Dificuldade técnica   Difícil

Horas  9 horas 13 minutos

Coordenadas 3024

Uploaded 15 de Abril de 2017

Recorded Abril 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.550 m
730 m
0
6,4
13
25,61 km

Visualizado 1797 vezes, baixado 84 vezes

próximo a Xertelo, Vila Real (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"
Voltamos ao Parque Nacional da Peneda - Geres, desta vez com o objetivo de visitar os Carris a partir de Xertelo. Já nos Carris, e como o dia estava muito agradável com temperaturas amenas e boa visibilidade decidimos prolongar um pouco mais o trilho para subir ao Pico da Nevosa. Ponto mais alto da serra do Gerês, com os seus 1548m, permite vista de 360º de pura beleza sobre terras galegas e do Barroso… é qualquer coisa de fantástico.
Deixamos os carros na aldeia de Xertelo, era nossa intensão subir nos carros até Chã de Suzana mas as más condições da estrada florestal fez-nos mudar de ideias…assim seguimos pela levada e por caminho de pé posto muito bem definido até ao Poço do Ribeiro do Penedo onde iniciamos subida para a Laje dos Bois. Subida dificultada pela indefinição do caminho de pé-posto, mas lá fomos progredindo, tentando escolher o melhor caminho até à cumeada onde iriamos encontrar o trilho que vem da Laje dos Infernos à Laje dos Bois. Aqui, subimos ao cimo da Laje e daqui continuamos até Sesta de Lamalonga onde a paisagem muda simplesmente pois passamos de uma paisagem de Picos e Corgas para uma paisagem de Vales e Prados. Continuamos pelo trilho até ao abrigo do Curral de Lamalonga, a partir daqui, a progressão faz-se mais íngreme até Lavaria ao longo da margem esquerda da Ribeira da Corga. Passadas a Lavaria e já no interior do agora arruinado complexo mineiro dos Carris, é deambular por onde se queira. Por todo o lado há resquícios do que foi em tempos uma mina importante de volfrâmio.
Se as paisagens até aqui já eram notáveis, quando atingimos o ponto mais alto das minas, passam a magníficas… a nordeste vemos a Nevosa e mais ao longe a Fonte Fria e a Fraga de S. João, os três picos do Sobreiro com o Altar de Cabrós na sua retaguarda, ficam mais a norte e, para noroeste, o Alto da Amoreira e a linha de fronteira. A oeste o Alto de Cidadelhe, Roca Negra, Rocalva, Borrageiro e Pé de Medela. Ainda mais longe a Louriça. Depois de apreciar tamanha beleza seguimos mais para nordeste, para a Lagoa dos Carris. Um misto de represa e lagoa, é um espelho de água de média dimensão que ali metido na serra, acaba por dar uma nota de surpresa agradável à agreste imensidão de pedra do entorno. Este foi o local escolhido para o almoço, onde o sol nos convidou a fazer uma pequena sesta. Já de forças retemperadas decidimos prolongar o trilho até ao Pico da Nevosa. Seguimos até à linha de fronteira (marco 102) e daí até ao Pico da Nevosa com os seus 1548m. Desde o cume a vista é fantástica! Ao longe podemos vislumbrar serras tão distantes como a noroeste as serras do Suido, Paradanta e Faro de Avión na Galiza, a nordeste as serras de S. Mamede e de Manzaneda habitualmente nevadas no inverno, e a este a Peña Trevinca, Segundeira, Gamoneda (onde a neve é ainda mais frequente) que se erguem entre as províncias de Ourense e Zamora e se prolongam para sul nas serras de Montezinho, Coroa e Nogueira já em território português. Depois de apreciar a imensidão das panorâmicas de 360º chega a hora de regressar, descemos por trilho mal definido ao longo da Garganta das Negras até ao Curral, seguimos passando ao lado do Curral da Matança e continuamos até ao Alto das Eiras contornando Castanheiro passamos pelo Curral de baixo onde apanhamos trilho até Chã de Suzana sempre acompanhados pelas enormes Mariolas caraterísticas deste local. Em Chã de Suzana seguimos pelo estradão florestal até Xertelo, local onde deixamos os carros e terminamos esta aventura.

