Tempo em movimento  2 horas 58 minutos

Hora  5 horas 25 minutos

Coordenadas 2306

Enviada em 9 de Março de 2019

Registrada em Março 2019

-
-
243 m
117 m
0
4,1
8,2
16,5 km

Visualizado 252 vezes, baixado 7 vezes

perto de Remelhe, Braga (Portugal)

Trilho circular, não marcado, tem por base na primeira metade o Trilho - Pelos Caminhos do Monte da Saia.

Este percurso tem início na freguesia de Remelhe.
Esta paróquia, de grandioso património histórico e monumental, aparece nas inquirições de 1220 designada por Sancta Marina de Remeli e integrada nas “Terras de Faria”. Foi palco do nascimento de um dos mais notáveis homens, não só desta freguesia, mas também de todo o concelho, D. António Barroso, bispo e missionário que o povo beatificou.
Começamos o caminho junto à Igreja Paroquial e Cruzeiro.
Saímos do núcleo urbano, subindo um caminho local, que nos leva até um caminho de floresta, que seguimos em frente, contrariamente aos sinais de trilho.
Atravessamos matas de pinheiros e carvalhos, de grande beleza.
Entramos nos caminhos da Estrada Rainha, ainda bem conservada, como rota de peregrinação que foi para Santiago de Compostela.
Continuamos depois, por caminhos de terra batida, até alcançar a estrada, já na freguesia de Carvalhas.
Esta povoação é reconhecida, principalmente, pelos homens ilustres que viu nascer, como por exemplo, Clemente Ferreira de Macedo Faria Gajo, militar diligente na proclamação de D. Miguel.
Tomamos o rumo até à Igreja e Cruzeiro paroquial.
Um pouco mais adiante, um outro cruzeiro indica-nos o caminho, tomando a estrada da esquerda, seguimos por um troço que será comum ao caminho de regresso, até alcançar uma casa brasonada.
Aí tomando a esquerda, iniciamos a subida mais acentuada do trilho.
Ainda entre montes e bouças, podemos contemplar a “Laje dos Sinais”, que revela impressos diversos círculos concêntricos, os quais constituem belos exemplares da Arte Rupestre do Noroeste da Península Ibérica.
Continuamos a subida do Monte da Saia para encontrar a Fonte da Pegadinha e o Forno dos Mouros.
Depois, foi descer até à freguesia de Chavão, que contornámos pela estrada em direcção à Igreja e Cruzeiro, atravessando assim o centro da freguesia.
Chavão, que foi Comenda da Ordem de Malta, é uma freguesia repleta de história, onde lendas e achados históricos fazem parte da sua herança cultural. Para conhecer um pouco das raízes, cultura e identidade desta terra e do seu Povo, pode-se fazer uma visita ao Museu Etnográfico de Chavão. Bem perto dele, observa-se a mamoa, um dos vestígios arqueológicos que remonta à época megalítica e que tanto notabiliza esta povoação.
Daqui, iniciamos o regresso, primeiro por caminho de monte, depois por caminhos municipais, até passar de novo Carvalhas.
Desde aí, o trajecto é quase todo por caminhos rurais.
Quase a terminar, passamos junto à Casa de Santiago, local onde nasceu D. António Barroso.
Uma pequena última subida, leva-nos ao final do trilho.
Foto

Início do trilho

Local religioso

Igreja paroquial de Remelhe

Foto

Foto

Foto

Carvalhas

Foto

Cruzeiro

Foto

Casa brasonada

Sítio arqueológico

Lages dos sinais

Foto

Lages dos sinais

Fonte

Fonte da Pegadinha

Sítio arqueológico

Forno dos Mouros

Local religioso

Igreja de Chavão

Foto

Chavão

Foto

Cruzeiro de Chavão

Foto

Alminhas

Foto

Foto

Foto

Tanque

Foto

Jardim dos 'Poiinhos'

Foto

Adega

Fonte

Fonte

Foto

Case de Santiago

Foto

Cruzeiro

Foto

Rebanho

Foto

Foto

Comentários

    Você pode ou esta trilha