Horas  um dia 7 horas 12 minutos

Coordenadas 2053

Uploaded 27 de Setembro de 2013

Recorded Setembro 2013

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.577 m
1.285 m
0
5,4
11
21,64 km

Visualizado 520 vezes, baixado 24 vezes

próximo a União, Rio de Janeiro (Brazil)

A Travessia do Rancho Caído, feita em 2 dias, começando na parte alta do Parque Nacional de Itatiaia (Posto Marcão) e terminando no Vale das Cruzes, perto da Vila de Maringá, em Visconde de Mauá. Ela esteve proibida por 20 anos e foi oficialmente reaberta em junho/2011.

O trajeto, de extrema beleza, cruza todo o Parque Nacional de Itatiaia no sentido Leste-Oeste, passando ao lado do Agulhas Negras, pela base da Pedra do Altar, o vale e a cachoeira do Aiuruoca, pelos Ovos da Galinha, Vale dos Dinossauros e termina no Vale das Cruzes, perto na Vila de Maringa.


OBSERVAÇÕES:
- Nos 2 dias há bastante água pelo caminho.
- No 1o dia percorre-se 15km, com muito desnível e todo no sol. Procure sair cedo, pois o pernoite só é permitido no Rancho Caído, que fica lotado em feriados.
- No 2o dia percorre-se 10km, quase todo de descida e boa parte pela sombra.


AJUDE A PRESERVAR AS TRILHAS:
- NÃO CONSTRUA ABRIGOS...USE SUA BARRACA!
- LEVE EMBORA O SEU LIXO! (Obviamente não há coleta de lixo)



Relato completo em Sobre Viagens
Dúvidas somente serão respondidas pelo blog!
Livro De Cume - 2792m de altitude
Seguir p/ Esquerda (subindo) em direção à Pedra do Altar. Para direta vai para o Pico das Agulhas Negras.
Seguir p/ Esquerda (subindo) em direção à Pedra do Altar. Para direita vai para Asas de Hermes.
Seguir p/ Esquerda (reto) em direção à Cachoeira do Aiuruoca. Para direta vai para a Pedra do Altar.
Ambos caminhos servem! Siga reto se não quiser passar pela Cachoeira do Aiuruoca. Siga à esquerda (caminho da Travessia da Serra Negra) se quiser passar pela Cachoeira. (Não é preciso voltar até esse ponto para continuar a Travessia do Rancho Caído pois há outra opção mais à frente)
Bifurcação para a Cachoeira do Aiuruoca. Há um bastão vermelho e placa indicando o caminho. Seguindo para Esqueda vai para a Cachoeira. Seguindo para Direita segue para o rancho Caído.
Não há placas nessa bifurcação! Mas os Ovos de Galinha ficam há apenas 180m de distância.
Não há placas nessa bifurcação! Seguindo p/ Direita, chaga até o rio, onde o caminho continua em direção à Vila de Maringa. Para a Esquerda vai para um local de acampamento Acamp2, há poucos metros.
Bifurcação para a Cachoeira do Escorrega. Seguir p/ direita (reto) em direção à Vila de Maringa. Para direta (marcado com bastão vermelho)vai para a Cachoeira do Escorrega.
Queda de 20m de altura, com águas cristalinas e frias.
Seguir para a Esquerda. À Direita (onde há uma porteira) é uma Propriedade Privada, com cachorros!
Riacho com pinguela (bem mal feita, que frequentemente fica embaixo d'água)
Curva acentuada, que muda bruscamente a direção da travessia (de NO para L).
A trilha termina na placa que marca o limite do Parque Nacional de Itatiaia, no bairro Vale das Cruzes. A rua segue por mais 2,3km, até estarda que leva à Vila de Maringa. As ruas do bairro Vale das Cruzes, estão em boas condições e são facilmente acessíveis por carros comuns (sem tração 4x4).
Vila de Maringa
A trilha segue por dentro da mata até o final da travessia (5,3km à frente).
Trecho de matagal, que se extende pelos próximos 150m.
Formação curiosa, que alguns dizem ser uma replica do Pico das Agulhas Negras
Passo de montanha, saindo do Vale do Auiruoca e entrando no Vale dos Dinossauros.
Horário de funcionamento: 7h00 ás18h00. O Horário limite para iniciar qualquer travessia é 10h.
Atualmente, o Abrigo Rebouças pode ser reservado junto ao PNI pelos telefones: (24)3352-1461 e (24)3352-7001.
Represa ao lado do Abrigo Rebouças.
Fonte de água mais próximo do Rancho Caído. Cristalina e gelada. Se for beber, tome cuidado para não revolver o fundo e levantar sedimentos.
Nascente do Rio Aiuruoca, que mais à frente formará a cachoeira de mesmo nome.
Nascente do Rio Preto, que se assemelha a um charco. Não recomendo pegar água nesse local (há pontos melhores próximos).
A trilha segue atravessando o rio.
O rio corre no fundo, o que torna BEM difícil pegar água nele. Para ajudar a atravessar, foram colocadas algumas madeiras, que já estão bem pobres! Tome cuidado!
Final do bairro Vale das Cruzes, onde a rua principal encontra a estrada que segue para as Vilas de Maringa e Maromba.
Grande voçoroca. O caminho correto é bastante óbvio e está demarcado com os bastões vermelhos.

3 comentários

  • Foto de Elizandra

    Elizandra 27/set/2013

    I have followed this trail  View more

    Lugar lindíssimo! A paisagem muda radicalmente do primeiro para o segundo dia. E o abrigo para acampar "é um luxo", hahahah!!! Vale muito a pena!

  • dfantini22 1/out/2013

    Trilha bem demarcada, com orientações (placas e totens) ao longo do percurso. Primeiro dia feito debaixo de sol, não há arvores no caminho.
    Segundo dia percorrido em área de mata, e descida escorregadia.

  • danieldonadel 7/dez/2013

    I have followed this trail  View more

    Eu fiz essa trilha 2 vezes, uma chegando no Vale das Cruzes e outra na Maromba (cachoeira do escorrega). É a "Bifurca8" no mapa (esquerda escorrega, direita vale das cruzes). Em nov/2013 o trecho pro Vale das Cruzes estava bem fechado mesmo, não recomendo para quem não conhece. O trecho para o escorrega é mais aberto, marcado, rápido e fácil de fazer.

    No inverno é muito frio, pegamos temperaturas negativas a noite.

    Atenção às bifurcações marcadas no mapa, Hermes, Altar e Airuoca. As instruções estão certinhas, mas se errar uma dessas bifurcações corre o risco de não chegar no rancho caído ainda de dia! Valeu Otavio!

You can or this trail