Baixar

Distância

13,14 km

Desnível positivo

424 m

Dificuldade técnica

Fácil

Desnível negativo

432 m

Elevação máx

1.053 m

Trailrank

41

Elevação min

760 m

Tipo de trilha

Circular

Tempo em movimento

3 horas 22 minutos

Hora

4 horas 28 minutos

Coordenadas

2330

Enviada em

24 de outubro de 2021

Registrada em

outubro 2021
Compartilhar
-
-
1.053 m
760 m
13,14 km

Visualizado 43 vezes, baixado 2 vezes

perto de Coelheira, Viseu (Portugal)

Um dos meus trilhos favoritos.
Este percurso percorre parte da Serra da Arada com passagem pelas povoações da Coelheira e Arada (desabitada), mas devem evitar este trilho em dias de chuva ou que tenha chovido em dias anteriores o tipo de caminho, muita pedra, pode ser escorregadio.
É um percurso que não se encontra marcado, para quem não conhece esta Serra, devem usar GPS.
Iniciamos na aldeia da Coelheira e seguimos pelo caminho antigo até à povoação da Arada, atualmente desabitada, mas em reconstrução para um projeto turístico, após visita à aldeia, seguimos para as conhecidas Mariolas da Arada, que serviam de orientação para os pastores, sem trilho definido lá fomos por entre a carqueja em direção às mariolas e daqui às eólicas desta serra, ao chegar à estrada de alcatrão, atravessamos a mesma e entramos no estradão das eólicas durante cerca de 1,5 km percorremos este estradão por entre as eólicas onde se pode avistar uma paisagem fabulosa deste alto da Serra.
Mais à frente, no alto do Cota, bem perto de uma torre eólica, saímos do estradão e apanhamos o trilho a descer (cuidado com esta descida), este trilho percorre a encumeada de uma das garras e podemos avistar a serra de Montemuro, o São Macário, a Drave, Regoufe, Gourim e Covelo do Paivô, que paisagem fantástica.
Mais a baixo deixamos este trilho e viramos à esquerda até entrarmos no trilho Inca, um dos melhores trilhos da região, mas devem ter algum cuidado, pois trata-se de um trilho em lage colocada na encosta abrupta deste Serra, o que torna este caminho em algo fabuloso, o trilho leva-nos até ao estradão de ligação à povoação de Póvoa das Leiras, junto à Capela na estrada em alcatrão.
Não chegamos a entrar na aldeia da Póvoa das Leiras, entramos no alcatrão e junto à capela seguimos as marcações do PR2 de S. Pedro do Sul "Rota das Bétulas", que se encontra sinalizado, o trilho, sempre a subir, segue junto à levada até ao Parque de Campismo da Fraguinha, antes de chegar à barragem "A Pioneira", deixamos as marcações atravessamos a ribeira e entramos nas bétulas junto ao parque de campismo até chegarmos ao estradão.
Já no estradão viramos à esquerda e seguimos para a entrada do Parque de campismo onde existe um bar e tem inicio o PR2.
Deste lugar, segumos para a estrada de alcatrão e é por esta estrada que vamos até à povoação da Coelheira onde iniciamos este percurso.
Aconselho a fazerem este percurso, se o fizerem no sentido que nós o fizemos é menos duro, caso contrário a subida ao alto do Cota (até às Eólicas) é uma subida algo dura para quem não estiver habituado.
É um trilho curto mas tem muita exposição solar, devem levar proteção solar e muita água.
Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Panorama

Local religioso

Local religioso

Rio

Rio

Panorama

Panorama

Ponto de informação

Ponto de informação

Local religioso

Local religioso

Comentários

    Você pode ou esta trilha