Horas  9 horas 2 minutos

Coordenadas 1686

Uploaded 23 de Maio de 2018

Recorded Maio 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.826 m
672 m
0
4,5
9,1
18,13 km

Visualizado 716 vezes, baixado 19 vezes

próximo a Ribeiro Frio, Madeira (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

O trilho tem por base o traçado do MIUT 2018, realizado em sentido inverso e dividido por seis etapas em autonomia. Teve como ponto de partida o Aeroporto da Madeira, em Santa Cruz e segue para norte até Porto Moniz ao longo de veredas, levadas e caminhos florestais.
Vamos tentar mostrar como cinco caminhantes se propuseram fazer a travessia total da Ilha da Madeira em seis dias, cerca de 120Kms, num sobe e desce constante, com um acumulado impressionante, um verdadeiro desafio às capacidades físicas e mentais para quem planeia umas atividades mais arrojadas no futuro. Antes de mais queremos salientar o facto de se tratar de um percurso “DIFÍCIL” para ser realizado em seis dias e “MUITO DIFÍCIL” para ser realizado em autonomia durante seis dias em condições meteorológicas adversas, chuva e vento por vezes forte que tornaram a progressão difícil devido ao estado do terreno, como foi o caso. Tenham isso em atenção, porque em certas alturas do ano com pessoal inexperiente ou menos preparado fisicamente pode tornar-se uma atividade perigosa… Mesmo assim e como já somos batidos nisto :-), lá fomos nós, como manda a regra em autonomia (para quem não sabe o caracol é o melhor exemplo… ou seja com tudo as costas, casa, cama, comida, roupa, etc.).
O trilho realizado percorre parte de alguns PR`s da ilha, principalmente veredas e levadas no entanto são usados caminhos florestais e de pé posto sem marcação sendo obrigatório o uso de gps. Alerta-se para o facto de alguns troços terem sido abertos para o MIUT 2018, os quais poderão estar fechados por vegetação noutra altura do ano.

TRILHAS DAS ETAPAS
ETAPA 1/6
AEROPORTO DA MADEIRA - POSTO FLORESTAL DOS LAMACEIROS
ETAPA 2/6
POSTO FLORESTAL DOS LAMACEIROS - CASA DO BURRO
ETAPA 3/6
CASA DO BURRO - PICO FURÃO
ETAPA 4/6
PICO FURÃO - VARGEM
ETAPA 5/6
VARGEM - POSTO FLORESTAL DO FANAL
ETAPA 6/6
POSTO FLORESTAL DO FANAL - PORTO MONIZ


TRILHA COMPLETA
TRAVESSIA TOTAL DA MADEIRA EM AUTONOMIA


ETAPA 3: CASA DO BURRO - PICO FURÃO

PERCURSO: Casa Do Burro - Portão das Sobreiras - Poço da Neve - Pico do Areeiro - Casa Abrigo do Pico Ruivo - Boca das Torrinhas - Pico Furão (Curral Das Freiras)
TIPOS DE CAMINHO: Estrada - Vereda - Levada - Caminho Florestal
DISTÂNCIA: 18.2kms
DURAÇÃO: 9h02min
TEMPO EM MOVIMENTO: 5h12min
TEMPO PARADO: 3h50min
MOVIMENTO MÉDIO: 3.5kms/h
ACUMULADO POSITIVO: 1152m
ACUMULADO NEGATIVO: 1964m

