Tempo em movimento  5 horas 7 minutos

Horas  8 horas um minuto

Coordenadas 3870

Uploaded 9 de Junho de 2018

Recorded Junho 2018

-
-
1.093 m
256 m
0
5,5
11
22,04 km

Visualizado 226 vezes, baixado 13 vezes

próximo a Ermida, Braga (Portugal)

A ideia era efetuar o PR14 TBR "Trilho do Sobreiral da Ermida" no Gerês, com desvios ao Poço Azul e à Cascata de Fecha de Barjas, ou, como habitualmente as denominam "Cascata Tahiti", aumentando desta forma este percurso oficial numa distância de 22 Km.
Com saída na Ermida, junto ao miradouro da Aldeia, seguimos sempre a subir em direção à Cascata do Arado, uma subida não muito difícil, ao terminar a subida e antes de chegar à Cascata, ainda subimos ao Miradouro das Rocas para apreciar toda a beleza desta parte da serra.
Na cascata do Arado e após as fotos da praxe seguimos o estradão na direção do curral da Malhadoura e daqui até ao curral dos Portos, este trilho apresenta uma flora fabulosa com vários ribeiros que torna a paisagem bastante verdejante, após passar o Curral dos Portos fizemos o nosso primeiro desvio para visitar o Poço Azul, saímos do percurso oficial, junto à casa existente do lado esquerdo do trilho e após uma descida até à Ribeira, atravessamos a mesma numa ponte em madeira, iniciamos a subida por um trilho de pé posto até encontrar um caminho mais largo, após seguir por alguns metros neste caminho deixamos o mesmo e viramos à esquerda através de trilho de pé posto muito perto da Ribeira e que nos leva até ao Poço Azul, este desvio vale a pena tal a beleza do local (ter alguma atenção à passagem da Ribeira junto ao Poço, em dias de chuva a passagem pelas pedras pode-se tornar perigosa.
Agora era a hora de voltar pelo mesmo caminho que nos trouxe aqui, ao encontrar o caminho mais largo seguimos este caminho pela esquerda passamos a ribeira mais a baixo onde se encontra um portão em ferro que devem abrir e tornar a fechar, a ribeira é passada através de uma poldras (cuidado com esta passagem), e subimos até encontrar novamente a s marcações do PR14 junto ao local onde fizemos o desvio.
Após passar pelo Curral da Cortes, iniciamos uma descida muito dura na encosta virada a sul, o Sobreiral da Ermida que dá o nome ao percurso, esta descida é longa e difícil para os joelhos, a descida termina na estrada em asfalto, agora seguimos nesta estrada quando as marcações do trilho indicam virar à direita esquerda pelo carvalhal nós ignoramos e continuamos pela estrada em direção à Fecha de Barjas (Cascata Tahiti), junto à ponte do Rio Arado.Nas cascatas decidimos apenas seguir pela margem direita até ao local onde se encontra fechado o troço, pois a descida até ao fundo deve ser feita pela margem esquerda, mas como a esta hora chovia com bastante intensidade e o percurso é algo perigoso evitamos esta descida e apreciamos este belo local apenas do lado direito-
Após as fotos é hora de retornar ao PR, seguir pela estrada para rapidamente sairmos à esquerda e encontrar as marcações do percurso junto ao carvalhal perto de onde fizemos o desvio, já no trilho iniciamos a subida para a aldeia da Ermida onde iniciamos, mas antes de chegar, um último desvio ao Miradouro da Vela, este desvio de 1km, ida e volta, é feito através de caminho florestal, regressamos e iniciamos a última subida pelas ruas da aldeia até ao inicio do trilho.
O percurso que optamos por efetuar é mais longo derivado aos desvios, mas vale a pena o esforço, ter atenção para quem não estiver habituado a estas caminhadas os 22km podem ser dolorosos, para mim a parte mais difícil é a descida do Sobeiral, quanto a subidas não são difíceis.
Este trilho encontra-se marcado, no entanto para quem quiser efetuar os desvios aconselho ao uso do GPS.

Comentários

    You can or this trail