Tempo em movimento  10 horas 59 minutos

Hora  2 dias 6 horas 38 minutos

Coordenadas 5936

Enviada em 10 de Julho de 2020

Registrada em Julho 2020

-
-
776 m
16 m
0
11
22
43,3 km

Visualizado 289 vezes, baixado 10 vezes

perto de Vila Nova Esperança, São Paulo (Brazil)

Travessia Vale Verde - Rio Cubatão

Travessia que ficou em projeto por uns 2 anos, agendada por umas 4 vezes e sempre dava ruim pelo clima e pelos amigos que nunca compravam a ideia... enfim, acabei desistido, só fui pq um casal de amigos insistir muito pra ir, agora essa travessia entrou pro TOP 10 das mais legais e bonitas que já tive o prazer de conhecer...

Relato resumido:
Primeiro dia:
Tranquilidade e clima de festa com Kalidon, Kelly e eu curtindo os longos 6km da estrada de terra, só alegria, todos gostam de andar ali, até que chegamos na linha férrea, alguns amigos ja foram parados e apenas “fixados” e logo liberados para continuar a trilha, por isso estava tranquilo.... POREM o guarda que nos pegou disse que ninguém poderia descer e foi sem conversa.... ok sem discutir e com toda educação demos a volta e seguimos ao plano B, eu nunca acho que vou usar o plano B de tão insano que ele pode parar ser, e na verdade é!

Plano B (não posso dar muitos detalhes).
TENSÃO e ADRENALINA, como qualquer filme do Tom Cruise em missão impossível, muita correria! Pegamos o expresso cubatão na primeira classe, quando chegamos no 16 era TUDO OU NADA! Trilha perfeita ou uma fiança impagável, para o nosso azar fomos vistos! Correria novamente!!! Enfim, descemos a cachoeira quase ralando e nos escondemos de baixo da ponte, tirei o resto do milho do bolso e da mochila e conseguir relaxar (ESTAVA SALVO).....
Quando a pressão e o cárdio voltaram ao normal, estávamos descendo a cachu Véu da noiva do 16, linda e bela, com eu já imaginava que seria (já era por volta das 15:00hs), portanto não tínhamos muito tempo para ficar de bobeira, agora a missão era ganhar terreno e encontrar uma boa área de camping, estávamos no afluente do Rio cubatão, neste ponto não sei qual nome que o rio leva, mas o rio era muito bonito e simples, mini cachoeiras, poções e até uma mini garganta do diabo, muito simpático, já por volta das 17:30 encontramos um local promissor para acampar, e não seriamos os primeiros pq no local já haviam garrafas e uma lona abandonada...
A noite foi perfeita, local escolhido protegia bem do vento e proporcionava todo aconchego que merecíamos após passar pelo plano B.

Segundo dia:,
Já estávamos embrenhados no meio do vale, relaxados porem atentos, haviam rastros perto, maços de cigarro e pegadas de uns 2 dias talvez (provavelmente de caçadores?), seguimos em frente com atenção pra não levar tiro.
Com a paisagem cada vez mais bela, muitos poços verdes dignos de ficar vários dias, também muitos pontos bons para campings, essa trilha já tinha superado todas as minhas expectativas, também não era tão “Simples” quanto pesquisei.... Enfim, por volta das 13:00hs chegamos na confluência que tanto queríamos (lugar digno de se passar 10 dias), deste ponto em diante o rio já fica caudaloso e bravo, nos deparamos com poções maravilhosos e cânions para se levar a sério, agora o percurso e a caminhada começaram a ficar mais lentos pelo terreno que mudou bastante, era possível ver rastros de onça para todo lado... infelizmente não vimos a bendita bixana...
Montamos acampamento por volta das 17:00hs, armei minha rede toda aberta para poder ver o movimento de animais a noite em volta do acampamento, péssima ideia, não dava para dormir com tanto barulho em volta, a floresta estava viva e os animais estavam dando uma festa ali, algo mexeu na minha mochila e correu.

Terceiro dia:
Após a noite mal dormida, foi possível ver rastros próximos do rio, com certeza de onça, a bixana rodeou nosso camping (não sei se tinha relação com o barulho), provavelmente quase virei whiskas kkkkkkkkk.....
Seguimos nosso caminho e após uns 500 metros demos de cara com uma barragem abandonada, mereceu alguns mergulhos no poção que ela formava, enfim após alguns cânions e rio parou de cair com violência, paisagem mudou novamente e topamos mais um local que poderia passar alguns dias curtindo, infelizmente nosso tempo era curto e foi necessário seguir o rio que parecia não ter fim kkk
Finalizamos o rio por volta das 16:00hs, porem seria necessário andar mais 6km de estrada até o ponto de ônibus, só alegria...
Fim 
Waypoint

Botequin

Waypoint

Direita

Waypoint

Trilhos

Waypoint

Irineu

Waypoint

Encruza

Risco

plan B

Foto

Tunel 27

Waypoint

Tunel 26 (Cachu véu da Noiva)

Waypoint

2º Queda

Waypoint

Gargantinha

Waypoint

Lago da Jaguatirica

Waypoint

Camp

Waypoint

Confluencia

Waypoint

CA

Queda d'água

Cachu dos Noia

Waypoint

Confluencia

Waypoint

Pedrão

Queda d'água

Rio Cubatão (Cacheira da Barragem)

Waypoint

Camp

Waypoint

Poção do Mogy

Waypoint

Ghost Camp

Waypoint

Poço da Jiboia

Waypoint

B.O

Waypoint

Camp

Waypoint

Antiga Usina (camp)

Waypoint

Cachu da Usina

Waypoint

Ponte

Waypoint

Ponte

Waypoint

Poço das Antas (Poço do Vale Verde)

Waypoint

Fim da Trilha

Waypoint

Rodovia (la pra cima)

Waypoint

Viadutos

Waypoint

Aguá potável da estrada sem fim

Waypoint

Guarita e Ponto de onibus 50 metros a frente

3 comentários

  • Foto de Lúh Ruiva

    Lúh Ruiva 22/ago/2020

    Que aventura 👏😍🔪

  • Foto de drickosantos

    drickosantos 8/out/2020

    Man esse percurso vc fez todo pelos trilhos

  • Foto de Rodrigo AGC

    Rodrigo AGC 14/out/2020

    Até o tunel 16 por trilhas, é um saco kkk

Você pode ou esta trilha