-
-
1.644 m
1.576 m
0
0,4
0,7
1,4 km

Visualizado 820 vezes, baixado 11 vezes

próximo a Penhas da Saúde, Castelo Branco (Portugal)

O poio do judeu é um ícone da Serra da Estrela. Dadas as suas grandes dimensões é visível de vários locais a muitos quilómetros de distância.

Trata-se do maior bloco errático da Serra da Estrela com cerca de 150m3. Este bloco está situado na orla da Nave de Santo António a cerca de 1590 metros de altitude. Faz parte de vários indícios morénicos ali colocados devido à acção dos vários avanços e recuos dos glaciares, devido à fusão do gelo o bloco foi depositado naquele local.

O Poio do Judeu é a prova que a língua Glaciária do Vale do Zêzere teria várias dezenas de metros de espessura naquele local.
geocache

GC199EK

Poio do Judeu (Serra da Estrela) by hfap, Traditional Cache (2/3) Esta cache pretende levá-los a um penedo que, segundo reza a história, abrigou em tempos um pastor e as suas cerca de 1000 cabrinhas resguardando-as do frio da noite e dos seus predadores naturais (um pouco mais da lenda em : http://www.joraga.net/serradaestrela/pags/521pastor5.htm). Além disso, e porque nem só de lendas reza a história, o local onde este grande maciço está plantado dá-nos acesso a uma das melhores vistas sobre o Vale Glaciar do Zêzere, sobre o Covão da Ametade e respectivos Cântaros. Situado a cerca de 1600m de altitude, este local constitui um miradouro natural por excelência.
geocache

GC1B68X

Vale do Zêzere by caedabarra, Traditional Cache (2.5/3) Os Glaciares da Serra da Estrela Os vales Glaciares da Serra da Estrela únicos em Portugal, são hoje a imagem viva de como a glaciação deixou impressionantes testemunhos. Há milhares de anos, a Glaciação na Serra da Estrela permitiu a existência de neves perpétuas (a partir de 1.650m) que se fundiam durante o ano ficando compactadas e dando origem ao gelo. Assim, acabou por se formar uma cúpula de gelo no Planalto da Torre que teria uma superfície de cerca de 70km2 e uma espessura de 80m. O progressivo aumento da temperatura - sempre negativa, nesta era de glaciação - originou a formação de línguas de gelo que escoavam para as altitudes mais baixas, moldando então os vales já existentes. O Vale Glaciar do Zêzere Com 13km de extensão, é a língua glaciar de maior dimensão da Serra da Estrela, e deve-se ao facto de ter sido alimentado pelas línguas da Nave de Santo António, Covão da Ametade, Candeeira e Covões, progressivamente. A panorâmica que se pode observar do local da cache, é das melhores sobre o Vale do Zêzere. É um vale com uma típica forma em U, que caracteriza os vales glaciários, e a paisagem que se observa a partir deste local, permite obter uma boa perspectiva dos principais aspectos de glaciação do sector oriental da Serra da Estrela. No máximo da glaciação, há cerca de 20.000 anos, o gelo ocupava então toda a Nave de Santo António, dividindo-se em duas línguas glaciárias, para sul, ao longo do Vale de Alforfa e para Norte, ao longo do Vale do Zêzere. Observando a Nave de Santo António, encontra-se um interessante cortejo de formas de acumulação, as moreias. Do lado Norte, onde se encontra localizada esta cache, existe uma das mais significativas, a moreia do Poio do Judeu, com o impressionante bloco de granito, que terá testemunhado o enchimento de gelo de cerca de 300m de espessura do Vale do Zêzere.
panorama

Parque Natural Da Serra Da Estrela

O Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) fica no centro interior de Portugal essencialmente no distrito da Guarda (85%) e também no distrito de Castelo Branco (15%). Marcado por maciços rochosos de granito, xisto e xistograuvaquicos e vestígios de antigos glaciares, a elevada altitude e localização do parque natural tornam-no um dos locais de Portugal continental com maior ocorrência de chuva, neve, granizo e orvalho. A importância desta área faz com que seja Reserva Biogenética. Em 2000, foi designada uma área de 88 295 hectares como Sítio de interesse biológico e passou a integrar a Rede Natura 2000. Com valores naturais relevantes, incluindo algumas espécies de flora únicas no país, nos animais destaca-se o lobo (Canis lupus), o javali, a lontra, a raposa (Vulpes vulpes), a lagartixa-de-montanha (Lacerta monticola monticola), a geneta (Genetta genetta) e o coelho-bravo-europeu (Oryctolagus cuniculus) entre outros.

Comentários

    You can or this trail