Horas  6 horas 22 minutos

Coordenadas 1535

Uploaded 5 de Junho de 2017

Recorded Junho 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.406 m
1.063 m
0
3,0
6,0
11,92 km

Visualizado 1042 vezes, baixado 50 vezes

próximo a Pitões das Júnias, Vila Real (Portugal)

Trilho feito à medida, pelo Maka, para os " VAMOS ALI " . Um excelente trilho, com belas paisagens, no território transfronteiriço - PNPG - Xurès. Magnífico o contraste logo à partida, com o planalto da Mourela a Este, zona aplanada, com pequenos cabeços e desvio de cota pouco frequentes, tendo a Oeste, o relevo vigoroso associado ao granito do gerês, onde se erguem os cabeços mais elevados da região da raia seca, variando as cotas entre 1546 metros no coto da Fonte Fria e 1200, na Portela de Pitões. Nesta zona da raia, a massa granítica, mostra todo o seu vigor, onde a acção dos agentes erosivos foram modelando a paisagem.
O dia recebeu-nos com nevoeiro e frio. Só depois do meio dia é que apareceu o sol, para nos mostrar as cabras selvagens, na base das Gralleiras ( nome dado quer pela carta portuguesa quer pele espanhola, mas em Pitões, chamam-lhe Gralheiras ). Durante quase todo o percurso, o tão procurado " Lírio do Gerês " foi-se mostrando, para gaúdio dos "caçadores de imagens ", e desespero do MAKA, devido às longas esperas. A parte final, foi magnífica, pois andamos numa zona junto à raia, no meio de um bosque, mas que encurta significativamente a marcha.
Partindo da Portela de Pitões, junto à fronteira, seguimos para o lado galego, por entre bosques até à travessia do ribeiro da Ponte Nova. O caminho é fácil, e os bosques são magníficos. Nesta altura do ano, quem for atento, farta-se de ver lírios ! A travessia do rio, tinha ponte em madeira, mas foi removida, faz-se a " pé posto" . Inicia-se uma subida até aos Penedos de Moramba, donde se abarca uma bela paisagem, para a Baixa Límia e lado português. Há que atingir o curral de Iribo, e a melhor forma foi a adoptada, pois os outros trilhos estão muito tapados, seguindo pela cumeada. O curral, está escondido sob a copa dos salgueiros, e daqui à fraga da Cavada a distância é curta. A fraga da Cavada é um bom local para retemperar forças, e também para olhar os embalses. Na nossa frente estão as Gralleiras e o " Pilão " para nos receber, depois de uma forte subida. Há vários locais interessantes no topo, mas o melhor é ir atento, pois as cabras selvagens, apreciam imenso este local. Agora há que procurar o trilho que desce à ilharga da Brazalite, para nos levar ao ponto de partida, trabalho bem conseguido pelos " mariolas" .
Há imensos mariolas, nestas paragens, que indiciam muitos trilhos por explorar !

Cartografia - folha 18 do IGE ( Pitões das Júnias ) - escala 1 / 25 000.
Distância real - 13, 2 km
BOSQUE
travessia do regato da Ponte Nova
bosque
Penedos de Maromba
curral de Iribo
fraga da Cavada
miradoro
geoforma granítica
Gralleiras
MF 205
bosque

3 comentários

  • Foto de PARAQ

    PARAQ 8/jun/2017

    Com a Am...... é outra coisa.

  • Foto de Os tintus

    Os tintus 1/ago/2019

    Hemos intentado hacer la ruta, que es espectacular, pero no hemos podido completarla porque el acceso a la parte portuguesa se nos hizo en exceso engorrosa.
    La ruta propuesta es una maravilla, y en breve, (cuando pase el verano), iremos a realizar el resto de la ruta por el trazado portugués.
    El entorno se lo merece.

  • Foto de Os tintus

    Os tintus 1/ago/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Hemos intentado hacer la ruta, que es espectacular, pero no hemos podido completarla porque el acceso a la parte portuguesa se nos hizo en exceso engorrosa.
    La ruta propuesta es una maravilla, y en breve, (cuando pase el verano), iremos a realizar el resto de la ruta por el trazado portugués.
    El entorno se lo merece.

You can or this trail