Baixar

Distância

22,38 km

Desnível positivo

1.170 m

Dificuldade técnica

Moderada

Desnível negativo

1.194 m

Elevação máx

407 m

Trailrank

32

Elevação min

22 m

Tipo de trilha

Mão Única
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira
  • Foto de Trilho - Rio Mau - Sobreira

Hora

5 horas 52 minutos

Coordenadas

1749

Enviada em

19 de maio de 2015

Registrada em

maio 2015
Seja o primeiro a aplaudir
Compartilhar
-
-
407 m
22 m
22,38 km

Visualizado 1184 vezes, baixado 7 vezes

perto de Sebolido, Porto (Portugal)

Trilho – Rio Mau a Sobreira

Trilho começa na Localidade de Rio Mau em Penafiel Junto ao rio Douro, em direcção a “N” pelas ruas de paralelo até ao início da Serra da Boneca, aí viro a esquerda em direcção ao Poço Negro pelo caminho Florestal. Percorro uns metros e entro pelo trilho em descida em zig zag até ao rio Mau que se encontra aos 40 metros de elevação, passo por antiga casa de lavrador já em ruínas e bem parte dela a natureza já tomou conta, mais a frente encontra-se o rio onde se tem de colocar as botas na água para o atravessar e refrescar um pouco se estiver como o dia de hoje que está bem agradável, a partir daqui é sempre a subir a parte de serra até aos 200 metros de elevação com uma inclinação bem acentuada. Chegado ao topo desta deslumbra-se a paisagem e a “S” vê-se a localidade de onde parti e a Serra de S. Mateus de Castelo de Paiva, continuo o trilho em direcção “NE” pelo caminho florestal e sem irregularidades no terreno numa extensão de 4Km, durante estes é realizado junto ao rio Mau que dá sempre para encher o cantil de água fresca e mesmo refrescar a cara do calor que se faz sentir. Ao chegar perto da Aldeia de Cabroelo começo a subida da serra e que se faz pelo trilho de BTT que tem pontes de árvores no travessar do ribeiro, chego ao ponto que tenho de me afastar desta rota e seguir a “NO”, aqui a subida até aos 406m é feita pelos caminhos florestais e parte em corta mato até ao próximo caminho, o mato é baixo e por meio de plantação de pinheiros, chego ao topo e mais uma vez olho para trás e vejo já o longo caminho percorrido e as Serras atravessadas, daqui vê-se a “SE” Serra da Boneca e a “S” Rio Mau e Serra S. Mateus e a “SO” Serra das Banjas e a Serra Stª Iria. Passado uns minutos de descanso volto ao trilho em direcção “N”, o caminho é a descer e de boa progressão que dá para compensar a perda na subida atrás efectuada, daqui já se vê o ponto de chegada a localidade de Sobreira a uns 5,6Km em azimute, mas olhando pró terreno vejo o que me espera, uma descida acentuada perto de 200 metros em elevação e depois a subida de outros 200 metros que daqui só vejo o risco marcado no meio do verde, começo a descida que custa tanto como subir pela força necessária para me equilibrar pela fraga solta que dificulta bastante, o Sol já abrasador das 14 horas que colaboravam na secagem do meu cantil, mas sei que ao fundo da serra e começo da outra, tem um ribeiro com água fresca que vai saber muito bem. Neste ponto faço uma pausa mais prolongada á sombra e junto ao ribeiro para recuperar as forças e comer uma barra de cereais para ter boa proteína para a subida que tenho pela frente. Pondo a caminho trepo a serra pelo trilho aqui sem protecção de nenhuma árvore infelizmente devoradas por fogos passados sem a batalhar até ao topo, chegada olho para trás e vejo o inverso e a dolorosa caminhada já contada. Continuando a “N” e percorrer o topo da serra avistamos a Aldeia Quintadona, descendo a serra por antigos caminho de agricultores aproximamos do ribeiro que me refresca mais uma vez, aqui o caminho é mais tranquilo e a progressão mais rápida em direcção a Sobreira, passo o rio Sousa pela Ponte Romana e já se vê o ponto de chegada a uns metros à frente a igreja antiga de Sobreira.
Observação técnica:
O trilho não sinalizado, em linear e com dificuldade moderada alta uma distância de 22Km com um tempo de 5h52m total.


Equipamento GPS : Garmin eTrex20
Percurso realizado: Álvaro Rego Pinto.
Aventuras&Trilhos

Comentários

    Você pode ou esta trilha