Horas  4 horas 2 minutos

Coordenadas 1211

Uploaded 18 de Março de 2015

Recorded Março 2015

-
-
307 m
241 m
0
2,9
5,8
11,69 km

Visualizado 331 vezes, baixado 1 vezes

próximo a Valverde, Évora (Portugal)

Trilho de Reconhecimento de Valverde
Este monumento responde por várias designações, entre elas Antigo Convento do Bom Jesus da Ordem dos Capuchos, Mitra de Valverde, Colégio da Mitra e hoje em dia até como Polo da Mitra da Universidade de Évora. Está situado na encantadora localidade de Valverde, pertencente ao concelho e distrito de Évora, em pleno coração da vasta região Alentejana. Este complexo monástico foi edificado em meados do século XVI pela diocese de Évora que instituiu por estas datas uma quinta com paço episcopal. O primeiro Arcebispo de Évora, Infante Dom Henrique terá fundado o convento para a ordem dos Capuchos que aqui se instalou em 1517. A Herdade da Mitra viu algumas das suas características alteradas com o tempo, mas merecem destaque ainda hoje a Capela do convento, considerada um exemplo perfeito de micro-arquitectura renascentista, atribuída a Miguel de Arruda, com planta em cruz grega e com três importantes painéis encomendados pelo futuro Cardeal D. Henrique, figurando um Presépio, um Calvário e uma Ressurreição de Cristo, da autoria do prestigiado pintor Gregório Lopes, datadas de 1544 / 45. Do edifício do Convento original restam ainda diversos vestígios arquitectónicos, alguns deles Manuelinos, mas também diversos elementos posteriores de obras dos séculos XVII e XVIII. O Claustro, de planta quadrada e estilo Clássico merece também destaque pela beleza e paz de espírito que ainda transmite, com traço de Manuel Pires. O “Jardim de Jericó” conserva ainda muitas das estruturas construídas entre os séculos XVI e XVIII, destacando-se o monumental aqueduto, o poço-cisterna “Casa da Água” e o tanque circular ou “dos Cardeais”. Após a extinção das Ordens Religiosas, em meados do século XIX, aqui foi instalado um Posto Agrário e a Escola Prática de Agricultura, funcionando hoje aqui o Polo da Mitra da Universidade de Évora que alberga uma herdade experimental para estudos agrários e biológicos.
A Anta Grande do Zambujeiro situa-se a cerca de 500 metros de Valverde, no bonito concelho de Évora, na imensa região Alentejana. Este monumento megalítico classificado como Monumento Nacional constitui uma das maiores Antas da Europa, sendo mesmo a maior que se tem conhecimento em toda a Península Ibérica. Esta é uma região ocupada pelo homem desde remotos períodos, existindo mesmo na zona diversos legados megalíticos de grande importância. A Anta Grande do Zambujeiro foi descoberta em 1965, tendo-se mais tarde procedido ao seu estudo e investigação. Seria utilizada pelas comunidades do Período Neolítico como local de enterramento e homenagem aos seus mortos, servindo provavelmente também de Santuário. O conjunto tem 50 metros de diâmetro, compreendendo a câmara poligonal com 6 metros de altura e um corredor com cerca de 12 metros de comprimento e 2 metros de altura e 1,5 metros de largura, de acesso para o exterior. O monumento encontrava-se coberto por uma gigantesca Mamoa com mais de 50 metros de diâmetro, tendo a escavação recuperado um importante espólio de objectos rituais, de adorno, vasos de cerâmica, lâminas e pontas de seta, entre muitos outros.
Miliário da Mitra
Lavador
Parque de Valverde
Ribeira em Valverde
Ponte sobre a Barragem de Tourega
Casa velhas

Comentários

    You can or this trail