Hora  4 horas 25 minutos

Coordenadas 1846

Enviada em 1 de agosto de 2020

Registrada em agosto 2020

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
102 m
17 m
0
3,8
7,6
15,17 km

Visualizado 1758 vezes, baixado 59 vezes

perto de Pedorido, Aveiro (Portugal)

- Trilho parcialmente circular, com um troço central comum (ida e volta), que foi "desenhado" de forma a percorrer dois terços do percurso linear "Viver o Douro" (concelho de Castelo de Paiva), fazendo dois desvios para outros pontos de interesse, no início e fim do trilho;
- Decorre pela margem esquerda do rio Douro, entre a praia fluvial do Choupal, em Pedorido e o cais de Midões, com passagem por vários pontos de referência, tais como as "barcas miradouro", o Hotel Douro41, a capela e miradouro de Santo Ildefonso, a aldeia de xisto de Gondarém e a margem direita e foz do rio Arda;
- Misto de passadiços com caminhos de terra, caminhos rurais e algum piso alcatroado;
- Trilho com características fáceis, sem declives abruptos, com muita sombra mas praticamente sem pontos de água (exceção na aldeia de Gondarém);
- Este trilho é um percurso muito acessível, que percorre, essencialmente, caminhos de terra ao longo da margem esquerda do rio Douro. Embora apresente três ou quatro subidas e descidas, estas fazem-se sem dificuldade;
- É um percurso muito agradável para ser feito no período estival, quer pela muita sombra que existe, quer pela paisagem panorâmica que o rio Douro proporciona. Como se desenvolve maioritariamente ao longo da sua margem, é normal uma brisa fresca acompanhar-nos ao longo do percurso. E na praia fluvial de Pedorido pode-se sempre refrescar nas águas do Douro ou beber algo fresco na agradável esplanada do café aí existente sob a reconfortante sombra do choupal;
- No seu todo, é um percurso fisicamente muito acessível e panoramicamente belíssimo, com o majestoso rio Douro a acompanhar-nos. É um percurso que proporciona uma experiência muito recomendável para quem procura beleza natural e descontração, assim como bons momentos de lazer na excelente praia fluvial de Pedorido.


__________________________________________________________________________________________



- PERCURSO PEDESTRE "VIVER O DOURO"
O percurso Viver o Douro é um percurso linear que se desenvolve entre a praia do Choupal e o centro de Sta. Maria de Sardoura, ao longo das margens do rio Douro. O percurso encontra-se dividido em vários troços de diferentes dimensões com acesso automóvel e apoio aos visitantes, sendo possível conhecer as suas diferentes partes faseadamente.
PRAIA DO CHOUPAL:
A praia do Choupal das Concas é uma praia fluvial com acesso automóvel e café. Aqui poderá desfrutar de banhos no rio Douro com vista para o Arda e das sombras das árvores.
AMENIDADES DO PERCURSO:
*praia do Choupal - WC, áreas de lazer, estacionamento, café, praia fluvial;
*Hotel Douro41 - estacionamento, área de lazer, antigos moinhos, hotel;
*aldeia e cais de Midões - estacionamento, cais, área de repouso, aldeia rural de xisto;
*Sta. Maria de Sardoura - estacionamento, café, área de repouso.
FICHA TÉCNICA DO PERCURSO:
Localização - Castelo de Paiva (União de Freguesias da Raiva, Pedorido e Paraíso e freguesia de Sta. Maria de Sardoura)
Tipo de percurso - PR (pequena rota linear, de caráter generalista)
Distância - 10,7 kms
Desnível acumulado - +570 / -472
Duração - 4H00 (aproximadamente)
Grau de dificuldade - fácil
Época ideal - maio a setembro



- PEDORIDO
Pedorido é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Castelo de Paiva, onde desagua o rio Arda, afluente da margem esquerda do rio Douro. Situada na margem esquerda do rio Douro, Pedorido é a localidade que está mais distante da sede do concelho, localizada a mais de 17 km do centro da vila de Castelo de Paiva. Tem como patronos Santa Eulália e Santa Bárbara, padroeira dos mineiros. Foi esta povoação uma das primeiras da Terra ou Julgado de Paiva, com boa representação nos documentos que, no século X e XI assinalam o concelho. Uma falsa etimologia quis derivar o nome deste povoado em " pé dorido ". Uma delas, anterior ao século XII é Pedraído ou Petraído, que conservou a toponímia até aos nossos dias como forma estereotipada, que define o território acidentado ou pedregoso entre o rio Arda na zona oriental, e o pequeno ribeiro de Areja, a oeste, abatendo de todos lados aos vales deste rios e ao Douro. No entanto, na segunda metade do século XI, a designação da Igreja de Santa Eulália da localidade era de Pedourido. É de crer, por isso, que o nome de Pedorido seja formado pelos dois elementos, o primeiro dos quais alusivo ao templo ao pé do monte e o segundo à vizinhança do rio Douro. Pode também, o segundo caso, relacionar-se com a extraordinária riqueza mineralógica da região, onde em tempos muito recuados se explorou o ouro com alguma intensidade. Pedorido está incluída na zona carbonífera do Couto Mineiro do Pejão, cuja exploração foi encerrada no final de 1994. As Minas do Pejão começaram a funcionar oficialmente em 1886 (embora se pense que já existia) e, ao fim de 108 anos de exploração, foi decretado o seu encerramento por decisão do Governo. Actualmente desenvolve-se um projecto para a criação de um museu totalmente vocacionado para exploração do carvão na região. A localidade dispõe de uma beleza natural inigualável, banhada por dois rios e coloridas pelo verde das árvores é sem dúvida uma passagem obrigatória para quem quer passar umas férias num ambiente calmo e rural
Panorama

pontão miradouro

Waypoint

passadiço

Panorama

miradouro 'meia barcaça' 1

Panorama

panorâmica

Waypoint

passadiço (ponte)

