Horas  8 horas 24 minutos

Coordenadas 1966

Uploaded 17 de Maio de 2018

Recorded Maio 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.461 m
704 m
0
5,3
11
21,02 km

Visualizado 238 vezes, baixado 6 vezes

próximo a Vilarinho das Furnas, Braga (Portugal)

Foi quase uma subida a Carris, pelo " caminho " que em tempos subiram e desceram camionetas de carga, mas hoje até para quem anda a pé, é bastante penoso. Se bem me recordo, nos anos oitenta, parte dele, foi objecto de uma beneficiação. Passada a cancela tubular, junto à ponte do rio Homem, inicia-se uma longa subida, pelo " caminho das pedras", até ao desvio para o cabeço do Madorno, um pouco antes da ponte das Águas Chocas, que eu conheci, construída em madeira, bem como a sua irmã um pouco mais acima. O piso, muito degradado, vai provocando algum cansaço, apesar das paragens, obrigatórias, dada a beleza dos locais. A fonte da Abilheirinha, sempre a brotar quer seja de Inverno ou Verão, despede-se do grupo a caminho da ponte sobre a ribeira da Água da Pala. Mais um pulo, e estamos na ponte sobre o ribeiro do Cagarouço, a observar as encostas por onde já subimos. Porém, o temporal aproxima-se, e depois das curvas, onde num ápice se ganham cerca de trinta metros de cota, começou a nevar. Foi cerca de meia hora, a temperatura rondou os 0 Cº. fiquei com as luvas ensopadas e mãos geladas. Valeram-me as luvas suplentes. Desviamos por atalho no meio da urze, um pouco antes da ponte das Águas Chocas até um VG secundário, mas donde a paisagem que se abarca sobre a serra, é muito interessante. A progressão até à "pontinha do Madorno" onde há também um VG, faz-se sem dificuldade, apesar de haver um salto que é preciso transpor. Com as lages molhadas todo o cuidado é pouco. Lá em cima, a paisagem é fabulosa, nada ficando a dever, à que se abarca da Encosta do Sol. Regressamos pela parte superior do circo glaciar dos Cocões do Coucelinho, parando para observar ao longe as duas Lagoas do Marinho. Com um pouco de atenção, ainda se consegue ver o abrigo de Penedã e mais perto a "casa do padre Luis". Rumamos para os currais de Lamas de Homem. São três currais, e se a memória não me falha dois têm o mesmo nome . Atravessamos o do Freiria e seguimos para a ponte das Abrótegas, muito perto do curral do mesmo nome. Ainda me recordo de ver, neste local, alguns isoladores que seriam talvez do telégrafo das minas. Depois, bem ... depois foi descer o " caminho das pedras" até à Portela do Homem, que bem me custou.

Cartografia - Folha 31 do IGE ( Outeiro ) - escala 1/25.000
Distância real - cerca de 23,4 km.
  • Foto de ponte do Cagarouço
  • Foto de ponte do Cagarouço
ponte do Cagarouço
  • Foto de VG
  • Foto de VG
  • Foto de VG
  • Foto de VG
  • Foto de VG
VG
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
Panorama
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
  • Foto de Panorama
Panorama
  • Foto de VG Madorno
  • Foto de VG Madorno
  • Foto de VG Madorno
  • Foto de VG Madorno
  • Foto de VG Madorno
VG Madorno
  • Foto de Cocões Coucelinho
  • Foto de Cocões Coucelinho
  • Foto de Cocões Coucelinho
  • Foto de Cocões Coucelinho
Cocões Coucelinho
  • Foto de Curral em Lamas de Homem
  • Foto de Curral em Lamas de Homem
  • Foto de Curral em Lamas de Homem
  • Foto de Curral em Lamas de Homem
  • Foto de Curral em Lamas de Homem
Curral
  • Foto de ponte do rib. Madorno
  • Foto de ponte do rib. Madorno
ponte
  • Foto de fonte da Abilheirinha
  • Foto de fonte da Abilheirinha
fonte da Abilheirinha

2 comentários

  • Foto de PARAQ

    PARAQ 17/mai/2018

    Excelente miradouro

  • Foto de Makca

    Makca 18/mai/2018

    Do melhor que vi até hoje acerca de paisagens...!

You can or this trail