Horas  6 horas 16 minutos

Coordenadas 2018

Uploaded 10 de Outubro de 2016

Recorded Outubro 2016

-
-
1.631 m
1.010 m
0
3,2
6,3
12,61 km

Visualizado 653 vezes, baixado 33 vezes

próximo a Ribadelago, Castilla y León (España)

Este percurso decorre entre dois afluentes do rio Tera, os rios Cárdena e o Segundera que se juntam, bem perto do início do percurso, no pequeno lugar de Moncabril (estação hidroelétrica), próxima de Ribadelago Viego, a poente do Lago de Sanabria, onde começa este trilho, junto ao campo de futebol.

Subimos pelo vale glaciar, no sentido dos ponteiros do relógio (recomenda-se), até ao Embalse de Cárdena (reservatório), por um trilho muito bem sinalizado (marcação de cor laranja, nas pedras, troncos de árvores e em pilaretes de madeira).

Aos poucos vamos desfilando entre giestas e urzes, algumas tramazeiras e atravessando lindos bosques de carvalhos, com o solo atapetado com enormes fetos.

Não vimos Cervos mas cremos que em dado momento ouvimos testemunhos do comportamento típico da brama (cio) que costuma ocorrer nos meses de setembro e outubro em algumas zonas de Portugal e aqui não será diferente.

Desde a represa do Cárdena seguimos por um estradão de terra batida que nos leva a passar por uma pequena lagoa (Laguna Roya), uma represa (Embalse de Garandones), pequenos lagoachos e a Laguna del Payón. Perto desta última lagoa vale a pena subir ao Pico de Freire (1630 m), descobrindo caminho por entre matos rasteiros, essencialmente urzes, local de onde se tem uma vista magnífica para o Lago de Sanabria e também para o vale glaciar do lado do rio Tera (Cañon del Tera).

A seguir à estação de apoio à hidroelétrica de Moncabril, ao Km (9), concluímos o resto do percurso descendo um caminho de pedras roliças que mais parece o leito de um ribeiro, agora seco, mas que em dias de temporal se deve transformar. Caminho que vamos serpenteando entre carvalhos e que nos obriga a ver bem onde colocámos os pés, pelo que não se recomenda descer (ou subir) na época das chuvas.

Em resumo, um percurso bonito, bem sinalizado e que, em condições meteorológicas ideais, se classifica de grau de dificuldade moderado baixo.

INFORMAÇÃO ÚTIL:
. Refúgio de montanha ao Km (7,4).

. Se se deslocar em viatura própria, pode estacionar na localidade de Ribadelago Viego, junto aos dois Café Bar, que ficam perto do campo de futebol e do monumento em homenagem aos falecidos na catástrofe da barragem de Veja de Tera, ocorrida em 09/01/1959 (https://es.wikipedia.org/wiki/Cat%C3%A1strofe_de_Ribadelago).

. Para descarga gratuita de mapas topográficos de Espanha, na escala 1:25000 (MTN25 RASTER) ou na escala 1:50000 (MTN50 RASTER), ambas no formato .tif (código do mapa da zona de Sanabria: nº 267) - “http://centrodedescargas.cnig.es/CentroDescargas/index.jsp “.
NOTA: em caso de difusão ou exibição do mapa, o utilizador tem apenas como condição o compromisso de indicar a sua origem citando o Instituto Geográfico Nacional (IGN), de acordo com a fórmula indicada na página oficial.

. Para informação meteorológica da zona -
“ http://www.aemet.es/es/eltiempo/prediccion/municipios/puebla-de-sanabria-id49166 “ ou “ https://www.meteoblue.com/en/weather/forecast/week/puebla-de-sanabria_spain_3112784 “.

. Informativo do Parque Natural do Lago de Sanabria e arredores -
“ http://www.miespacionatural.es/espaciospanel/2661 “.

Comentários

    You can or this trail