Horas  10 horas 54 minutos

Coordenadas 2596

Uploaded 25 de Maio de 2014

Recorded Maio 2014

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.239 m
292 m
0
7,5
15
30,17 km

Visualizado 4313 vezes, baixado 68 vezes

próximo a Vila de Muros, Viseu (Portugal)

A Serra de Montemuro é a oitava maior elevação de Portugal Continental, com 1382 metros de altitude. Toda a serra tem bastante relevo e é íngreme praticamente de todos os lados. A serra é povoada até cerca dos 1.100 metros de altitude, as aldeias encontram-se espalhadas por toda a serra, mas quase sempre perto de cursos de água, como o rio Bestança que a divide na direcção Sul-Norte. A Serra de Montemuro, faz parte da rede natura 2000. Está classificada como BIÓTOPO CORINE, com designação de Serra do Montemuro/Bigorne.

Este percurso tem início e termo no Largo da Nogueira, aldeia de Vila de Muros. Juntando alguns trilhos percorreremos, em círculo, 30Kms da serra passando pelas Aldeias de Aguilhão, Valverde, Chã, Soutelo, Bustelo, Gralheira, Panchorra, Vale de Papas, Pimeirô, Ferreiros e Covelas.
A maior parte do percurso é feito por caminhos antigos e cruza várias linhas de água como é o caso do Rio Bestança. Em alguns troços, devido à densa vegetação de silvados que invadiram o caminho o percurso fez-se por lameiros e a corta mato.

Troços a melhorar:
Entre o moinho do vale do Rio Bestança até à Queda de água – a subida ingreme foi realizada com folhas soltas no piso e com alguns silvados à mistura…
Entre Soutelo e Bustelo – parte do caminho está invadido por silvado, o obstáculo foi contornado pelo lameiro que neste fim-de-semana estava cheio de água devido às fortes chuvas da semana.
Entre Bustelo e o Parque Eólico – o caminho de pé posto mais parecia uma levada… o obstáculo foi contornado a corta mato.
Entre Vale das Papas e Pimeirô – parte do caminho está invadido por silvado, o obstáculo foi contornado a corta mato, com uma descida muito acentuada por enormes rochedos, considerada a pior parte do percurso.

Locais de interesse:
Rio Bestança
Aldeias Típicas
Ponte Romana de Panchorra
Calçada Romana
Igreja de Ferreiros
Ponte de Covelas

3 comentários

  • Foto de Joaquim Pinto

    Joaquim Pinto 26/set/2014

    I have followed this trail  View more

    Facil e muito bom :)

  • Paulo Gaspar Silva 17/mai/2015

    Este trilho é difícil. Em muitos locais entre a aldeia da Gralheira e a Vila de Muros a vegetação é tão densa que se torna de difícil passagem. Resolvemos iniciar a viagem partindo da aldeia da Gralheira e em direção a VIla de Muros, mas um dos nossos colegas torceu um pé e a viagem terminou em VIla de Muros, fizemos o resto a muito custo pelo alcatrão até chegarmos de novo à aldeia da Gralheira. Este trilho é de todo desaconselhado a pessoas com pouca preparação física e desaconselho também em alturas fora da época do verão pois a probabilidade de o terminarem ainda durante o dia é baixa... a parte que fizemos pelo percurso aqui descrito é de grande beleza e vale bem a pena para quem estiver preparado para o fazer!

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 18/mai/2015

    Olá Paulo Gaspar Silva!
    Realmente este trilho é DIFÍCIL, foi assim classificado por nós por se tratar de um percurso extenso (30kms) e pelo acumulado posito (1346m), mas também por alguns troços serem de dificil progressão referidos como "troços a melhorar". Pelo conjunto das carateristicas aqui referidas demoramos 11 horas pelo concordamos plenamente que este trilho é de todo desaconselhado a pessoas com pouca preparação física e desaconselhado também em dias pequenos pois a probabilidade de o terminarem durante a luz solar é baixa...
    O trilho é de grande beleza e vale bem a pena passar um dia completo a caminhar, a maior parte do percurso é feito por caminhos antigos e cruza várias linhas de água como é o caso do Rio Bestança. Recomendo também a paragem para almoço na Gralheira no restaurante Recanto dos Carvalhos.
    Boas caminhadas.

You can or this trail