Baixar

Distância

12,33 km

Desnível positivo

833 m

Dificuldade técnica

Difícil

Desnível negativo

833 m

Elevação máx

1.060 m

Trailrank

79 5

Elevação min

279 m

Tipo de trilha

Circular

Hora

7 horas 13 minutos

Coordenadas

1229

Enviada em

27 de maio de 2019

Registrada em

maio 2019
  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
Seja o primeiro a aplaudir
1 comentário
 
Compartilhar
-
-
1.060 m
279 m
12,33 km

Visualizado 528 vezes, baixado 32 vezes

perto de Bostochão, Vila Real (Portugal)

Num sábado cheio de sol, abandonamos o lugar de Chãos, com destino à Escaleira e ao topo da Surreia do Meio Dia. Entre eles fica o Vale Pedra Cavalos, com as suas plantações de folhosas protegidas da " rapaziada " que as costuma roer, se estiverem à mão de semear, tão tenrinhas que elas são! Dois dedos de conversa com o senhor Aires, antigo pastor daquelas paragens, mochilas aconchegadas e ordem para romper até à Lage da Ponte, depois de passar a ponte da Assureira. O início do trilho está indicado por um mariola " gigantone ". O carreiro vai aos zigue - zagues pela encosta acima, permitindo fazer as paragens que entendermos para observarmos a paisagem, com a fita da Ribeira do Cabril lá em baixo, tornando-se progressivamente mais esguia, à medida que subíamos, empurrados pela brisa da montanha. Depois de passada a Escaleira, o declive é menor. O local certo para um merecido descanso é em Vale Pedra Cavalos, alvéolo abrigado, onde as botas tiveram direito a uns minutos de sossego. Daqui, partimos com destino ao curral de Virtelo ( ou Birtelo ? ) onde o abrigo pastoril está em ruínas. Rompendo caminho, subimos até ao ponto mais alto da Surreira do Meio Dia, preparando o regresso. Ainda tivemos tempo para visitar um abrigo muito especial e iniciamos a descida até perto da Silha ( apiário ), acompanhando a Ribeira do Cabril pela margem direita. Travessia efetuada, evitamos a ponte de Azevedo, para rematar a marcha no lugar de Chãos, pelos caminhos rurais junto aos campos.

A subida é extensa e dura, traduzindo-se em cerca de 1.000 metros acumulado. Com chuva, é arriscado, devendo evitar-se.
Trilho paisagístico por natureza, onde se inclui alguns elementos ligados à pastorícia ( currais e abrigos pastoris ).
Cuidado especial com as abelhas no curral do Virtelo.
A travessia da Ribeira do Cabril, só com caudais reduzidos.
Distância real - 14,6 km.

Cartografia - Folhas 44 ( Ruivães ) e 31 ( Outeiro ) do IGE - escala 1/25.000
Ponte

ponte

ponte
Ponte

ponte Assureira

ponte Assureira
Panorama

ponto alto

ponto alto
Panorama

ponto alto

ponto alto
Panorama

Escaleira

Escaleira
Waypoint

Vale Pedras Cavalo

Vale Pedras Cavalo
Sítio arqueológico

Currais do Virtelo

Currais do Virtelo
Sítio arqueológico

abrigo do curral

abrigo do curral
Pico

Alto da Surreira do Meio Dia

Alto da Surreira do Meio Dia
Abrigo de montanha gratuito

abrigo pastoril

abrigo pastoril
Rio

Cubo de Baixo

Cubo de Baixo
Árvore

bosque

bosque
Sítio arqueológico

Silha

Silha

1 comentário

  • Foto de PQ@

    PQ@ 28 de mai de 2019

    Os miradouros da surreira são divinais.

Você pode ou esta trilha