Horas  9 horas 57 minutos

Coordenadas 2259

Uploaded 24 de Junho de 2019

Recorded Junho 2019

-
-
1.426 m
423 m
0
4,6
9,3
18,55 km

Visualizado 126 vezes, baixado 11 vezes

próximo a Caín, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

RUTA CIRCULAR POR EL CORNIÓN DESDE CAÍN

Os Picos da Europa são um lugar muito especial para os “Caminhantes”. Este Parque Nacional, desde que o conheci, conquistou uma “paixão” no meu coração e desde então não me canso de lá voltar várias vezes ao ano com família, amigos e companheiros de aventuras. Esta expedição aos Picos leva-nos a mais um trekking em alta montanha, que intitulamos de “Ruta Circular por El Cornión desde Caín”.

1ºDIA: RUTA DE CAÍN A LAGO ENOL POR CANAL CULIEMBRO

O primeiro dia da “Ruta Circular por El Cornión” teve inicio em Caín e leva-nos até ao Refugio Casa de Pastores em Vega de Enol. É uma etapa longa e com um forte desnível, foram necessárias 10 horas para a percorrer e é fácil perder as marcas da GR-202 se não tivermos a ajuda do GPS. Por outro lado, o sinal de GPS perde-se facilmente na Senda de Cares e Canal Culiembro. A trilha foi editada nesses troços, pelo que os desníveis e o traçado não são exatos, no entanto nos referidos troços o caminho é evidente.

Começamos por seguir a Senda del Cares, percurso que liga as povoações de Caín, do lado de Léon, a Poncebos, do lado das Astúrias, e que distam cerca de 100kms por estrada, e aproximadamente 12Kms a pé. O percurso segue pelo desfiladeiro, também conhecido como "Garganta divina", onde o rio Cares corre serpenteando entre paredes verticais de centenas de metros de altitude. Nalguns locais, a largura do desfiladeiro tem pouco mais de 3 metros de largura. Ao longo do percurso, atravessámos as pontes metálicas de Los Rebecos e de Bolín que impressionam, não só pela altura, mas também por pensarmos como é que foram construídas naquele local onde nenhum veículo consegue chegar. O percurso inclui a travessia de algumas grutas escavadas na rocha calcária dos maciços, por forma a permitir a progressão e passagem dos operários que construíram o canal que existe ao longo do todo o percurso e que levava a água captada em Cain até Poncebos, onde existia uma antiga unidade energética.

Percorremos sensivelmente 5kms da Senda del Cares, chegamos à Majada de Culiembro, local de interseção com a GR-202 Ruta de La Reconquista, deixamos a Senda del Cares e viramos à esquerda para seguir o ingreme caminho de pé posto ao longo da Canal Culiembro, são aproximadamente 500 metros de desnível em pouco mais de 1500 metros. A progressão até à Majada de Ostón foi lenta devido ao forte desnível, mas francamente recompensada pelas panorâmicas sobre o maciço central que são magnificas apesar da neblina deste dia.

Já na Majada de Ostón fizemos uma breve pausa para o reforço da manhã, enquanto contemplávamos à nossa frente os Picos do Maciço Central com destaque para Torrecerredo e as vacas que pastavam na Vega de Ostón.


Panorâmica da Majada de Vega Maor

Continuamos pelo trilho, ainda ascendente, seguindo as marcas da GR-202 que nos leva até ao Collado de La Raya e daqui até à Majada de Vega Maor, amplo prado com algumas cabanas, a maior parte em ruinas, mas numa delas, ao que parece, no verão é habitada por um pastor que fabrica queijo de Gamonedo. Aqui não encontramos o dito pastor, mas sim dois burros que por lá pastavam livremente…

O caminho continua subindo progressivamente até ao Collado de Sierra Buena, ponto mais alto do trilho. Desde este ponto inicia-se a descida progressiva para a Majada de Arnaedo, também muito atrativa e com uma fonte onde podemos reabastecer de água. Procuramos seguir as marcas da GR-202 Ruta de La Reconquista, que com a neblina do dia nem sempre foi fácil… o GPS revelou-se uma grande ajuda.

Agora temos uma descida mais acentuada até encontrar um indicador da GR-202, seguimos pela direita em direção a “Comeya” e “Covadonga”. O trilho segue para Vega Las Mantegas, que atravessamos, o troço entre Vega Las Mantegas e Vega de Colmeya foi realizado sobre um caminho lamacento que exigiu muito cuidado na progressão para evitar as quedas.

Desde a Vega de Colmeya seguimos o PR PNPE que nos leva até Buferrera e daqui o PR PNPE 2 Lagos de Covadonga passando pelo Lago Enol em direção ao Refugio Casa de Pastores em Vega de Enol, local escolhido para a pernoita.

FICHA TÉCNICA DA ETAPA
Dia 21 de junho 2019
Percurso: Caín-Ruta del Cares-Canal Culiembro-Majada de Ostón-Majada Vega Maor-Collado Sierra Buena-Majada de Arnaedo-Vega Las Mantegas-Vega de Colmeya-Lago Enol-Refugio Casa de Pastores
Distancia: 18,5 km
Duração: 9h57min
Tempo em movimento: 5h46min
Tempo parado: 4h11min
Movimento médio: 3,20kms/h
Acumulado positivo: 2822m
Acumulado negativo: 2181m
Alojamento: Refugio Casa de Pastores Web. https://refugiovegadeenol.com/

TRILHA DAS ETAPAS
1ºDIA: RUTA DE CAÍN A LAGO ENOL POR CANAL CULIEMBRO
2º DIA: RUTA DE LAGO ENOL A CAÍN POR CANAL DE MESONES

TRILHA COMPLETA
RUTA CIRCULAR POR EL CORNIÓN DESDE CAÍN




Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

Comentários

    You can or this trail