Horas  uma hora 19 minutos

Coordenadas 380

Uploaded 10 de Junho de 2018

Recorded Junho 2018

-
-
2.195 m
2.036 m
0
0,9
1,8
3,61 km

Visualizado 467 vezes, baixado 51 vezes

próximo a Vilaflor, Canarias (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

O “Sendero 3” (S-3) Roques de Garcia é um percurso oficial do Parque Nacional del Teide que contorna os Rochas de Garcia (Roque Cinchado, El Torrotito, El Burro, Roques Blancos,...). É um percurso curto, muito fácil na primeira parte mas que requer um pouco mais de preparação física na segunda parte, uma vez que ao contornar as Rochas de Garcia, pela descida para o Llano de Ucanca (a descida pede alguma atenção para evitar escorregar) e especialmente a subida final, depois da rocha conhecida como a Catedral, requer alguma capacidade física. Em todos os casos, é um circuito que pode ser feito por qualquer pessoa e não requer qualquer tipo de calçado especial, apenas uma boa sola antiderrapante.

Iniciamos o percurso no parque de estacionamento de Roques de Garcia, virando à direita pelo S-3 que seguimos em sentido contrário aos ponteiros do relógio. O início é totalmente plano, à nossa esquerda temos o Roque Cinchado e à direita a panorâmica do Pico del Teide. Continuando, a trilha vai contornando as Rochas de Garcia, passamos por um painel informativo e começamos a subir ligeiramente até à intersecção com o S-23, já no seu extremo norte e rodando à esquerda começa a descer até chegar a planície conhecida como Llano de Ucanca (origem sedimentar). Durante a descida, e antes de chegar à planície, pode-se ver a lava incrível conhecida como La Cascada e Lavas pahoe hoe, que são abobadas e um pouco rugosas. Esse mesmo tipo de lava muito fluido, quando adquirem formas torcidas, é chamado de "lavas cordadas", das quais se pode ver exemplos ao longo do caminho.

Depois de caminhar um pouco nesta planície, observa-se à nossa esquerda algumas paredes formadas por lavas altamente viscosas. Na intersecção com o S-26, seguimos pela esquerda em direção às rochas conhecidas como La Catedral. Agora resta-nos a íngreme subida final até ao Mirador de La Catedral. O percurso começa a subir em direção ao ponto de partida, contornando o espetacular pico anteriormente conhecido como La Catedral. Esta formação de rocha impressionante é uma chaminé vulcânica fonolítica, isto é, uma conduta de saída de lava que terminou solidificando-se sem emergir à superfície, visível pelo processo erosivo.

Chegados ao Miradouro de La Catedral, aproveitamos para uma pequena pausa enquanto apreciávamos as magníficas panorâmicas e fazíamos as fotos da praxe. Depois foi seguir alguns metros até chegar novamente ao Parque de estacionamento e terminar este pequeno mas agradável percurso.

FICHA TÉCNICA:
Início: Mirador de La Rouleta.
Final: Mirador de La Rouleta.
Duração: 2 horas (circuito).
Comprimento: 3,6 Km
Dificuldade: Média (há uma seção de inclinação de subida íngreme no final do caminho se feito na direção oposta ao sentido horário).
Diferença máxima em altura: 167 m.
Conexões: Trilhas 23 e 26.

Comentários

    You can or this trail