Tempo em movimento  3 horas 20 minutos

Horas  4 horas

Coordenadas 2349

Uploaded 8 de Julho de 2018

Recorded Julho 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.061 m
773 m
0
3,3
6,6
13,3 km

Visualizado 401 vezes, baixado 31 vezes

próximo a Coelheira, Viseu (Portugal)

Um dos trilhos que mais gosto de fazer é este, percorre a Serra da Arada com passagem pelas povoações da Coelheira, Arada e Póvoa das Leiras, mas evitem este trilho em dias de chuva ou que tenha chovido em dias anteriores o tipo de caminho, muita pedra, pode ser escorregadio.
É um percurso que não se encontra marcado, para quem não conhece esta Serra, devem usar GPS.
Iniciamos na aldeia da Coelheira e seguimos pelo caminho antigo até à povoação da Arada, esta encontra-se a ser reconstruída para um projeto turística, após passagem pelas conhecidas Mariolas da Arada, que serviam de orientação para os pastores, seguimos por entre a carqueja em direção às eólicas desta serra, ao chegar entramos no estradão das eólicas durante cerca de 1,5 km seguimos por entre as eólicas onde se pode avistar uma paisagem fabulosa deste alto da Serra. Mais à frente, no alto do Cota, bem perto de uma torre eólica, saímos do estradão e apanhamos o trilho a descer (cuidado com esta descida), deste trilho podemos avistar a serra de Montemuro, o São Macário, a Drave, Regoufe, Gourim e Covelo do Paivô, que paisagem fantástica.
Mais a baixo deixamos este trilho e viramos à esquerda até entrarmos no trilho Inca, um dos melhores trilhos da região, mas que devem ter algum cuidado, pois trata-se de um trilho em lage colocada na encosta abrupta deste Serra, o que torna este caminho em algo fabuloso, o trilho leva-nos até ao estradão de ligação à povoação de Póvoa das Leiras, junto à Capela na estrada em alcatrão. A partir daqui seguimos o PR2 de S. Pedro do Sul "Rota das Bétulas", que se encontra sinalizado, o trilho, sempre a subir, segue junto à levada até ao Parque de Campismo da Fraguinha e daqui deixamos o trilho e seguimos pela estrada até à povoação da Coelheira onde iniciamos.
Aconselho a fazerem este percurso, se o fizerem no sentido que nós o fizemos é menos duro, caso contrário a subida ao alto do Cota (até às Eólicas) é uma subida algo dura para quem não estiver habituado.
Este trilho tem muita exposição solar, devem levar proteção solar e muita água.

5 comentários

  • Foto de Ulisses Silva

    Ulisses Silva 19/jul/2018

    Percurso e vistas fantásticas de uma região do país que nos é muito querida.

    Obrigado pela partilha :-)

  • Foto de CarlosPinto

    CarlosPinto 20/jul/2018

    Sem dúvida Ulisses Silva, esta Serra da Arada em qualquer época do ano apresenta paisagens fabulosas.

  • Foto de j mar

    j mar 23/jul/2018

    I have followed this trail  verificado  View more

    Like!! :))

  • rui.jsoliveira 23/fev/2019

    Tentei fazer um pouco do trilho e fiquei com algumas duvidas. Comecei a descer a serra junto as éolicas e fiz uma parte do trilho inca, mas a dada altura não consegui passar para o outro lado. Voltei para trás e fiz a outra parte do trilho que começa na aldeia de Póvoa das Leiras. Espero um dia ter oportunidade de me juntar a si neste lindo trilho

  • Foto de CarlosPinto

    CarlosPinto 23/fev/2019

    rui.jsoliveira o percurso, após a descida das eólicas, já na cumeada, vira à esquerda e inicia a descida até à linha de água, aqui, facilmente se passa para iniciar o trilho Inca a subir em escadinha nas fragas encostadas à encosta, chega-se rapidamente ao caminho da Póvoa das Leiras. É por isso que nos meus percursos aconselho sempre o uso do GPS para quem não conhecer os locais. Boas caminhadas

You can or this trail