Hoje, na terceira etapa, tivemos o melhor dia da travessia… sol e céu limpo que nos permitiu contemplar as magníficas vistas do ponto mais alto do trilho: Pico do Areeiro e Pico Ruivo.
Como habitual desmontamos acampamento e de pequeno-almoço tomado iniciamos a jornada seguindo o caminho de pé posto que sai à esquerda da Casa do Burro. Chegados ao Tanque da Nascente da Casa do Burro seguimos o caminho florestal à esquerda do tanque que circunda a Achada Grande e nos leva ao Portão das Sombras. Voltando ao caminho de pé posto seguimos até ao Poço da Neve, fizemos um ligeiro desvio para espreitar o poço e apreciar as panorâmicas do seu miradouro. De regresso ao caminho fomos subindo a vereda em direção ao Pico do Areeiro, esta vereda estava em manutenção, os trabalhos eram essencialmente de colocação de degraus o que irá facilitar muito a subida ingreme até ao pico.
Alcançamos o Pico do Areeiro, altitude 1818 metros, algumas fotos e uma pausa para descanso, enquanto se faz horas para o almoço, há que aproveitar o espaço comercial e o estabelecimento com algumas opções de comida e bebida que embora dispendiosas permitem satisfazer o prazer da gula.
Terminamos com café e pastel de nata enquanto desfrutávamos dos raios de sol… Mas como tudo que é bom acaba por terminar, lá tivemos de pôr a mochila às costas e as pernas ao caminho em direção ao Pico Ruivo.
Seguimos o PR1 Vereda do Areeiro, este trilho liga dois dos picos mais altos da Madeira, o Pico Ruivo 1861m e o Pico do Areeiro 1818 m. O percurso inclui túneis, alguns declives acentuados e paisagens fabulosas do maciço montanhoso central. A escassos metros do Pico do Areeiro existe o miradouro do Ninho da Manta, local onde supostamente a ave de rapina com o nome comum de Manta (Buteo buteo), nidificava. Daqui é possível observar o vale da Fajã da Nogueira onde nidificam os Patagarros (Puffinus puffinus), São Roque do Faial e grande parte da Cordilheira Montanhosa Central. Neste local ocorre a nidificação da espécie endémica Freira da Madeira (Pterodroma madeira), considerada a ave marinha mais ameaçada da Europa.
O percurso contorna o Pico das Torres por uma subida íngreme através de uma escadaria escavada na rocha e posteriormente uma descida. A parte mais difícil deste trilho é a subida final até à Casa de Abrigo do Pico Ruivo. Aqui chegados, aproveitamos o local para um bom descanso, existem casas de banho e água para abastecer. Voltamos ao trilho que segue em direção ao Pico Ruivo, não fizemos a ascensão final, continuamos em frente e pouco depois iniciávamos a acentuada e longa descida que nos levaria até aos arredores de Curral das Freiras. Fomos descendo, descendo… passamos pela Boca das Torrinhas onde rodamos totalmente à esquerda para descer agora de forma mais acentuada em direção ao fundo do vale. À medida que íamos descendo fomos entrando na parte menos atractiva da travessia, um extenso eucaliptal que nos leva até ao Pico Furão, nos arredores de Curral da Freiras.
Já muito perto do conjunto habitacional cruzamos-nos com um habitante que indagamos sobre quartos para alugar por uma noite. Estávamos a meio da travessia, já não tomávamos banho há três dias e queríamos aproveitar o núcleo habitacional para um aconchego e um bom banho de água quente. Falamos com o homem certo! Deu-nos o contacto da Dona Fátima Lucas que ao que nos foi dito tinha uns quartos que talvez aluga-se. Contacto feito lá somos ver a casa e negociar o preço… a casa não estava habitada há algum tempo e as condições não eram as melhores mas comparadas com as tendas serviram, essencialmente pela água quente para um bom duche. Neste dia também queríamos jantar no restaurante e lá fomos à procura de um, o mais próximo na Fajã Escura estava fechado, decidimos continuar até ao Curral das Freiras, sem mochilas os quilómetros nem custaram assim tanto, mas sem sucesso, os restaurantes estavam fechados ao jantar, acabamos por comer um prego no pão do caco e beber uma cerveja num dos poucos cafés abertos em Curral das Freiras. Depois foi passar pelo minimercado que estava aberto até às 21 horas e comprar alguns alimentos para abastecer os próximos dias. O dia terminou com mais alguns quilómetros nas pernas, já não havia autocarro para Pico Furão, pernas a caminho e lá fomos nós de regresso à casa.
  • Foto de 3ºDIA CASA DO BURRO
  • Foto de 3ºDIA CASA DO BURRO
  • Foto de 3ºDIA CASA DO BURRO
  • Foto de TANQUE NASCENTE CASA DO BURRO
  • Foto de TANQUE NASCENTE CASA DO BURRO
  • Foto de TANQUE NASCENTE CASA DO BURRO
  • Foto de SOPÉ ACHADA GRANDE
  • Foto de SOPÉ ACHADA GRANDE
  • Foto de SOPÉ ACHADA GRANDE
  • Foto de PORTÃO DAS SOBREIRAS
  • Foto de PORTÃO DAS SOBREIRAS
  • Foto de PORTÃO DAS SOBREIRAS
  • Foto de POÇO DA NEVE
  • Foto de POÇO DA NEVE
  • Foto de POÇO DA NEVE
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de PICO DO AREEIRO
  • Foto de NINHO DA MANTA
  • Foto de NINHO DA MANTA
  • Foto de NINHO DA MANTA
  • Foto de PEDRA RIJA
  • Foto de PEDRA RIJA
  • Foto de PEDRA RIJA
  • Foto de TÚNEL PICO DO GATO
  • Foto de TÚNEL PICO DO GATO
  • Foto de TÚNEL PICO DO GATO
  • Foto de TÚNEL DOIS
  • Foto de TÚNEL DOIS
  • Foto de TÚNEL DOIS
  • Foto de TÚNEL TRÊS
  • Foto de TÚNEL TRÊS
  • Foto de TÚNEL TRÊS
  • Foto de CASA ABRIGO DO PICO RUIVO
  • Foto de CASA ABRIGO DO PICO RUIVO
  • Foto de CASA ABRIGO DO PICO RUIVO
  • Foto de ACESSO PICO RUIVO
  • Foto de PICO RUIVO
  • Foto de PICO RUIVO
  • Foto de PICO RUIVO
  • Foto de BOCA DAS TORRINHAS
  • Foto de BOCA DAS TORRINHAS
  • Foto de BOCA DAS TORRINHAS
  • Foto de RIBEIRA DO CURRAL DAS FREIRAS
  • Foto de RIBEIRA DO CURRAL DAS FREIRAS
  • Foto de RIBEIRA DO CURRAL DAS FREIRAS
  • Foto de CASA DA VEREDA DO RIBEIRO DO FURADO
  • Foto de CASA DA VEREDA DO RIBEIRO DO FURADO

1 comment

  • DiogoHiker 30/jun/2018

    Excelente! Já está nos meus favoritos!

You can or this trail