Horas  3 horas 27 minutos

Coordenadas 875

Uploaded 28 de Maio de 2018

Recorded Maio 2018

-
-
602 m
344 m
0
2,4
4,8
9,51 km

Visualizado 1032 vezes, baixado 14 vezes

próximo a Governador Portela, Rio de Janeiro (Brazil)

Miguel Pereira é um jovem município do estado do Rio de Janeiro fundado em 1955 e possui uma elevação de 618m em relação ao nível do mar. Localizado na região centro-sul fluminense, ostenta um dos melhores 'climas' do país e do mundo com média das máximas no verão de 24,6 graus.

Como se isso não bastasse, a pacata cidade serrana ainda faz divisa com Petrópolis e Vassoura ligando a serra fluminense ao vale do café.

Bem, agora falando da travessia, posso garantir que é uma excelente opção para quem deseja fazer uma pernada longa mas 'relax' com um clima super agradável (outono) e apreciando vistas incríveis, já que inicia-se no alto da montanha e depois vai baixando lentamente até o vale no bairro de Arcádia.

Também é legal para quem gosta de cultura e história do Brasil, pois a ideia da travessia é percorrer 22km através da linha férrea que ligava Governador Portela até Arcádia e ao longo do percurso você poderá visualizar o processo de degradação que a malha ferroviária do Brasil sofreu nos últimos 50 anos.

Durante a caminhada, ora passávamos por vilarejos ora por trilhas completamente rurais, mas de grande beleza e encanto apesar da simplicidade. Além de alguns pequenos tesouros como os cânions construídos para a passagens do trem que foi retomado pela natureza deixando lugar incrivelmente verde e úmido.

O ponto alto da travessia e mais tenso foi a passagem sobre a ponte Engenheiro Paulo de Frotin que apesar de ser uma belíssima construção que nos remete a torre Eiffel em paris está em um estado de conservação muito ruim e até perigosa pois faltam 2 blocos de concreto na reta final da passagem obrigando o caminhante a se arriscar um pouco mais para continuar a passagem. E a prefeitura nada, né? Deixa seu cartão postal nesta situação... acredito que não gastaria muito para recuperar a passagem, fica meu protesto!

Pouco mais abaixo, encontramos a cachoeira do Poção que é bem bonita de água bem gelada e possui uma pequena praia de areia. Pena que estava um pouco suja em algumas partes por conta de restos de bambus e algumas peças de plástico proveniente do consumo humano dos locais. Mesmo assim, vale a pena o tibum!

Continuando a jornada, uma coisa que me chamou atenção foi a quantidade borboletas pelo caminho. Eram muitas em quantidade e diversidade, cores e tamanhos variados: azul, amarelo, laranja, verde, coloridas, cinzas e também algumas libélulas metálicas. Creio que o fato de ter muitas borboletas no caminho esteja ligado a quantidade de flores que adornam as casas da região.

Próximo a parte final ainda encontramos vistas maravilhosas das montanhas piramidais da localidade e seu vale cortado pelo rio Santana. Ali, as fotos com a luz do final da tarde rendem verdadeiras pinturas, fica mais fácil ser fotógrafo...kkk

A recompensa por todo esforço ficou para o final, como se fosse um prêmio, encerramos a jornada na Pastelaria/Lanchonete/Padaria/Restaurante/Lojinha da Arcádia com um delicioso pastel quentinho frito na hora e seu inseparável caldo-de-cana. Mas, para falar a verdade, o prêmio mesmo é realizar todo o percurso e conhecer esse lugar super especial pouco conhecido ainda em nosso estado.

certamente, um dia voltarei!

Continuação da trilha:
https://pt.wikiloc.com/wikiloc/spatialArtifacts.do?event=setCurrentSpatialArtifact&id=25304029

====================================
Para conhecer o projeto Trekking RJ e ver mais trilhas nas quais participei acesse as mídias abaixo:
FACEBOOK: https://www.facebook.com/trekkingnoriodejaneiro
YOUTUBE: https://www.youtube.com/channel/UCIjz4VuNdLMnr9MnCqbhhNw
WIKILOC: https://pt.wikiloc.com/wikiloc/user.do?id=1956470

View more external

lindo cânion artificial aberto para a passagem do trem.
Estação ferroviária, agora praça. Também serve como ponto de descanso e informações no bar da esquina.
A famosa e linda ponte vermelha que é cartão postal da cidade
Cachoeira gelada porém a água não é tão limpa. Tem uma pequena praia, mas cuidado com a pedras que são escorregadias e também existem uma corrente submersa que puxa com bastante força.

3 comentários

  • Foto de MARCELO GARCIA

    MARCELO GARCIA 8/out/2018

    Boa noite Edgar.
    A trilha se encontra aberta, você acha que dá para descer de bike?
    Abs.

  • Foto de Edgar Franco

    Edgar Franco 9/out/2018

    Olá Marcelo!
    Sim, está aberta e acredito que dá para fazer pelo menos 90% do trajeto de bike.
    Em alguns pontos fica mais difícil, principalmente na ponte férrea, onde faltam alguns blocos por má conservação.
    Então, a solução é passar por baixo dela atravessando o riacho.

  • Foto de MARCELO GARCIA

    MARCELO GARCIA 9/out/2018

    Ok Edgar, obrigado.

    Abs.

You can or this trail