Coordenadas 1845

Uploaded 23 de Agosto de 2018

Recorded Agosto 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.380 m
909 m
0
3,5
6,9
13,89 km

Visualizado 2466 vezes, baixado 193 vezes

próximo a Posada de Valdeón, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

ASCENSÃO TORRE BERMEJA (2400m) DESDE POSADA DE VALDEÓN POR CANAL DEL BUFÓN

O Maciço Ocidental dos Picos de Europa divide-se em dois submaciços ou setores: o núcleo principal, El Cornión, onde se encontra a Torre Santa de Castilla e outros importantes picos do maciço, e um grupo de picos algo menos elevados que separam assim o Sul e que é conhecido como o setor de La Bermeja.

Tanto a TORRE BERMEJA, como os outros picos do setor, localizam-se nas fraldas do Valle de Valdeón oferecendo assim a este vale seus canais e paredes abruptas. Vista desde Posada de Valdeón, toda a vertente aparece como uma sucessão de paredes verticais de aspeto inacessível.


Panorâmica do Setor da Bermeja desde Valdeón

A ascensão da TORRE BERMEJA é sempre uma interessante atividade de montanha para realizar na zona de Valdeón. É o ponto culminante do setor e o seu enquadramento no maciço, proporciona uma completa panorâmica de toda a zona. A maioria dos cumes de El Cornión e de Urrieles são visíveis desde o seu pico, especialmente a Torre Santa de Castilla.

O trilho mais cómodo para ascender a Torre Bermeja é por Vegabaño devido ao menor desnível a vencer, pouco mais de 1000 metros, mas apresenta alguns passos aéreos, embora curtos, mas que requerem escalar a crista que une com os Moledizos. Em qualquer caso, é mais fácil e gratificante a chegada ao cume de Torre Bermeja quando se provém de Valdeón, a repentina aparição de Peñas Santas, ao percorrer a zona cimeira é uma formidável recompensa visual.

Iniciamos o trilho em Posada de Valdeón, seguimos pela Calle del Salvador que passa no Hostal Abascal e segue até ao Rio Cares que atravessamos pela “puente de hormigón”. Aqui o caminho bifurca-se, à direita conduz a Cordiñanes e Cain (Camino Bustio) e à esquerda conduz até ao Monte Piergua. Seguimos pela esquerda, encosta acima, o caminho de terra bem definido passando por diversos prados em socalcos até à Invernal de Jupalacio e Hoyobladas. Neste último deixamos o caminho e seguimos pela direita por trilho de pé posto até à Majada de Pantivalles, local onde existe uma pequena cabana.

Sempre ganhando altura vamos rodeando o bosque pela direita em direção ao Canal de Pambuches, passamos pela Fuente de Pantivalles onde fizemos uma pequena pausa para abastecer de água. Pouco depois estávamos numa zona de pedreira, Traviesa del Hurdén, que fomos vencendo em ziguezague. Nesta zona existe uma nascente de água “Fuente Traviesa del Hurdén” que veio a ser muito útil no regresso… depois de passar o primeiro esporão viramos à esquerda, abandonando a pedreira e atravessando a zona de La Pandona (Cueva del Lobo) por debaixo das paredes de Torre Ciega, que nos conduz até ao Collado de Pambuches.

Desde aqui, debaixo dos Picos de Pambuches, seguimos pelo canal de pedras provenientes dos Picos de Pambuches (zona de La Gatera) até Hoyo del Bufón, onde é visível quase tudo o que nos resta subir… por uma zona bastante inclinada e de cascalho. Seguimos assim ao Canal del Bufón, que se ascende desde o Hoyo del Bufón entre as paredes de Torre del Collado Verde, à esquerda e El Bolo, à direita. Subimos o canal e no final viramos à esquerda para chegar ao Collado da Arista Meridional, cimeira de Torre Bermeja, onde se avista claramente o cume. Agora o que nos resta é muito pouco e muito fácil, seguimos as mariolas que contornam pela esquerda o cume, ascendendo à Torre Bermeja pela parte de trás. Chegamos! Torre Bermeja com os seus 2400 metros, as panorâmicas de 360 graus desde o cume são magníficas.


Panorâmica desde o Cume de Torre Bermeja (2400m)

Almoçamos no cume, valeu a pena, o local é excecional! Enquanto almoçávamos contemplávamos a beleza e a magnitude das suas panorâmicas, entre outros, da esquerda para a direita, os picos de: Torre de Ermedio (2467m); Torres del Torco (2200m); El Gato (2332m); Torre Santa de Castilla (2596m); Torres de Cotalbín (2187m); Cerra del Frade (2078m).

Seguiu-se uma longa pausa, pois o trilho e o dia convidavam, uma vez mais, a um momento de pura descontração... O regresso foi, no sentido inverso do mesmo itinerário.


FICHA TÉCNICA
Dia: 19 de Agosto 2018
Percurso: Posada de Valdeón - Invernal Hoyobladas - Majada de Pantivalles - Collado de Pambuches - Canal del Bufón - Collado Arista Meridional - Torre Bermeja (2400m) (regresso pelo sentido inverso)
Distancia: 13,9 km (ida e volta)
Duração: 9h08min
Tempo em movimento: 4h59min
Tempo parado: 4h09min
Movimento médio: 2,8kms/h
Acumulado positivo: 1748m
Acumulado negativo: 1748m



Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

2 comentários

  • Foto de Knes Montañeros

    Knes Montañeros 18/mar/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Hola Caminhantes.
    Una pasada de ruta, gracias por subirla, bien explicada y en un entorno espectacular.
    Llegué al Collado de Pambuches y decidí subir a Lleras de Pambuches ya que había bastante nieve y desprendimientos de rocas por el deshielo y no quise arriesgarme mas.
    La dejo apuntada para hacerla completa hasta Torre Bermeja este verano.
    Un saludo.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 18/mar/2019

    Hola Knes Montaneros.
    Gracias por tu comentario y valoración.
    Un saludo!

You can or this trail