-
-
1.118 m
924 m
0
3,1
6,2
12,34 km

Visualizado 3730 vezes, baixado 54 vezes

próximo a Aldeia do Bispo, Guarda (Portugal)

Curiosidades :
Ponte do Pocinho, moinhos nas «Cerdeirinhas», sepulturas escavadas na rocha, nascente da ribeira de Aldeia do Bispo, observação da flora e da fauna, choço, miradouro e mesa de orientação na Matança, panorama com vista das aldeias raianas vizinhas de Aldeia Velha, Alfaiates, Aldeia da Ponte, Forcalhos, Lajeosa e Aldeia do Bispo.

No seu inicio, começamos por utilizar antigos caminhos (Ponte do Pocinho) que serviam à população local nas rotinas diárias ligadas aos trabalhos do campo : ir às hortas ou aos chões das Fontainhas, ir buscar as vacas aos lameiros do Vale Longo, do Vale Portinho...
Visita do choço do Dr Manso ( no meio dos eucaliptos).
Este percurso apresenta diversos atractivos e permite atravessar zonas de grande riqueza ambiental e belas panorâmicas.
O coberto vegetal é de características diversas dependendo da sua orientação geográfica. Das várias espécies podemos destacar os pinhais, os diversos nucleos de carvalhos, a giesta branca, amarela, a canaveira, a tamogeira, a carqueja e o sargaço.

Ao chegar às Fontainhas poderá observar um conjunto de sepulturas antropomóficas escavadas na rocha.
Na Matança (altitude 1033 m), poderá ver a nascente da ribeira de Aldeia do Bispo, afluente do rio Agueda.
Continuando a subida (altitude 1102 m) pode apreciar o esplendor da paisagem envolvente que lhe permite disfrutar de amplos horizontes. Daqui avistam-se os aglomerados vizinhos de Aldeia da Ponte, Aldeia Velha, Lageosa da Raia e o ondulado, em linha de fundo, das Serras espanholas Canchera e Gata com o pico da Xalma a culminar 1172m.
Continuando o percurso, surgem duas opções : fazer um desvio pela nascente do rio Côa (7 km ida e volta) ou continuar pelo subindo ao Cabeço Vermelho com o seu talefe e marcos fronteiriços.
A descida, bastante acentuada ao longo da fronteira, leva-nos depois às Tapadas, zona agricola de regadio, passando pelas Barreiras zona xistosa onde o mato rasteiro e as giestas vieram substituir os pinhos dicimados pelos incêncios. Passando depois pelos Carrasqueiros, zona de lameiros, passamos junto ao Lar de Santo Antão e vamos entrar em Aldeia do Bispo junto ao cemitério velho.

View more external

Comentários

    You can or this trail