Hora  2 horas 27 minutos

Coordenadas 1458

Enviada em 1 de Novembro de 2017

Registrada em Outubro 2017

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
938 m
637 m
0
2,1
4,2
8,4 km

Visualizado 655 vezes, baixado 29 vezes

perto de Lapa dos Dinheiros, Guarda (Portugal)

Da parte da manhã realizamos o percurso entre Loriga e a aldeia da Cabeça, da parte da tarde fomos até Lapa dos Dinheiros para fazer o PR10 de Seia a "Rota da Caniça".
O percurso tem início junto à igreja matriz da aldeia da Lapa dos Dinheiros e seguimos o PR no sentidos dos ponteiros do relógio, inicialmente pelas ruas da aldeia para rapidamente deixarmos o alcatrão e começarmos a descer em direção a um bosque rodeado de castanheiros, carvalhos e outras árvores que perfazem uma mata bastante interessante e com imensa sombra até chegarmos à Praia Fluvial da Caniça.
Daqui, subimos ligeiramente para sairmos à esquerda e visitar as quedas de água da Ribeira da Caniça, neste ponto é visitar as quedas e regressar pelo mesmo caminho, agora é sempre a subir até chegarmos à levada existente na encosta da serra, que nesta altura do ano e derivado à seca existente no País não transporta qualquer água, sempre a companhar a levada esta leva-nos até aos Cornos do Diabo (formação rochosa com feitio de cornos), onde existe um pequeno açude de água cristalina.
Daqui, foi continuar a subir até ao Buraco do Sumo (buraco existente nas rochas onde a ribeira desparece debaixo destas), e deste fomos em direção à mata constituída maioritariamente por pinheiros existente no cimo da aldeia de Lapa dos Dinheiros.
Desta mata agora é sempre a descer junto à Ribeira existente com a água sempre presente, esta Ribeira leva-nos até ao cimo da aldeia e daqui após percorrermos diversas ruas chegamos ao ponto de partida junto à Igreja local.
Este percurso tem muitos pontos de interesse mas aconselho a realizar o PR quando a levada e a Ribeira tiver bastante água, na Primavera.
É um percurso sem grande dificuldade com apenas uma subida da Praia Fluvial até à levada, de resto em dias de chuva, ter atenção junto aos Cornos do Diabo e ao Buraco do Sumo porque as pedras são bastante escorregadias.
foto

Foto

foto

Foto

Informação
foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

3 comentários

  • Foto de Ana Catarina Cadima

    Ana Catarina Cadima 7/jan/2020

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Não recomendo fazer durante os meses de Inverno. Anoitece cedo e existem zonas de maior perigo devido à ausência de luz solar em algumas zonas do percurso, o que leva à formação de gelo. Para além das pedras escorregadias e partes onde o percurso está lamacento.

  • Foto de Os Pés do Caminho

    Os Pés do Caminho 22/fev/2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Trilho magnífico!! Bem marcado, limparam recentemente o caminho, fácil de seguir embora cansativo pelas subidas e em alguns troços exigente, mas sobretudo lindíssimo... Recomendávle!!

  • trutinowski 3/ago/2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Quite a nice trail but much longer than here said if you go down to river Canica especially we did. around 9km in total without going all the way down and back up again. - In the last 1/3 the trail is probably for some people hard and not moderate because it becomes a bit technical and the stairs towards the end are sometimes slippery also in summer - no more signs when you arrive at the fancy hotel in the end so head left down the village

Você pode ou esta trilha