Águas termais

Douro41 Hotel & SPA

O Douro41 Hotel & Spa é um hotel contemporâneo em harmonia com a envolvente natural. Inspirado no Douro das experiências, recria os socalcos que caracterizam e moldam as encostas da região há séculos, usando o xisto tradicional e transparências em vidro para a paisagem única na organização dos diferentes espaços interiores.
Árvore

Choupal

Praia

praia fluvial (sem vigilância)

Panorama

miradouro 'meia barcaça' 2

Mina

mina

Panorama

panorâmica das Fragas da Abitoreira

Ponto de amarra

Cais de Midões

Pequeno cais de acostagem, situado na margem esquerda do Rio Douro, na aldeia de Midões, frequesia da Raiva. Com uma magnifica paisagem junto do rio Douro, é ideal para quem aprecia momentos de sossego junto de rios.
Local religioso

Capela de Santo Ildefonso

Fonte

aldeia em xisto de Gondarém (fonte)

O lugar de Gondarém possue a beleza característica das aldeias serranas: é um local propício a passeios pedestres, sobressai pelo conjunto de casas construídas em xisto, implantado numa encosta com uma vista sobre o Douro deslumbrante. Em Gondarém existe um cais de acostagem (Midões).
Rio

rio Arda

O rio Arda percorre cerca de 30 km e resulta da confluência da ribeira de Silvares e do ribeiro de Gondim, com o rio Marialva. Depois da junção destas três linhas de água, o rio Arda adquire a sua designação a montante de Burgo. Atravessando todo o vale de Arouca e uma parte da floresta de Castelo de Paiva é aqui, em Pedorido, que o Arda encontra as águas do Douro. A foz do Arda é um local de grande valor natural e paisagístico, excelente para a prática da pesca e para a interpretação da biodiversidade, especialmente da avifauna. Destaca-se, neste local, o Choupal das Concas como zona de recreio e lazer.
Rio

ponto pesqueiro

Panorama

panorâmica

Ponte

Ponte Velha de Pedorido

Junto à foz do Arda encontra-se a ponte de caminho de ferro de Pedorido, conhecida localmente por “Ponte Velha de Pedorido”, uma estrutura de considerável valor patrimonial. Esta foi construída pela Empresa Industrial Portuguesa, em 1893, para servir o Couto Mineiro do Pejão, sendo um importante testemunho de uma das mais importantes atividades económicas da história da região: a exploração de carvão. Atualmente é uma ponte pedonal, com vista privilegiada para a foz do Arda, no rio Douro, e para o monte de S. Domingos.
Praia

praia fluvial do Choupal

A Praia Fluvial do Pedorido inserida na Zona de Lazer do Choupal nas Concas no concelho de Castelo de Paiva, distrito de Aveiro e fica mesmo ao lado da N222 que depois dá acesso á A32. Um acesso muito fácil e rápido a esta zona de lazer e fluvial na margem esquerda do Rio Douro. Esta é uma zona de sombra e com bastantes infra-estruturas apesar de parecer estar um pouco desorganizado e confuso na área de lazer em redor. O projecto do Parque Urbano do Choupal, pretende dar mais beleza a esta Zona de Lazer ao lado da praia fluvial, com espaços verdes, jardins, serviços de apoio, percursos pedestres (Viver Payva Douro), que vão começar na Zona do Choupal e vão estender-se por toda a frente ribeirinha do Douro.

8 comentários

  • Foto de Susana Aires

    Susana Aires 13 de mar de 2021

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Top👍

  • Foto de M. MOREIRA AZEVEDO

    M. MOREIRA AZEVEDO 14 de mar de 2021

    Eu voltei a faze-lo ontem mas com passagem pelo Monte S. Domingos.

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 14 de mar de 2021

    Obrigado, Susana Aires, pela avaliação e comentário do trilho.
    Continuação de boas caminhadas!!

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 14 de mar de 2021

    Alô Moreira! Foi, com certeza, um bom incremento ao trilho original. Como ainda não o publicaste, não consegui ver essa nova variante do trilho. Mas promete! Grande abraço!!

  • Foto de torneiro12

    torneiro12 18 de mar de 2021

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Excelente trilha. Fiz a subida para a aldeia de Gondarem na ida. Foi uma boa escolha.

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 18 de mar de 2021

    Obrigado, torneiro12, pelo comentário e avaliação do trilho.
    Agrada-me saber que esta partilha continua eficaz e a proporcionar novas alternativas.
    Continuação de boas caminhadas!!

  • rmsb 12 de jun de 2021

    O trilho está atualmente com acesso limitado. Antes de chegar ao hotel há duas partes em que o caminho é estreito e desabou. É necessário cuidado ao passar.

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 13 de jun de 2021

    Obrigado, rmsb, pelo comentário e avaliação do trilho.
    É uma informação útil para quem pretenda fazer este percurso.
    Continuação de boas caminhadas!

Você pode ou esta trilha