Horas  11 horas 22 minutos

Coordenadas 1855

Uploaded 21 de Maio de 2018

Recorded Maio 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
789 m
-24 m
0
5,9
12
23,76 km

Visualizado 1697 vezes, baixado 52 vezes

próximo a Água de Pena, Madeira (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

O trilho tem por base o traçado do MIUT 2018, realizado em sentido inverso e dividido por seis etapas em autonomia. Teve como ponto de partida o Aeroporto da Madeira, em Santa Cruz e segue para norte até Porto Moniz ao longo de veredas, levadas e caminhos florestais.
Vamos tentar mostrar como cinco caminhantes se propuseram fazer a travessia total da Ilha da Madeira em seis dias, cerca de 120Kms, num sobe e desce constante, com um acumulado impressionante, um verdadeiro desafio às capacidades físicas e mentais para quem planeia umas atividades mais arrojadas no futuro. Antes de mais queremos salientar o facto de se tratar de um percurso “DIFÍCIL” para ser realizado em seis dias e “MUITO DIFÍCIL” para ser realizado em autonomia durante seis dias em condições meteorológicas adversas, chuva e vento por vezes forte que tornaram a progressão difícil devido ao estado do terreno, como foi o caso. Tenham isso em atenção, porque em certas alturas do ano com pessoal inexperiente ou menos preparado fisicamente pode tornar-se uma atividade perigosa… Mesmo assim e como já somos batidos nisto :-), lá fomos nós, como manda a regra em autonomia (para quem não sabe o caracol é o melhor exemplo… ou seja com tudo as costas, casa, cama, comida, roupa, etc.).
O trilho realizado percorre parte de alguns PR`s da ilha, principalmente veredas e levadas no entanto são usados caminhos florestais e de pé posto sem marcação sendo obrigatório o uso de gps. Alerta-se para o facto de alguns troços terem sido abertos para o MIUT 2018, os quais poderão estar fechados por vegetação noutra altura do ano.

TRILHAS DAS ETAPAS
ETAPA 1/6
AEROPORTO DA MADEIRA - POSTO FLORESTAL DOS LAMACEIROS
ETAPA 2/6
POSTO FLORESTAL DOS LAMACEIROS - CASA DO BURRO
ETAPA 3/6
CASA DO BURRO - PICO FURÃO
ETAPA 4/6
PICO FURÃO - VARGEM
ETAPA 5/6
VARGEM - POSTO FLORESTAL DO FANAL
ETAPA 6/6
POSTO FLORESTAL DO FANAL - PORTO MONIZ


TRILHA COMPLETA
TRAVESSIA TOTAL DA MADEIRA EM AUTONOMIA


ETAPA 1: AEROPORTO DA MADEIRA - POSTO FLORESTAL DOS LAMACEIROS

PERCURSO: Aeroporto da Madeira - Machico - Vereda da Trincheira - Levada Machico-Caniçal - Vereda Boca do Risco - Boca do Risco - Espigão Amarelo - Caminho da Degolada - Portela - Levada do Furado - Lombo das Faias - Posto Florestal dos Lamaceiros
TIPOS DE CAMINHO: Estrada - Vereda - Levada - Caminho Florestal
DISTÂNCIA: 23.8kms
DURAÇÃO: 11h22min
TEMPO EM MOVIMENTO: 5h33min
TEMPO PARADO: 5h49min
MOVIMENTO MÉDIO: 4.3kms/h
ACUMULADO POSITIVO: 1646m
ACUMULADO NEGATIVO: 891m

Saímos do voo da Easyjet que nos levou do Porto para a Madeira, esperamos pela mochila que enviamos no porão com as tendas e outros equipamentos que não podem viajar na cabine e pouco depois estávamos na saída do aeroporto onde já nos esperava um colega com as botijas de gás para os fogões (não esquecer que não se podem transportar no avião). Eram 9:00h quando começamos o percurso, atravessamos o parque de estacionamento em direção à estrada VR1 / ER101 a qual seguimos deixando-a pouco depois do viaduto do aeroporto, seguindo para Machico pela estrada secundária. Atravessamos a marginal de Machico e seguimos pela Vereda da Trincheira. Sempre a subir chegamos ao Miradouro do Senhor dos Milagres. Perto da Santa Casa da Misericórdia de Machico cortamos à direita por caminho de pé posto em direção à Vereda do Larano (à direita) e Vereda do Caniçal-Machico (à esquerda), sendo esta última a que seguimos. Seguindo, vamos pela suja levada do Caniçal continuando pela esplanada da levada até à subida do Risco. Aqui deve-se estar atento pois pode-se continuar facilmente a levada, temos de subir a Vereda da Boca do Risco que fica à direita da levada do Caniçal.
Chegados à Boca do Risco, onde nos podemos deliciar com um vista maravilhosa sobre a costa norte da ilha, vira-se à esquerda, cuidado para não subir pela crista para Chão da Relva, também à esquerda, devemos seguir pela Vereda do Larano que nos leva em direção ao Porto da Cruz, através de uma vereda que em tempos foi muito utilizada pela população para deslocar-se entre as duas localidades. O caminho faz-se pela encosta com vista para o vasto oceano atlântico, numa vereda estreita e sem protecção, sendo por isso recomendado o máximo cuidado. Ao longo da vereda aproveitamos para contemplar toda a envolvência do caminho e as vistas sobre a costa atlântica. Sem chegar a Porto da Cruz, deixamos o PR para começar a subir em direção à Portela pelo Caminho da Degolada, e que subida! O caminho vai dar à estrada das Funduras, uma das zonas de reflorestamento da floresta Laurisilva e de uma vegetação luxuriante.
A estrada das Funduras liga-nos à Portela na estrada regional R108 onde existe um bar turístico de apoio para provar a ponchinha. Aproveitamos o local para um longo descanso e confeccionar o jantar, uma vez que tínhamos serviços de apoio (água, café e restaurante). Já com a refeição realizada seguimos à procura de um bom local para montar acampamento… Seguimos a Levada do Furado, que ladeia pela direita o Lombo das Faias até ao Posto Florestal dos Lamaceiros onde montamos acampamento e pernoitamos… bom local com mesas, bancos e água na parte de trás da casa.

Mais info sobre percursos pedestres recomendados na madeira: http://www.visitmadeira.pt/pt-pt/o-que-fazer/atividades/pesquisa/madeira/atividades/percursos-pedestres-recomendados

1 comment

  • DiogoHiker 30/jun/2018

    Excelente! Já está nos meus favoritos!

You can or this trail