Hora  6 horas 43 minutos

Coordenadas 1674

Enviada em 27 de Dezembro de 2014

Registrada em Dezembro 2014

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
812 m
220 m
0
4,7
9,4
18,81 km

Visualizado 18713 vezes, baixado 684 vezes

perto de Ermida, Braga (Portugal)

Percurso baseado no PR14 - Trilho do sobreiral da Ermida do Gerês, ao qual acrescentamos o desvio para as quedas de água, conhecidas na região como as Cascatas Tahiti, sempre espetaculares nesta época do ano.

O Trilho do Sobreiral da Ermida do Gerês (PR14), situado nessa aldeia serrana, é um percurso circular de interesse ambiental e paisagístico com passagem por zonas campestres, ribeirinhas, florestais e de matos.
O nome do trilho é um atributo à serra do Gerês, particularmente ao sobreiral da Ermida. Este sobreiral de 200 hectares destaca-se na paisagem montanhosa, localizado numa encosta virada a sul, sobranceira ao rio Arado e Fafião.

Partimos da Ermida, freguesia de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro, junto ao miradouro da Ermida (N41º42`07.32``, W8º07`46.60``) e subimos serra acima até à Cascata do Arado, fazendo o desvio para a apreciar em pleno, o espetáculo das águas revoltas do Arado precipitando-se pela penedia, mesmo defronte do miradouro do mesmo nome.
Depois de uma breve pausa, recomeçamos a subida até ao Curral da Malhadoura, com o seu abrigo encravado nas rochas e fonte de água cristalina que brota debaixo da enorme pedra granítica, outrora usado para confinar o gado que pastava nestas paragens.

Continuando o PR14 passamos ainda pelos Currais dos Portos e das Cortes – criados para a prática de pastoreio em que os vezeiros (proprietários dos animais) conduziam o gado para a serra alta durante dias ou semanas conforme o número de cabeças que possuíam e usavam o abrigo como dormitório. Este sistema de vezeira subsiste num regime ancestral, praticado num ritual de vida peculiar da serra do Gerês que ocorre durante todo o ano para o gado caprino e nos meses de março a setembro para o gado bovino.

Já na encosta virada a sul, iniciamos a ingreme descida para Pigarreira, atravessando o extenso sobreiral, que deu o nome a esta caminhada - o Sobreiral da Ermida, em que os seculares sobreiros se combinam harmoniosamente com medronheiros, coloridos com vermelhos frutos, vidoeiros e alguns castanheiros.

Continuando o trilho seguimos para Costa da Vela ao encontro, uma vez mais, do Rio Arado, o qual atravessamos pela Ponte das Relvas, já subíamos para a aldeia da Ermida quando fizemos o desvio até à cascata de Fecha de Barjas, popularmente conhecidas como cascatas Tahiti, o que também mereceu bem a pena, para apreciar a beleza das sucessivas quedas do Arado nas sua corrida serra abaixo e à sua união com o Fafião.
O caminho de acesso, pela margem esquerda do Rio Arado é bastante perigoso, mas indo com cuidado, vale bem a pena descer, para observar as espetaculares cascatas combinadas do Arado e Fafião.

Retomamos depois o percurso marcado (PR14) e a subida até ao centro da aldeia, a qual atravessamos até ao miradouro da Ermida de onde vislumbramos os maciços do Gerês, a vida da aldeia, a paisagem rural e os elementos históricos e da arquitetura tradicional num panorama de prodigiosa beleza… e assim terminamos esta magnifica caminhada pelas Serras do Gerês.
panorama

MIRADOURO DA ERMIDA

panorama

CAVALEIRO PODADO

fonte

FONTE DO ARADO

fonte

FONTE DA CHÁ DO ARADO

Ponte

PONTE DO ARADO

fonte

FONTE DA CASCATA DO ARADO

panorama

MIRADOURO DA CASCATA DO ARADO

Queda de água

CASCATA DO ARADO

árvore

VIDOAL

abrigo

CURRAL DA MALHADOURA

fonte

FONTE DA MALHADOURA

abrigo

CURRAL DOS PORTOS

abrigo

CURRAL DAS CORTES

árvore

SOBREIRAL DA ERMIDA

árvore

CARVALHAL

Ponte

PONTE DAS RELVAS

Interseção

DESVIO PARA AS CASCATAS TAHITI

Queda de água

CASCATAS TAHITI (FECHA DE BARJAS)

Waypoint

ALDEIA COMUNITÁRIA DA ERMIDA

panorama

PANORAMA IGREJA

9 comentários

  • Foto de Luis Gameiro Marques

    Luis Gameiro Marques 26/jan/2015

    Muito bom, relembrei os meus tempos de BTT....

  • Foto de Xalmas

    Xalmas 2/fev/2016

    As cascatas do Tahiti devem ser no Tahiti, no Gerês não são de certeza... :P
    As cascatas a que se referem e a que infelizmente muita gente conhece por esse estranho nome sempre se chamaram e chamam Cascatas da Fecha de Barjas.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 2/fev/2016

    Obrigado pelo comentário Xalmas.
    Efetivamente a cascata que nos referimos é Fecha de Barjas popularmente conhecida como Cascata Tahiti, assim referida em vários sites que promovem a região, exemplo http://www.maravilhasdogeres.pt/como-ir-ate-cascata-tahiti-geres/
    Boas caminhadas!

  • fmiguel_11 5/out/2016

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    um trilho de facil orientação, apesar de levar gps, so precisei para o corte para a cascata do tahiti, muito bom

  • Foto de Alex Righetti

    Alex Righetti 14/mar/2017

    HI, I am Alex. I am interested in this path but I cannot find no bus or local transport who bring me in Ermida. How could I get there? I don't have a car.
    Thanks

    Alex

  • Foto de Firmino David Ribeiro Leal

    Firmino David Ribeiro Leal 26/nov/2018

    O trilho é propício a ser feito de inverno? Qual a melhor hora para começar o trilho para terminar antes do anoitecer? Ritmo moderado.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 26/nov/2018

    Olá Firmino David Ribeiro Leal!
    Realizamos o trilho em dezembro, nesta altura o acesso à cascata deve ser realizado com cuidado pelo perigo de queda... e provavelmente não será apetecivel ir a banhos. Desaconselho realizar em dias de chuva.
    Nós demoramos sete horas, por isso aconselho começar às 8:30h para terem margem de uma hora até ao anoitecer.
    Boas caminhadas

  • Foto de ELAfonso

    ELAfonso 1/abr/2019

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Amazing hiking day. The trail was really easy to follow. Thank you for this amazing journey!

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 1/abr/2019

    Hello ELAfonso!
    Thank you for your comment and review.

Você pode ou esta trilha