Baixar

Distância

3,09 km

Desnível positivo

254 m

Dificuldade técnica

Fácil

Desnível negativo

254 m

Elevação máx

901 m

Trailrank

27

Elevação min

881 m

Tipo de trilha

Circular
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
  • Foto de Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)

Hora

54 minutos

Coordenadas

297

Enviada em

8 de janeiro de 2019

Registrada em

julho 2016
Seja o primeiro a aplaudir
Compartilhar
-
-
901 m
881 m
3,09 km

Visualizado 37 vezes, baixado 4 vezes

perto de Ribeiro Frio, Madeira (Portugal)

Este pequeno trilho tem 1,5 Km, uma duração de 1:30 horas e tem início no Ribeiro Frio, seguindo a Levada da Serra do Faial até o miradouro dos Balcões, donde se podem desfrutar vistas soberbas.


Este trilho tem início e fim na estrada regional E.R.103 no Ribeiro Frio numa extensão de 1,5 Km (+ 1,5 Km de regresso), com uma duração de 1h30m (ida e regresso). O percurso acompanha a Levada da Serra do Faial dando acesso ao Miradouro dos balcões onde são observadas belas paisagens sobre o profundo vale da Ribeira da Metade e da Freguesia do Faial.

Ao longo do percurso são encontradas espécies indígenas e endémicas da Madeira pertencentes ao ecossistema – Floresta Laurissilva do Til e do Vinhático, destacando-se as espécies arbóreas da família das Lauráceas: O Loureiro (Laurus novocanariensis), o Til (Ocotea foetens), o Vinhático (Persea indica), o Folhado (Clethra arborea) e outras espécies como a Uveira da Serra (Vaccinium padifolium), Urze das vassouras (Erica platycodon ssp. maderincola) e Urze Molar (Erica arborea), Orquídea da Serra (Dactylorhiza foliosa).

Neste percurso, para além das espécies vegetais indígenas são observadas espécies arbóreas exóticas de folha caduca como os Carvalhos (Quercus robur) e Plátanos (Platanus x acreifolia) que se distribuem regularmente na margem do trilho.

Com alguma frequência é possível avistar algumas espécies da avifauna como o tentilhão (Fringilla coelebs maderensis), a Lavadeira (Motacilla cinerea schmitzi), o Melro-preto (Turdus merula cabreae), o Papinho (Erithacus rubecula), a Manta (Buteo buteo harteti) e com menos frequência o Bisbis (Regulus ignicapillus maderensis) e o Pombo Trocaz (Columba trocaz).

Ao chegar ao Miradouro dos Balcões o caminhante deparar-se-á com um esplêndido cenário, totalmente coberto pelos vales verdejantes característicos da Floresta Laurissilva, área integrante da Rede Natura 2000, com especial importância na condensação da água dos nevoeiros nas folhas das plantas, conduzindo-a em grandes quantidades até ao solo, onde irá posteriormente carregar as nascentes e as ribeiras.

Deste Miradouro é observada a Central Hidroeléctrica da Fajã da Nogueira, produzindo electricidade com a água retida e abastecendo todo o Concelho de Santana.

Em dias de boa visibilidade, poderá ser avistada a Cordilheira Central da Ilha, destacando-se os dois picos mais altos, o Pico do Areeiro (1817m) e o Pico Ruivo (1861m), assim como a Penha D´Águia (formação geológica).

De regresso ao Ribeiro Frio pelo mesmo trilho, pode visitar o Parque Florestal do Ribeiro Frio, que integra o Centro Aquícola com o viveiro de trutas Arco-Íris (Oncorhynchus mykiss walbaum), cujo principal objectivo é a produção de trutas para o repovoamento das linhas de água da Ilha da Madeira.

(nota: informação retirada da página do Governo Regional da Madeira)

Outros percursos feitos na região:
Levada do Caldeirao Verde (PR9-Madeira) (14-07-2016)
Vereda dos Balcoes (Madeira) (14-07-2016)
Pico Arieiro - Pico Ruivo - Pico Arieiro (Madeira) (16-07-2016)
Levada das 25 Fontes e Levada do Risco (Madeira) (17-07-2016)

Comentários

    Você pode ou esta trilha