Tempo em movimento  2 horas 15 minutos

Horas  4 horas 24 minutos

Coordenadas 3032

Uploaded 15 de Novembro de 2018

Recorded Novembro 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.468 m
-2 m
0
7,9
16
31,47 km

Visualizado 167 vezes, baixado 6 vezes

próximo a Casimiro de Abreu, Rio de Janeiro (Brazil)

A Serra Queimada é uma platõ bem na frente do Pedra da Boa Vista, na divisa entre os municipios de Macaé e Nova Friburgo. O acesso a Serra Queimada, é na maioria das vezes feito a partir de Lumiar, com início em uma localidade chamada Amargoso ou pela estrada de acesso a Cachoeira Indiana Jones. Também é comum o seu acesso a partir de Lumiar para a travessia Boa Esperança x Sana. Fizemos esta trilha ao contrário iniciando no Sana ( Vale do São Bento ) e subindo para a Serra Queimada, depois retornando ao Sana. Importante lembrar que para passar um dos trechos, bem no inicio, é necessário conseguir a autorização dos proprietários. Começamos a gravação dessa trilha no entrocamento da rodovia BR101 com a Serra Mar, em Casimiro de Abreu. Dirigimos até o Sana, e entramos na bifurcação para o vale do Rio São Bento, depois de dirigirmos 21 km desde o início da Serra Mar, paramos o carro para incio da trilha no ponto em que não dava mais para continuar. Deste ponto até a Serra Queimada são aproximadamente, 7 km com um desnível aproximado de 880 mts. O Vale do São Bento é um vale paralelo ao Vale do Peito do Pombo, com uma parte muito bem preservada, mas por outro lado existem muitos pastos. Grande parte dessa trilha é dentro de pastos com muita exposição ao sol. No seu trecho final a vegetação muda sendo predominante vegetação de altitude. A altitude registrada no GPS foi de 1440 metros. Esta é uma bélissima trilha com vistas incriveis e desconhecidas para a serra dos tres Bicos, Moléson e Pedra da Boa Vista, sendo esta a região mais alta do Norte do Estado do Rio.
Este é o ponto de entrocamento entre a BR 101 e a Serra Mar que vai para a região de Lumiar e Sana.
A Lanchonete Patropi em Casimiro de Abreu fica bem no entrocamento da BR101 para a rodovia Serra Mar e é um ótimo ponto de encontro e para se fazer um lanche.
Este é o Portal do Sana, logo após a travessia da ponte sobre o Rio Macaé, já no municipio de Macaé é um ponto de informações.
Neste ponto deve-se deixar a estrada para o Sana e entrar-se a esquerda para acesso a estrada para o Vale do São Bento. Esta Estrada está em condições precárias, deve-se dirigir com muita cautela pois existem muitas pedras e buracos. Caso tenha chovido muito fica impraticável o acesso.
Paramos o carro neste ponto, a partir deste ponto estava muito difícil continuar com o carro.
O local onde paramos é conhecido comom sítio da Flor, recebe este nome porque é o nome da proprietária. Todos na região conhecem o sítio da Flor.
Esta ponte é sobre um riacho de águas transparentes, caso tenha tempo é um ótimo local para se refescrar.
Durante todo o caminho a vista para as montanhas da Serra dos Tres bicos é impressionante e vai mudando a medida que caminhamos.
Essa é uma das cachoeiras do caminho, existem algumas.
Os pontos para coleta de água só existem no inicio da trilha, depois de começarmos a subir os pastos não se encotra mais águas, portanto é necessário se levar uma quantidade razoável de água. pelo menos 1,5 litros
Nesta trilha grande parte é em pasto aberto e subindo com muita insolação, portanto é necessário a proteção.
Existem várias porteiras, todas abertas, porém a primeira tem uma placa de advertência em que diz que só com autorização do proprietário é permitida a entrada.
São poucos pontos de água na trilha, abasteça logo, porque não tem agua na parte superior da trilha.
A partir desta ponto, um pouco mais a frente irá se iniciar as subidas dos pastos.
Esta pedra serve de referência
Antes de se iniciar a subida dos trilhos, andamos nessa trilha para cruzar o Rio
Este é o último ponto com água até a Serra Queimada, existe um outro ponto mais acima, mas tem que se sair muito da trilha.
No pasto não existe uma trilha definida, existem vários caminhos, mas o importante é tentar seguir a marcação do GPS o mais proximo possível
A vertente onde se avista uma cerca bem na frente no alto é o ponto a ser alcançado
Na vertente já se enxerga o outro vale.Alem de uma vista magnifica para a serra de Macae
A trilha a vertente é grande parte na sombra, mas em alguns trechos tem que se andar dentro de um Canion escavado pela agua de chuva
Grande parte da trilha na vertente é dentro de uma calha de chuva, mas é na sombra.
Um pouco abaixo desta porteira, fora da trilha se avista um poço e uma cachoeira, na verdade o topo da cachoeira Tamanduá. Na volta descemos até o poço, vale a pena este esforço para se dar uma boa refrescada e energizada
Virar a esquerda para a trilha
Esta árvore é uma referência para a trilha que passa um pouco acima dela, mas na verdade não existe uma única trilha, existem várias marcas de bois, o importante é sempre estar próximo da trilha marcada.
Outra referência, esse platô, local de encontro dos bois, é uma referência e também um belo mirante
Deste ponto já conseguimos avistar, Buzios, a Ilha de Cabo Frio e Lagoa de Araruama.
Outra porteira aberta
Deste ponto conseguimos ver todo o Moleson, com 1860 metros, a sua cumeada é a dividas de Macaé e Trajano de Moraes, sendo a montanha mais alta dos dois municípios e também do Norte do Estado do Rio de Janeiro.
Seguir em frente, não entrar nessa porteira, além de ser proibida não leva para a Serra Queimada
Virar a esquerda
Chegamos no topo da serra queimada, divisa dos municipios de Nova Friburgo e Macaé, um enorme platô, com uma vista magnifica para a Pedra da Boa Vista, Moleson, Frade de Macaé, Peito do Pombo, Bicuda Grande, Caldeira, Morro de São João, Cidade de Macaé, Arquipélago de Santana, Rio das Ostras, Peninsula de Buzios, Ilha de Cabo Frio em Arraial do Cabo, Lagoa de Araruama, Lago de Jurtunaiba. Um espetáculo que vale muito a viagem
Aqui é a trilha que leva para o Amargoso ou Indiana Jones, em Boa Esperança, Lumiar. Deste ponto até o ponto do início da trilha que sai de Lumiar são aproximadamente de uma hora. Também este ponto está a uns 300 metros da entrada para a trilha da Pedra da Boa Vista, que da vez que fomos estava bem suja com dificil acesso, o topo da Pedra da Boa Vista passa a divisa de Macae e Nova Friburgo, é a segunda montanha mais alta de Macaé, a segunda mais alta do Norte do Estado e a mais alta de Lumiar. Também vale a pena ir mas deve ser feita em uma trilha exclusiva para esta montanha.

2 comentários

  • Foto de André Luz

    André Luz 18/dez/2018

    I have followed this trail  View more

    Passei por esse trecho em um grande circuito que fiz pela região. Vale a pena conhecer o local.

  • Foto de Luís Eduardo (Caôca)

    Luís Eduardo (Caôca) 14/mar/2019

    André quem sabe podemos fazer juntos as montanhas mais altas dessa região, seria muito bom incentivamos o acesso a essa região que é belíssima

You can or this trail