OBSERVAÇÕES:
- Percurso não sinalizado, existem mariolas mas levam para diferentes trilhos, aconselha-se o uso de GPS.
- Trilho magnífico e ancestral que já vem assinalado nas Cartas Militares do ano 1949, com paisagens simplesmente deslumbrantes e panorâmicas de 360º de encher a alma.
- É um trilho difícil, principalmente para os menos habituados devido à sua extensão e fortes declives, para quem não estiver preparado fisicamente pode ser uma experiência dolorosa, daí classificar-mos como difícil.
- Este trilho, devido à sua extensão, deve ser realizado em dias de horário de verão para garantir a sua conclusão com luz solar.
- Este trilho não deve ser feito em dias de chuva ou mesmo de chuva nos dias anteriores, pois é feito sobre muita rocha íngreme que molhada constitui um sério perigo!

IMPORTANTE:
Segundo as regras do PNPG, dada a localização em Área de Proteção Parcial de Tipo I, não é permitido a grupos superiores a 10 pessoas a realização deste trilho sem autorização prévia.
  • Foto de XERTELO
  • Foto de XERTELO
  • Foto de XERTELO
  • Foto de LEVADA
  • Foto de LEVADA
  • Foto de LEVADA
  • Foto de QUEDA DE ÁGUA
  • Foto de POÇO DA RIBEIRA DA PENEDA
  • Foto de POÇO DA RIBEIRA DA PENEDA
  • Foto de POÇO DA RIBEIRA DA PENEDA
  • Foto de RIBEIRA DA PENEDA
  • Foto de RIBEIRA DA PENEDA
  • Foto de LAGE DOS BOIS
  • Foto de ALTO DA LAGE DOS BOIS
  • Foto de ALTO DA LAGE DOS BOIS
  • Foto de ALTO DA LAGE DOS BOIS
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DE LAMALONGA
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DE LAMALONGA
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DE LAMALONGA
  • Foto de LAVARIA DOS CARRIS
  • Foto de LAVARIA DOS CARRIS
  • Foto de LAVARIA DOS CARRIS
  • Foto de MINAS DOS CARRIS
  • Foto de MINAS DOS CARRIS
  • Foto de MINAS DOS CARRIS
  • Foto de MINAS DOS CARRIS
  • Foto de LAGOA DOS CARRIS
  • Foto de LAGOA DOS CARRIS
  • Foto de LAGOA DOS CARRIS
  • Foto de LAGOA DOS CARRIS
  • Foto de MARCO FRONTEIRIÇO 102
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de PICO DA NEVOSA
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DAS NEGRAS
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DAS NEGRAS
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DAS NEGRAS
  • Foto de ABRIGO E CURRAL DAS NEGRAS
  • Foto de CASTANHEIRO
  • Foto de CASTANHEIRO
  • Foto de CURRAL DE BAIXO CASTANHEIRO
  • Foto de CURRAL DE BAIXO CASTANHEIRO
  • Foto de CURRAL DE BAIXO CASTANHEIRO
  • Foto de ALTO DAS PORTAS CASTANHEIRO
  • Foto de ALTO DAS PORTAS CASTANHEIRO
  • Foto de ALTO DAS PORTAS CASTANHEIRO
  • Foto de ALTO DAS PORTAS CASTANHEIRO
  • Foto de CHÃ DE SUZANA
  • Foto de CHÃ DE SUZANA
  • Foto de MOINHO DE ÁGUA
  • Foto de CRUZEIRO

2 comentários

  • PicosAlpinos 15/abr/2017

    Obrigado pela partilha!
    Já está nos meus favoritos para realizar em breve.

  • DiogoHiker 1/mai/2017

    I have followed this trail  View more

    Já fiz este trilho, é simplesmente magnífico! O nosso Gerês nos eu melhor!

You can or this trail