Baixar

Distância

14,94 km

Desnível positivo

433 m

Dificuldade técnica

Fácil

Desnível negativo

433 m

Elevação máx

166 m

Trailrank

57 4

Elevação min

22 m

Tipo de trilha

Circular

Tempo em movimento

4 horas 39 minutos

Hora

7 horas 35 minutos

Coordenadas

2694

Enviada em

4 de agosto de 2020

Registrada em

agosto 2020
  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
Seja o primeiro a aplaudir
1 comentário
 
Compartilhar
-
-
166 m
22 m
14,94 km

Visualizado 294 vezes, baixado 11 vezes

perto de Várzea da Ovelha e Aliviada, Porto (Portugal)

Dia de muito calor - as temperaturas chegaram aos 37.2° - mas o percurso prometia muita sombra, muita água...e muito sol aberto.

Iniciámos a contenda junto da Igreja de Varzea da Ovelha, começando a subir uma estrada alcatroada que começa junto da Junta de Freguesia de Varzea da Ovelha e Aliviada. Pequeno troço de 500 metros, onde derivámos para a esquerda em carreiro estreito de terra, que nos ia transportando para junto do rio. Sombra a rodos, percurso fácil com algumas partes técnicas divertidas e muito variado.

Os caminhos são variados em tipologia , desde caminhos de pé posto, carreiros, alguns estradões, mas quase sempre à sombra - fora os estradões. Ao km 5.2 fomos presenteados com uma fonte de água fresca e ao km 6 voltámos a estrada do inicio mas somente por 50 metros. Entretanto o percurso ia afastando-nos do rio, para junto da Etar da Ovelha, passarmos para a margem oposta e iniciarmos a volta, junto ao rio e à sombra.

Ao km 7.8 encontrámos um local muito aprazível para almoçar, com a vantagem de ser adequado para banhos, com pequenos açudes ou quedas de água a dar um ar da sua graça.

Mas o pior estava para vir, pois há sempre o menos bom.

Começámos a subir e a afastar-nos do rio até ir dar a um estradão que nos levou à Ponte do Arco, local cheio de povo a tomar banho. O estradão continuou a subir à séria, a sol aberto e 37 graus. Obra. Mas teve de ser. Devagar, com paragens nas poucas e exíguas sombras existentes. Mas tinha de ser. A subida do estradão não chega a 1 km, mas depois saímos do mesmo...e a subida continuava, já com mais alguma sombra mas com 35 graus à sombra, está tudo dito. Muita água bebi eu,caramba. Levei 3.5 litros.

Lentamente vieram as descidas que nos levaram de novo para o rio e para as sombras, não tantas como de manhã. E lá voltavamos nós ao ponto de partida por trilho diferente, ponto de partida que tem uma boa praia fluvial - estava com gente, claro - mas daria para tirar o pó.

Foram 14.8 kms que se podem classificar de fáceis, se a temperatura for abaixo dos 28 graus. Caso contrário, a subida após a Ponte do Arco, põe-nos em sentido e o grau de dificuldade passa a moderado.

Nota: os pontos de passagem amarelos não correspondem às localizações reais; serviram somente para fazer o upload das fotografias.
Foto

1

Foto

2

Foto

3

Foto

4

Foto

5

Foto

6

Foto

7

Foto

8

Foto

9

1 comentário

  • Foto de Paulo A. Coelho

    Paulo A. Coelho 19 de out de 2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Algum estradao

Você pode ou esta trilha