Tempo em movimento  2 horas 57 minutos

Horas  5 horas 54 minutos

Coordenadas 2343

Uploaded 3 de Novembro de 2018

Recorded Novembro 2018

-
-
1.170 m
302 m
0
4,2
8,4
16,76 km

Visualizado 269 vezes, baixado 12 vezes

próximo a Doutor Elias, Rio de Janeiro (Brazil)

Esta travessia se inicia no Tirol, Município de Trajano de Moraes, uma das regiões habitadas mais altas do estado. Uma região muito especial, com muitas araucárias, Hortênsias e muitos descendentes dos primeiros imigrantes Suiços que chegaram no Brasil. A primeira parte da trilha é em uma estrada, porém toda cercada de mata preservada, onde é marcante o canto dos pássaros. O ponto mais alto da Trilha é a divisa com Macaé, deste ponto já da para ver a serra de Macaé. Mais a frente existe uma bifurcação, para o lado esquerdo é o acesso para a Cabeceira do Sana e do lado direito é o acesso para o Vale do Rio Peito de Pombo, a partir deste ponto a trilha é quase toda descida e já estamos na APA do Sana. Neste trecho também o caminho é por uma estrada de difícil acesso, somente carros preparados conseguem passar. Existem alguns sítios no caminho, mas a mata esta bem presente. Cerca de 6,5km após o inicio entramos na RPPN Shangri-la, sua proprietária Lúcia Jatobá é uma simpatia e nos recebeu super bem, está morando ali desde 1983 e nos disse que o sítio tem uma palavra chave, que é sustentabilidade. Vale a pena conhecer o trabalho de preservação feito neste lugar. Muito bem cuidado com plantas por todos os lados e algumas trilhas dentro da RPPN, tem como receber hóspedes e eventos. Apos a RPPN a trilha é dentro da Mata Atlântica muito preservada, onde se destacam os Jequitibás gigantes e os cursos d'águas límpidos. Depois de 10 km do início estamos na entrada da trilha para o Peito de Pombo, pedra ícone do Sana. Deste ponto são mais 7 km até o centro do Arraial do Sana. Em trilha muito bem marcada devido a grande frequência, na sequencia passamos na entrada das cachoeiras mais famosas do Sana, Sete Quedas, Filho, Pai e Mãe, porém estão dentro de uma propriedade particular, o Sitio Bambu, que cobra ingresso para entrada.
Na Estrada que liga Maria Mendonça ao Tirol, um pouco antes de se chegar ao Tirol, existe esta porteira com a placa da RPPN Shangri-lá, este é o ponto de entrada.
Logo no início da trilha passamos por um vale belissimo com uma Cachoeira no fundo, o que chama a atenção são as casas abandonadas que encontramos pelo caminho.
Na porteira a direita é uma residencia habitada, a trilha é para esquerda
A Estrada neste trecho é uma subida suave, cercada de matas, com uma particularidade que é a grande quantidade de passarinhos cantanto. No início da estrada temos a vista privilegiada para um vale com uma linda Cachoeira.
O Ponto mais alto desta trilha fica a 1170 mts de altitude aproximada. Neste ponto já começamos a ver o vale do Rio Sana e as montanas de Macaé
Do ponto mais alto até o Sana é só descida, isso torna esta travessia bem tranquila
Durante toda a trilha encontramos porteiras, mas todas são abertas.
Só a visita a RPPN Shangri-lá já vale muito a pena. É muito gratificante conhecer o grande trabalho de preservação feito por Lúcia Jatobá ao longo de 35 anos. Como ela mesmo disse, são os guardiães das águas do Sana.
é comum vermos várias vezes vistas muito lindas para as montanhas de Macaé
A descida é constante e suave
Durante grande parte do percurso temos ao fundo o Peito de Pombo, o PIco do Urubu e a Serra dos Três Bicos
Esta é única cachoeira ao lado da Trilha. Ponto para pegar água também
Antes da entrada da RPPN Shangri-lá, temos algumas propriedades próxima a estrada, depois da RPPN não se tem mais acesso por carro.
Na entrada e em vários lugares da propridade encontramos placas coloridas nos mostrando a importância da preservação e nos incentivando a cuidar. Toda a energia da RPPN e gerada com a força do Rio
Esta é a entrada da RPPN para quem vem do Tirol, logo depois a recepção com a placa de agradecimento.
Realmente é um paraíso
A geração de energia na RPPN é toda sustentável, vem da força do Rio que move uma pequena hidrelétrica
Pequena ponte logo na entrada da RPPN
A Recepção, uma pequena contrução foi financiada pela SOS Mata Atlântica
Na RPPN existem vária casas e são disponíveis para aluguel.
O Rio Peito de Pombo passa dentro da reseva
Esta é a entrada para a trilha do Peito de Pombo. Pedra ícone do Sana.

Comentários

    You can or this trail