Horas  8 horas 34 minutos

Coordenadas 2411

Uploaded 20 de Janeiro de 2020

Recorded Janeiro 2020

-
-
980 m
330 m
0
5,0
9,9
19,82 km

Visualizado 202 vezes, baixado 4 vezes

próximo a Geres, Braga (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"


TRILHO DOS MIRADOUROS E SILHAS DO GERÊS

O trilho realizado tem início/fim na Vila do Gerês, junto ao Hotel das Termas e percorre a encosta oeste do vale do Rio Gerês até às áreas de planalto situadas em Lamas e curvas de S. Bento e as vertentes do vale de Falha do Rio Gerês, numa zona de encostas íngremes, onde abundam linhas de água, miradouros e silhas de urso.

Resulta da junção dos percursos pedestres, PR6 TBR - Trilho dos Miradouros e PR11 TBR - Trilho das Silhas dos Ursos, com velhos trilhos de pastores, em que o resultado é um trilho muito bonito e diversificado, com condições para ser feito, exclusivamente, a pé.

É um percurso com um grau de dificuldade médio a elevado, sendo recomendado para pessoas com alguma preparação física e experiência. O trilho não está sinalizado, exceto os PRs acima referidos, pelo que o uso de GPS é sempre uma boa medida de precaução.

Saindo da vila de Gerês seguimos o PR6 em direção às cotas mais altas, localizadas na encosta a poente da vila de Gerês. O seu traçado localiza-se quase exclusivamente na encosta oeste do vale do Rio Gerês. Os seus limites mais extremos, a Este e a Oeste, são respetivamente a Vila das Caldas do Gerês, as áreas de planalto situadas em Lamas e as curvas de S. Bento.

Chegados às cotas mais altas encontramos a Casa do Guarda Florestal de Junceda que é também o ponto de início do trilho PR11. O traçado percorre algumas encostas da Serra do Gerês nas freguesias de Campo do Gerês e Vilar da Veiga, no concelho de Terras de Bouro, em pleno Parque Nacional Peneda-Gerês. A paisagem é o grande motivo de atração deste trilho, com o bónus da visita às Silhas dos Ursos e aos prados onde os locais lançam o gado.

Da Junceda seguimos o PR11 até à Silha do Moninho, onde aproveitamos o local para o reforço da manhã. Depois da breve pausa, continuamos em direção ao Prado de Gamil, local de termino do PR11. Aqui, optamos por seguir para Oeste o velho trilho do Corro do Velho em direção do Campo do Gerês. Passamos pela Silha de Urso do Corro do Velho e atravessamos o Ribeiro da Roda por várias vezes.

Já próximo dos terrenos agrícolas do Campo do Gerês, na zona de Corvelho, rodamos à esquerda para iniciar o regresso à Casa da Junceda por um antigo caminho de pastores que sobe a encosta passando por um Prado onde existe um abrigo.

Já na Casa da Junceda voltamos ao PR6 TBR - Trilho dos Miradouros onde podem ser vistos muitos dos “cabeços de granito” - os miradouros da serra do Gerês - enredados de histórias, destacando-se o da Junceda, da Boneca, da Fraga Negra e o Penedo da Freira. Desses locais vislumbra-se um horizonte paisagístico de inigualável beleza natural. A paisagem do vale do Rio Gerês, os maciços graníticos e a Albufeira da Caniçada são os cenários que aqui dão a garantia de agradar a todos os visitantes.

Agora, sempre a descer, somos percorrendo os miradouros, primeiro o da Junceda (Altitude 920m), depois os da Boneca (Altitude 750m), Fraga da Negra (Altitude 560m) e já muito perto da Vila do Gerês o miradouro do Penedo da Freira (Altitude 410m).

FICHA TÉCNICA
Realização: janeiro 2020
Percurso: Caldas do Gerês - Casa de Junceda - Silha do Moninho - Prado Gamil - Silha do Corro do Velho - Corvelho - Prado - Miradouro de Junceda - Miradouro da Boneca - Miradouro da Fraga Negra - Miradouro do Penedo da Freira - Caldas do Gerês
Distancia: 19,8 km
Duração: 8h34min
Tempo em movimento: 5h52min
Tempo parado: 2h42min
Movimento médio: 3,38kms/h
Acumulado positivo: 1381m
Acumulado negativo: 1381m


VER: REDE DE TRILHOS PEDESTRES TERRAS DE BOURO

OBSERVAÇÕES
- Percurso não sinalizado, existem mariolas mas levam para diferentes trilhos, aconselha-se o uso de GPS.
- É um trilho difícil, principalmente para os menos habituados devido aos fortes declives, para quem não estiver preparado fisicamente pode ser uma experiência dolorosa.
- Este trilho não deve ser feito em dias de chuva ou mesmo de chuva nos dias anteriores, pois é feito sobre muita rocha que molhada constitui um sério perigo!

IMPORTANTE
Segundo as regras do PNPG, dada a localização em Área de Proteção Parcial de Tipo I, não é permitido a grupos superiores a 10 pessoas a realização deste trilho sem autorização prévia.




Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

VILA DO GERÊS

Waypoint

PONTE MADEIRA

Waypoint

LINHA ÁGUA

Waypoint

CASA DE JUMCEDA (ALT.915M)

Waypoint

INTERSEÇÃO PR SILHAS DOS URSOS

Waypoint

FONTE

Waypoint

SILHA DOS URSOS SEC. XVII

Waypoint

LINHA ÁGUA

Waypoint

SILHA DO MONINHO

Waypoint

INTERSEÇÃO PR11-CORRO DO VELHO

Waypoint

BIFURCAÇÃO GAMIL/PÉ DE CABRIL

Waypoint

FONTE DO FURADO

Waypoint

PRADO DO GAMIL

Waypoint

SILHA CORRO DO VELHO

Waypoint

RIBEIRO DA RODA

Waypoint

TRAVESSIA RIBEIRA DA RODA

Waypoint

TRAVESSIA RIBEIRO

Waypoint

MIRADOURO NATURAL

Waypoint

ABRIGO PASTORES

Waypoint

MIRADOURO DA JUNCEDA (ALT.920M)

Waypoint

FONTE DA BONECA

Waypoint

MIRADOURO DA BONECA 1

Waypoint

MIRADOURO DA BONECA 2

Waypoint

MIRADOURO DA BONECA 3

Waypoint

RIBEIRO DAS SALAS

Waypoint

MIRADOURO DA FRAGA NEGRA (ALT.560M)

Waypoint

CASCATA RIBEIRO DAS SALAS

Waypoint

MIRADOURO DO PENEDO DA FREIRA (ALT.410M)

Comentários

    You can or this trail