Horas  6 horas 54 minutos

Coordenadas 1755

Uploaded 9 de Novembro de 2015

Recorded Novembro 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.349 m
642 m
0
3,3
6,6
13,13 km

Visualizado 1842 vezes, baixado 89 vezes

próximo a Vilarinho das Furnas, Braga (Portugal)

Depois de tanta chuva, apareceu finalmente uma aberta e tivemos que aproveitar. Delineou-se um percurso, sujeito depois a alterações. Além disso, ia o MAKA, que conhece melhor estes recantos do que o mais refinado lobo desta serra.
Por fim, encontramos "gente da montanha" tanto nos Prados Caveiros e também nos Prados da Messe.
Os prados Caveiros era um dos currais de V. das Furnas, só para as vacas ( o grande etnólogo Orlando Ribeiro, chama-lhes Prados dos Caveiros), no seu livro sobre aquela aldeia. Os prados da Messe pertencem a V. da Veiga e já tivemos o prazer de encontrar por lá a gente da Vezeira. É um percurso, tirando a ida ao Cantarelo, que faz parte dos clássicos da serra, e portanto pouco mais há a acrescentar.
O Cantarelo, é um magnífico miradouro, mas a sua subida e a descida para os prados da Messe é dura. Não parece haver trilho, mas a espaços lá aparecem alguns mariolas ( na descida) que nos vão indicando o melhor terreno. Evitar subir ou descer com as lages, húmidas. A descida pela Costa da Sabrosa é realmente incomodativa, mas já a vi pior.

1. - Tipo de percurso - Circular. A sinalização é por meio de mariolas, tirando o troço da subida ao Cantarelo e entre este e a Messe. Os mariolas permitem um perfeito enquadramento com o ambiente natural.
2. - Início e fim - Portela do Homem
3. - Território - serra do Gerês, área pertencente ao concelho de T. de Bouro
4. - Cartografia - Folhas 30 e 31 do IGE escala 1/ 25 000.
5. - Troços mais difíceis - Subida ao Cantarelo e Costa da Sabrosa.
6. - Pontos de interesse - Prados Caveiros, Cantarelo ( de onde se avista o alto vale do rio Homem, Prados da Messe.
7. - Alternativas - Evitar a subida ao Cantarelo, seguindo os mariolas para a Messe.
8. - Data - Outubro de 2015.
9. - Tempos de marcha - marcha - 5 H 22min.
paragens - 1 H 37 min.
10. - Percursos na área( alguns) :

- Subida ao Cantarelo - JUN 2014
- Leonte + Maceiras + Pé de Medela + Messe - Maio 2013
- Leonte + Maurô + Messe + P. Caveiros + P. Homem - Abril 2013
miradouro natural.
Prados Caveiros
cabana
Cantarelo 1
Cantarelo 2
Cantarelo 3
Prados da Messe
cabana
travessia de ribeira

4 comentários

  • Foto de PARAQ

    PARAQ 9/nov/2015

    Para repetir.

  • Foto de Makca

    Makca 9/nov/2015

    Valeu pela companhia e por isso o café foi de borla, heheeee. Tenho novidades para um trekking dos bons, daqueles em que se disfruta da montanha!

  • Foto de FranciscoJFC

    FranciscoJFC 17/nov/2015

    Percurso agradável, mas os 13 Km e os 800 m de desníveis acumulados iludem um pouco, dado existirem 3 secções com algum grau de dificuldade.

    Feita a subida pelo Peito da escada até aos prados Caveiros, surge depois a primeira secção com alguma exigência, correspondente à subida dos prados Caveiros até ao Cantarelo. Seguimos o percurso mais direto, utilizado pelos autores Makadanga e Truka há poucos dias, e aqui registado no Wickiloc. Esta secção , embora não seja a pior em termos físicos, pode tornar-se perigosa se feita com as pedras molhadas .
    Tanto na aproximação, como mesmo já no alto do Cantarelo, podemos ver as formações rochosas em forma de cogumelo ( Cantarelo é o nome dado a uma espécie de cogumelo que, muito provavelmente, está na origem do nome desta formação rochosa ) .

    A vista para o Vale do Rio Homem é deslumbrante e assustadora – nada de facilitar nos acessos às rochas para se tirar uma fotografia mais radical. Qualquer foto tirada de um local seguro, é igualmente espetacular - . Digo assustadora, porque o Cantarelo está a 1300 m de altitude, enquanto o Rio Homem naquele local está a 800 m , o que dá mais ou menos 500 m de tamanho para a escarpa que desce do Cantarelo até ao Rio Homem, muito provavelmente a maior escarpa do nosso país .

    A descida do Cantarelo até à Messe tem o inconveniente psicológico de não ser muito pronunciada, mas demorar algum tempo, tornando-se chata de fazer.
    A Messe é um clássico do Gerês, bem como a descida pela Costa da Sabrosa, só que esta última é uma autentica destruidora das articulações. Que o diga a minha companheira, que sempre que lá passa o faz em ritmo lento de passeio, para se deliciar com as vistas ... Resultado, chegamos à estrada já de noite, mas não fomos os últimos, pois ainda estavam três carros na Portela do Homem, e cruzamos com alguns pedestres no regresso, vínhamos nós já de carro .
    Ao Km 7,8 desviamos à esquerda ( caminho mariolado e fácil de seguir ) relativamente ao percurso aqui registado, encontrando-o novamente ao KM 9,6 .
    Recomendação final : com os dias pequenos , entrar cedo na serra ( tipo 9h ou 9h30 ) para fazer com agrado este percurso , e não seguir o nosso mau exemplo de entrar quase às 11 h .

    Obrigado aos autores do percurso aqui registado .

  • Foto de TRUKA

    TRUKA 17/nov/2015

    Quem tiver lido com cuidado, há uma chamada de atenção para quando as lajes estão húmidas. Não é só nesta serra e neste local. Ao menor descuido, podemos arranjar sarilhos .Quanto ao resto, há aquela máxima - partir cedo para chegar a horas..., mesmo com paisagens magníficas. A alternativa à Costa da Sabrosa é regressar pelos Carris de Maceira, mas não para esta altura do ano, em que as horas de luz, são diminutas. A descida para os Prados da Messe, também deve ser feita com muito cuidado, pois é muito trabalhosa e deve ser feita com as lajes secas.
    Cumprimentos do Truka.

You can or this trail