Coordenadas 1327

Uploaded 2 de Outubro de 2011

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.147 m
1.158 m
0
8,4
17
33,4 km

Visualizado 12298 vezes, baixado 588 vezes

próximo a Aiuruoca, Estado de Minas Gerais (Brazil)

Caminhada de 4 dias com início na cidade de Aiuruoca e término no Bairro da Vargem, já em Baependi, acampando na 1ª noite no topo do Pico do Papagaio, na 2ª noite próximo da crista da Serra do Charco e na última noite na base do Morro do Chapéu.
Essa travessia segue por trechos da crista da Serra do Papagaio, Serra do Charco e Serra da Chapada.

Esse tracklog se inicia no topo do Pico do Papagaio, já que existem vários caminhos que levam ao topo dele. Se quiser saber qual trilha eu fiz, saindo da cidade de Aiuruoca veja no link do relato abaixo.

Relato com algumas dicas e fotos:
www.trilhasetrips.blogspot.com.br

View more external

18 comentários

  • Foto de Célio Marinho

    Célio Marinho 4/out/2011

    Parabéns Augusto!
    Fiz o Caminho dos Anjos e coloquei todo o percurso aqui no Wikiloc. gora somos vizinhos de trilhas...rs
    Célio
    www.to-indo.com

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 14/dez/2011

    Oi Célio.
    Passei pelo trecho de Aiuruoca até a Cachoeira do Garcia, onde vc passou de bike e vi que não deve ter sido facil hein.
    Mas o visual compensa né.
    Parabéns também.

    Abcs

  • Foto de Célio Marinho

    Célio Marinho 14/dez/2011

    Para falar a verdade da Cachooeira do Gaarcia até o Espraiado do Gammrr é muito pior. Falando de CAMINHO esse foi oo mais dificil que enfrentei, orém muito belo.
    Estou morando em Friburgo _RJ..aqui tem bons caminhos co subidas e descidas.....apareça.
    Célio
    www.to-indo.com

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 1/jan/2012

    Qqer dia pretendo fazer esse Caminhos do Anjos.
    Na verdade qdo fiz a travessia do Papagaio, encontrei algumas boas opções de caminhadas que atravessam a serra.
    Mas com certeza ainda volto p/ Aiuruoca e região.
    O lugar é repleto de belos visuais.

    Na região serrana do RJ tem um parque que vou conhecer algum dia: o Parque Estadual dos Três Picos.
    O PNSO já fui 2x.

    Abcs

  • Foto de anthony negreiros

    anthony negreiros 19/nov/2013

    Muito bom, mais algumas vezes o GPS fica fora, principalmente depois da decida de uma encosta que tem um riacho. O GPS indica uma trilha antes de atravessar o riacho tendo de atravessar uma mata fechada. O correto é atravessar o riacho e subir o morro mais a esquerda próximo a mata. Depois da bifurcação para Alagoa a trilha fica bem rala, sumindo em muitos momentos, sendo muito útil o GPS.

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 19/nov/2013

    Essa travessia é complicada mesmo. Em vários trechos tive que seguir somente no visual, porque a trilha já estava se fechando pelo mato.
    Eu tive problemas por causa disso.
    Recomendo aos que copiarem esse tracklog, que leve o relato, que está bem detalhado e pode ajudar nesses trechos complicados.
    Abcs

  • Barbi-roots 12/ago/2015

    I have followed this trail  View more

    Fiz a travessia com esposa , sobrinha 18a o namorado de 18a e minha filha de 13a .
    vale a pena , paisagem linda e trilha mediana

  • jonasl 18/ago/2015

    I have followed this trail  View more

    Linda trilha com muito visual. e fazer com esse relato ficou muito mais fácil.

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 19/ago/2015

    Valeu Jonas.
    Obrigado pelo elogio.
    Ao criar os relatos, minha intenção é sempre essa: ajudar a outras pessoas a finalizarem essa caminhada sem dificuldades.

    Abcs

  • Foto de Astolfo Araujo

    Astolfo Araujo 15/mai/2016

    Fiz a trilha agora em abril, usei os seus mapas impressos, ajudaram muito. Grande abraço.

