Tempo em movimento  8 horas

Horas  2 dias 13 horas

Coordenadas 5059

Uploaded 3 de Agosto de 2019

Recorded Agosto 2019

-
-
2.782 m
1.569 m
0
7,2
14
28,97 km

Visualizado 29 vezes, baixado 3 vezes

próximo a Lamins, Minas Gerais (Brazil)

Travessia feita com mais 3 amigos. A princípio faríamos em 4 dias, mas por conta de uma possível chuva fizemos em 3.
Acampamos no primeiro dia na toca do lobo, chegamos à noite com chuva rezando para que parasse no dia seguinte, e foi o que aconteceu, dia lindo. Andamos até o cume do capim amarelo e por estar ventando muito descemos e acampamos numa área bem protegida pelo bambuzal.
No dia seguinte seguimos até a pedra da mina, reabastecendo a água em um riacho na base dela, e de novo por conta do vento muito forte da pedra da mina e seu acampamento não tão protegido descemos até o vale do Ruah para armar o acampamento.
No terceiro dia de travessia começamos a andar bem cedo se preocupando com uma possível chuva, acordamos então 3h da manhã e começamos a andar antes das 4h, chegando no pico dos três estados por volta das 11h da manhã.
De lá decidimos terminar a trilha pois o tempo estava virando e não queríamos pegar chuva na montanha, e por termos chegado bem cedo não terminaríamos tão tarde.
Foi um final muito puxado mas por volta das 20h já estávamos no sítio do Pierre, superação total.

Água:
É uma Travessia em que não há água com fartura, pois se pode coletar só em alguns pontos específicos.
Ponto 1: Córrego da Toca do Lobo.
Ponto 2: Cachoeirinha no Quartzito.
Ponto 3: Nascentes Pedra da Mina.
Ponto 4: Vale do Rhuá. Este é o último ponto d’água até o final da travessia, então é importante se abastecer.
Ponto 5: Rio chegando ao sítio do Pierre

Fizemos a travessia com 6,5l cada pra não faltar, e realmente até sobrou... De 4l a 5l por dia é uma margem boa pra ficar tranquilo com água e não pesar a mochila.
A direita da trilha.
Camp pequeno e bem protegido após a descida do Capim Amarelo, foi onde ficamos. Melhor opção pois no capim amarelo venta muito.
Água pode ser coletada descendo a trilha.
Camp grande, bem protegido. Top!
Camp e água por toda a área. Acampamos em uma clareira um pouco antes do ponto marcado nesse trajeto.
Camp pequeno e um pouco exposto. Ficou esse nome nesta track porque meus amigos tiveram uma experiência de ter que ligar para os bombeiros numa visita anterior a serra fina.
Boas áreas de camping protegidas.
Camp Pequeno e bem protegido (melhor que camp bandeirantes)
Pegar o caminho da esquerda.

2 comentários

  • Franciscolira 4/ago/2019

    Como estava o clima lá encima

  • Foto de Ivan Bonamichi

    Ivan Bonamichi 4/ago/2019

    O clima estava bom, bastante sol e pouco vento, iríamos fazer em 4 dias mas fizemos em 3 pra não pegar chuva. Ontem 03/08 já começou a chover e pela previsão pode ser que chova a semana toda.

You can or this trail