Tempo em movimento  uma hora 11 minutos

Horas  2 horas 51 minutos

Coordenadas 758

Uploaded 21 de Janeiro de 2018

Recorded Janeiro 2018

-
-
105 m
-2 m
0
1,1
2,2
4,35 km

Visualizado 2022 vezes, baixado 33 vezes

próximo a Rendeiras, Santa Catarina (Brazil)

Trilha: Caminho do Gravatá com acesso a Praia do Gravatá.
Trilha do Gravatá, passando pela praia do Gravatá , a caminhada até a praia do Gravatá é curta e fácil, mesmo com o início sendo uma subida. A trilha inicia na Lagoa da Conceição, atrás do Bar do Boni. Após a subida pegando a direita é possível subir em uma rocha e poder contemplar a Lagoa da Conceição de um lado e já ter uma pré-vista do próximo mirante da Praia Mole e Galheta.
Chegando ao topo do morro encontra-se o ponto utilizado para os saltos de parapente, que colorem o céu da Praia Mole, com certeza um lugar para parar e fazer belíssimas fotos. Basta continuar o caminho e descer para chegar à Praia do Gravatá, onde existe uma pequena colônia de pescadores, sempre muito simpáticos e educados.
A Praia do Gravatá recebe este nome por causa da planta que está por toda parte da praia o gravatá uma planta que é espécie de bromélia, nativa das Américas, com muitos espinhos. Apraia tem uma pequena extensão de areia de cerca de 60 metros e uma faixa de areia entre 8 e 20m, a pequena baía é deserta, com exceção de um simples rancho de pescador. A água é cristalina, fria e de forte salinidade. A areia é fina, branca e macia.
A praia é bem preservada graças ao cuidado de quem a visita muito mais do que pela dificuldade de acesso. Em dias de sol forte e céu claro, é comum encontrar o mar em tons de verde e transparente.
Após a praia margeando o costão fica a Ponta do Gravatá um belo local com diversas rochas grandes de formato curioso que completam a linda paisagem. Na Ponta do Gravatá você consegue ver a Praias o mar e a uma pequena ilha. A ilha do Xavier é uma ilha localizada a cerca de duas milhas náuticas da costa intocada e com uma mata nativa, é abrigo de diversas aves.
Contornando o morro pode ter um belo visual dos belos costões e alguns pontos que formam pequenas piscinas naturais, com excelente local para fazer belíssimas fotos.
Nosso retorno foi por um acesso superior que dá direto a primeira casa de pescadores, e a partir deste ponto o mesmo trajeto da vinda.

A Trilha do Gravatá é de acesso fácil e vale a pena ser conhecida, só não esqueça de manter o local limpo e tratar todos com respeito e consideração.

Curiosidade: A partir do costão sul da Praia Mole pode avistar a Praia do Gravatá e os morros do canto, segundo o folclore e ilustração de Franklin Cascaes este relevo lembra o perfil de um dragão, como se ele estivesse deitado sobre as águas do mar. A praia do Gravatá seria o pescoço deste Dragão, mesmo da praia do Gravatá é possível ver bem a cabeça do Dragão.

Trilha realizada em amigos: Johnny, Dayanne, Rafa e Mei, Giseli e Namorado, Emerson e Marina, Maickel, Maryana, Cristiane Fenilli e Viviana Fenilli .

Dicas: Sempre deixe a flora e a fauna da região do mesmo jeito que estavam antes de você chegar. Não deixe nada pelo caminho. Se você conseguiu levar a mochila cheia, pode muito bem trazer seu lixo de volta (e se possível, dos outros também).
NUNCA deixe nenhuma forma de lixo nas trilhas, recolha o lixo que encontrar se for possível.
Toda trilha possui seu esforço é importante conhecer seus limites.
Respeite a natureza! Preservemos a beleza natural do mundo.
Situada entre a Mole e a Joaquina, a Praia do Gravatá é pouco visitada. Muitos moradores nem conhecem ou sabem da sua existência. Com uma extensão de 60m e uma faixa de areia entre 8 e 20m, a pequena baía é deserta, com exceção de um simples rancho de pescador. As pedras são cobertas de bromélias, conhecida popularmente como Gravatá. A planta é resistente e cheia de espinhos. As ondas são fortes, a água fria e de forte salinidade. A areia é fina, branca e macia.

1 comment

  • Foto de luzyy

    luzyy 13/jul/2018

    Parabéns, johnny. Otima trilha e belas dicas de conscientização.

You can or this trail