  • vanessa_malago 30/jul/2016

    Oi Augusto,
    Eu e meu marido voltamos ontem dessa travessia. Levei seu relato impresso e também usamos o tracklog em alguns momentos de dúvida. Seu relato está super bem escrito e as dicas foram ótimas!
    Começamos a trilha do sítio do Saulo, mas nossa intenção não era chegar até Baependi, e sim ao final descer até Vale do Matutu pra ver alguns amigos e depois conseguir uma carona de volta ao sítio do Saulo, onde ficou nosso carro.
    Descemos pela Serra do Charco e acampamos pertinho da cachoeirinha antes da Cachoeira do Santo Agostinho. No dia seguinte voltamos parte da trilha até o ponto onde você indica a 2a. saída de acesso para para o Matutu . Infelizmente essa trilha há muito tempo não é mais utilizada e depois de uns 10 minutos de descida não conseguimos avançar. A trilha estava super fechada, com muitas árvores grandes caídas. O jeito era voltar até perto do totem do Daime e descer pela primeira saída de acesso ao Matutu, na estrada que passa pela Comunidade. Nesse caminho de volta, descobrimos uma pequena bifurcação na antiga estrada (naquele trecho de sobe e desce). Ela leva a um Mirante super bonito. Mais tarde, quando por fim chegamos ao Vale do Matutu (indo mesmo pela estrada que passa pela Comunidade) ficamos sabendo que desse Mirante havia uma outra trilha de acesso ao Matutu, mas que infelizmente também acabou se fechando por falta de uso. Uma pena, pois segundo nos informaram por essa trilha se chegava em 40 min. ao Vale. A estrada pela comunidade é bem mais longa (pelo menos 1h30 de descida) e os visitantes não costumam ser muito bem desejados por lá, mas felizmente não tivemos problemas.

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 30/jul/2016

    Oi Vanessa, tudo bom?
    Que bom que o relato e o tracklog foram úteis para vcs.
    Vcs deixaram o carro no Sítio do Saulo?
    Recentemente recebi e-mail de uma pessoa que deixou o carro no Sr. Batista.
    São 2 boas opções né
    Bom saber que o acesso ao Vale do Matutu naquele ponto está totalmente fechado..
    Eu destaquei lá no relato essa informação ok.
    Pode ser útil para quem pensa em descer por ali também.
    Já tinha lido em um relato antigo que os moradores daquele trecho não recebem bem os visitantes.
    Uma pena né, pois o Vale é um lugar tão bonito.
    E espero que um dia vcs concluam essa travessia.
    Os 2 dias de trecho final dessa caminhada também são maravilhosos.
    Cada visual mais bonito que outro.

    Abcs

  • Foto de bruno bera

    bruno bera 25/abr/2018

    Ola augusto
    Vou no final de junho num fds qualquer, e cou conseguir tirar apenas a sexta de folga, alem do sabado e domingo
    Vc acha q da pra fazer tranquilo em 3 dias, se começarmos a caminhada cedinho na sexta? Outro detalhe, se eu fizer o sentido inverso pra dormir a ultima noite no pico do papagaio tb seria uma boa opcao? Abraço

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 27/abr/2018

    Oi Bruno, blz?
    3 dias com 2 pernoites é possível, mas bastante puxado.
    O grande problema é a logística, tanto no início quanto no final da caminhada.
    Sair do Bairro da Vargem é complicado.
    E se for iniciar por ali, são pouco mais de 40 km desde Caxambu e por estrada de terra precária.
    Terá que chegar bem cedo ali no Bairro da Vargem.
    E seguir em ritmo forte até região do Rio Santo Agostinho, onde tá a Cachoeira do Charco ou até no Totem do Santo Daime.
    Chegando nesses lugares, com certeza conseguirá chegar no topo do Papagaio, mas também em ritmo forte.

    Essa é a minha sugestão.

    Abcs

  • Foto de anthony negreiros

    anthony negreiros 27/abr/2018

    Transporte até o bairro da Vargem, pode ver com o pessoal da Cobal Tur, quando fiz eles que levaram. http://cobaltur.blogspot.com.br/

  • Foto de bruno bera

    bruno bera 28/abr/2018

    Fala augusto!
    Entao, estamos num grupo razoavel e ja vamos chegar de van.. e no final a van estará nos aguardando. Qdo vc se refere a estrada de terra precaria, van nao passa? Ou apenas pelo fato de ter q ir numa velocidade baixa? Caso seja precaria a ponto de nao rodar uma van vamos ter q pensar num plano B de logistica.. eu imaginava q van chegaria ate o bairro da vargem
    Abc

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 28/abr/2018

    Oi Anthony.
    Vc tem os valores que vc pagou para chegar na Vargem.
    E saíram da onde?
    Seria bom ter o valor para que as pessoas que fossem para lá, terem uma estimativa.
    Valeu

  • Foto de J. Augusto

    J. Augusto 28/abr/2018

    Blz Bruno.
    A estrada é precária e a van tem de ir em velocidade baixa.
    É preciso também ter muito cuidado nas bifurcações para não errar o caminho.
    Vc só terá problemas em chegar na Vargem se chover muito em dias anteriores.
    Aí a estrada vira um lamaçal só.
    Mas creio que uma van chegue lá sem grandes dificuldades.
    Abcs

You can or this trail