Horas  6 horas 45 minutos

Coordenadas 1600

Uploaded 29 de Setembro de 2018

Recorded Setembro 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.442 m
1.362 m
0
2,3
4,5
9,08 km

Visualizado 317 vezes, baixado 16 vezes

próximo a Santa Marina de Valdeón, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

A ascensão del Friero (2445m) desde Cañabedo é um itinerário curto, mas duro pelo acumulado e a forte pendente a vencer. Classificado como moderado numa perspectiva de exigência física e psicológica para quem esteja habituado a passos expostos e de escalada. PESSOAS MENOS PREPARADAS FISICAMENTE E NÃO ACOSTUMADAS A PROGRESSÕES EM ROCHA COM TREPADA DEVEM CONSIDERAR A ASCENSÃO DEL FRIERO DIFÍCIL. Na parte final da ascensão temos quatro passos mais expostos: um passo aéreo e dois canais, o primeiro de Grau II e o último de Grau II+, este é um pouco mais "complicado", especialmente na descida, tem um ponto de ancoragem para quem levar corda e quiser descer em rapel.

A ascensão é pela via normal, pelo Canal de Chavida, a fim de se aproximar do ombro norte del Friero e iniciar as subidas contínuas até o seu cume. Existe ainda o perigo de queda de pedras entre a Collada de Chavida e o cume, nesta secção o capacete é recomendado, para não dizer imprescindível. É aconselhável fazer esta ascensão no final da época, porque o cascalho e as pedras estão mais assentes.

IMPORTANTE: Este trilho não deve ser realizado em dias de chuva, neve ou com previsões de más condições meteorológicas, com a devida excepção dos praticantes experientes e com o material adequado à atividade nessas condições, caso contrário constitui um sério perigo!


Torre del Friero 2445m

Começamos a partir da estrada LE-243 em Cañabedo, que fica entre Santa Marina de Valdeón e o Puerto de Pandetrave, perto do quilómetro 14, este lugar fica a 1370 metros de altitude e sensivelmente a três quilómetros de Santa Marina de Valdeón. Estacionamos o carro na berma da estrada, onde se pode deixar 5 a 6 carros, e dirigimos-nos ao caminho de terra que sobe a partir da curva. São dois caminhos, seguimos o da esquerda em direção aos Prados del Bañe que rapidamente é alcançado. A trilha continua pelo Prado del Toro e Tomo Rescaño onde atravessamos o Arroyo de Urdías ou Piedras Negras. Continuamos por caminho de pé posto bem definido que se mantém a subir suavemente até à cabana de pastor de Urdiás (Chozo de Urdiás). Agora, por entre alguma vegetação, lá fomos descobrindo o caminho de pé posto até alcançar o Collado de Peranieva, aos 1587 metros de altitude. Aqui passa a Senda del Mercadillo, trata-se de um caminho que em tempos servia de comunicação entre Valdeón e La Liébana. Atravessamos o caminho e continuamos a subir por uma zona de caminho mal definido, tendo como referência El Peñón Chico, que nos leva até à Majada Cimera de Chavida aos 1700 metros de altitude, onde fizemos uma paragem técnica para o reforço e abastecer de água na sua fonte - Fuente de Torones, antes do ataque ao Canal de Chavida.

Desde a Majada Cimera de Chavida subimos entre El Peñón Grande e El Peñón Chico para entrar no Canal de Chavida. Inicialmente, atravessamos a encosta ainda por uma zona herbácea, que nos encaminha para a secção mais íngreme e de pedra do canal. Uma vez superada esta secção, onde podemos seguir algumas mariolas, encontramos um caminho bem definido que sobe a pendente acentuada do canal em zigue-zague até ao seu alto. Terminado o Canal de Chavida, alcançamos a Collada de Chavida aos 2200 metros de altitude, já bem perto do nosso objectivo. Bom local para uma pausa e contemplar as magníficas panorâmicas envolventes…

Resta-nos a secção mais complicada constituída pela parte final da ascensão onde temos alguns passos expostos, uma passagem aérea e dois canais, os primeiros de Grau II e o último de Grau II+. Na passagem da Collada de Chavida temos de descer um pouco, passando sob as paredes de Torre del Friero, seguindo o bem definido caminho de pé posto e mariolado, para retomar a subida através de uma zona de cascalho e blocos de pedras na aproximação do “ombro” norte del Friero. O uso do capacete é recomendado pelo perigo de queda de pedras. Aqui temos de superar uma fácil trepada, e de seguida começam as etapas mais técnicas desta ascensão. São quatro os passos mais significativos: dois no início e outros dois nos canais superiores. Seguimos por um estreito caminho, com alguma exposição aérea, que nos leva ao primeiro passo onde temos de usar as mãos para nos colocar num patamar inclinado mas com boa aderência onde devemos progredir com o auxílio das mãos. Agora seguimos rodando a parede rochosa até ao segundo passo significativo e delicado, um passo curto mas exposto no canal norte, onde é necessário esticar bem a perna para o ultrapassar, cuidado com as vertigens! Segue-se pouco depois o terceiro passo, que consiste numa trepada por um estreito canal que é mais complicado na descida e por último, imediatamente após o anterior, o quarto passo que poderá ser considerado Grau II+, que superado nos deixa praticamente na crista. A partir daqui as dificuldades diminuem, subimos um pouco mais até alcançar a ampla crista cimeira, que percorremos sem dificuldades assinaláveis até chegar ao Buzón característico da Torre del Friero. Chegamos! Torre del Friero com os seus 2445 metros de altitude. Uma vista magnífica de 360 graus! Almoçamos no cume enquanto contemplávamos a beleza e a magnitude das suas panorâmicas, entre outros intermináveis cumes de Picos de Europa... Refugio Collado Jermoso, Torre del Hoyo de Liordes (2474m), Torre de Salinas (2446m), Torre de La Palanca (2614m), Torre del Llambrión (2642m), Torre Bermeja (2400m), Peña Vieja (2613m), Peña Santa de Castilla (2596m)...
O regresso foi pelo mesmo itinerário.


Panorâmica desde o Cume de Torre del Friero (2445m)

FICHA TÉCNICA
Realização: 23 de Setembro 2018
Percurso: Cañabedo - Prado del Toro - Collado Peranieva - Majada Cimera de Chavida - Canal de Chavida - Collado de Chavida - Torre del Friero (2445m) (regresso pelo mesmo itinerário)
Distancia: 9,1 km (ida e volta)
Duração: 6h45min
Tempo em movimento: 3h21min
Tempo parado: 3h24min
Movimento médio: 2,7kms/h
Acumulado positivo: 1777m
Acumulado negativo: 1777m



Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Estrada LE-243 em Cañabedo
Prados del Bañe
Majada Cimera de Chavida

3 comentários

  • Foto de sergiosilva

    sergiosilva 29/set/2018

    I have followed this trail  View more

    Descrição correcta e detalhada. Percurso muito bonito.

  • Foto de sergiosilva

    sergiosilva 29/set/2018

    Impecável.
    A repetir em ascensão invernal. :)

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 29/set/2018

    Obrigado sergiosilva pelo comentário e avaliação da trilha.
    E claro que sim, temos de repetir em modo invernal.
    Grande abraço.

You can or this trail