diu el recorregut (perillós) i pujar per camí en direcció cap el punt de sortida.

  • Foto de goncalves_j65

    goncalves_j65 22/ago/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Um magnífico percurso com paisagens lindíssimas e ter sempre em conciderão o respeito pela Natureza e que o nosso impacto na Natureza seja o menor possível.

You can or this trail