Tempo em movimento  2 horas 40 minutos

Horas  4 horas 48 minutos

Coordenadas 1842

Uploaded 27 de Abril de 2019

Recorded Abril 2019

-
-
1.696 m
1.584 m
0
2,6
5,3
10,52 km

Visualizado 20 vezes, baixado 3 vezes

próximo a Extrema, Minas Gerais (Brazil)

Trilha completa pela Serra do Lopo, na cidade de Extrema, Sul de Minas Gerais.

Esta é uma trilha muito interessante e gostosa de se fazer. Percorre a linha de cumeeira que serve de divisa entre Minas Gerais (Extrema) e São Paulo (Joanópolis). Está dentro da APA Fernão Dias e é conservada pela prefeitura municipal, dentro da "Rota dos Ventos" - uma das rotas turísticas do município.

Pra chegar até lá basta direcionar o GPS para a "Rampa de Voo Livre". Você subira a serra numa estrada que alterna trechos de paralelepípedos e terra - tranquila para veículos leves. Este tracklog começa na rampa, porém, é possível seguir adiante com o veículo. Você passará por antenas de telecomunicação e chegará a uma guarita de madeira. Ali, um representante de uma pousada cobrará a taxa (R$ 20 em abril de 2019) e vai te informar por onde seguir. A parada final será o estacionamento da pousada - a entrada da trilha está no terreno deles. Alguns tracklogs mais antigos informam uma entrada alternativa para a trilha, no meio do caminho pra pousada, mas esta entrada está fechada.

A trilha caminha um pouco até entrar na mata, logo depois do primeiro mirante. É uma mata em regeneração. O interessante é que há quatro mirantes ao longo do trajeto, todos em formações rochosas. Apenas o terceiro mirante deve ser usado como continuação da trilha, e não como ponto de parada. Há poucos declives e aclives. Na parte final, o solo fica mais pedregoso, com raízes e troncos que dificultam um pouco a progressão.

Pra chegar até o topo, é preciso encontrar uma corda e usá-la pra subir um paredão pequeno - além de praticar uma leve escalaminhada. Lá no alto, a visão é 360º. A melhor abertura é para Sul, onde se avista as represas que abastecem a região de Bragança Paulista, até a região de Atibaia e, bem ao fundo, a malha urbana de Jundiaí.

A pedra do cume exige uma corda e presilhas que não estão instaladas, é preciso trazer ou contratar um guia. Impossível subir sem ela. De qualquer forma, são apenas 2 a 3 metros a mais, o que não compromete a experiência de quem não subir até lá.

Excelente caminhada.
Trilha principal

Comentários

    You can or this trail