Tempo em movimento  3 horas 26 minutos

Hora  3 horas 46 minutos

Coordenadas 2262

Enviada em 11 de Janeiro de 2020

Registrada em Janeiro 2020

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
184 m
-12 m
0
3,1
6,2
12,46 km

Visualizado 444 vezes, baixado 21 vezes

perto de Vila Franca de Xira, Lisboa (Portugal)

No início do século XIX, Vila Franca de Xira ficou marcada pelas invasões francesas, iniciando-se então o sistema defensivo construído em grande sigilo, para fazer face ao invasor francês e que haveria de ficar conhecido por Linhas de Torres Vedras.

Um passeio pela crista dos montes, ao longo destas linhas, permite visitar alguns dos redutos militares, como os moinhos de vento usados como pontos de tiro. O percurso inicia-se na bonita praça de touros de Vila França de Xira de onde, ao fim de algumas centenas de metros se começa a subir para a crista dos montes sobranceiros de onde se tem vistas extraordinárias sobre a vila e o Tejo. Atravessa as históricas estradas para depois descer para Alhandra. Aqui podemos visitar a lindíssima Igreja seguindo depois sempre junto ao rio pelo belíssimo passeio pedestre. Sendo Vila Franca de Xira um ponto central na passagem de dois grandes caminhos de peregrinação, Caminho de Fátima do Tejo e Caminho de Santiago seria quase impossível não passar numa parte dele. Este passeio ribeirinho é pois o Caminho de Santiago é de Fátima.
Foto

Praça de Touros

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Paróquia de Alhandra

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

4 comentários

  • Foto de Have we arrived yet?

    Have we arrived yet? 7/jun/2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Fizémos a trilha ao contrário para ter oportunidade de terminar junto ao rio. Assim, começámos por uma caminhada em Estrada Nacional, antes de começarmos a subir a serra. As vistas do cume são inebriantes. Na descida da serra, não conseguimos encontrar o trilho proposto. Provavelmente encontra-se já tomado pela natureza. Depois de inúmeras voltas e arranhões, voltámos para trás e fomos por estrada. A zona ribeirinha está muito bem recuperada e foi uma agradável surpresa. Ideal para sentar num dos bancos para recuperar e alimentar a alma (nós aproveitámos também para almoçar :). Obrigada pela partilha.

  • Foto de Two 4 Trekking

    Two 4 Trekking 7/jun/2020

    Obrigado Ana pelos comentários. Nada como uma comunhão com a natureza, deixa-nos as baterias carregadas. Bons trilhos.

  • Foto de Mike Luk

    Mike Luk 13/ago/2020

    Gostei da maior parte do trilho...não tem ligação entre o ponto mais alto e o caminho do moinho...tive de improvisar no meio do mato... não foi fácil...

  • Foto de Two 4 Trekking

    Two 4 Trekking 13/ago/2020

    Também eu tive de improvisar ao seguir uma trilha anterior... São estes imprevistos que nos dão adrenalina. Bons trilhos.

Você pode ou esta trilha