Coordenadas 500

Uploaded 10 de Dezembro de 2017

Recorded Dezembro 2017

-
-
649 m
94 m
0
3,3
6,6
13,15 km

Visualizado 614 vezes, baixado 30 vezes

próximo a Cernadas, Viana do Castelo (Portugal)

Esta visita ao concelho de Monção recompensa-nos com um bonito passeio por caminhos rurais e florestais, com o enquadramento bem típico do alto minho: bonitas manchas florestais, atravessadas por caminhos de lages de granito; agricultura de minifúndio e criação de gado; casario, espigueiros, capelas e cruzeiros.
O ponto menos vulgar do percurso será talvez a visita à Mamoa do Cotinho. Este monumento funerário megalítico está (na data em que o visitei) um tanto invadido pela floresta circundante, mas justifica por si só a subida até lá.
No caminho de descida vemos que terão ocorrido incêndios recentes que eliminaram importantes áreas florestais na margem esquerda do Rio de Sucrasto. A única consequência positiva destas tragédias é que temos vistas desimpedidas sobre todo o vale...

A Câmara Municipal de Monção inclui no seu site a apresentação desde e de outros trilhos do concelho, incluindo o habitual folheto em PDF.

Os trilhos pedrestres mais próximos situam-se no vizinho concelho de Sistelo. O único que "toca" neste nosso passeio é o GR2 AVV - Grande Rota Intermunicipal do Alto Minho: o cruzamento que encontramos ao km 5,7 é o único ponto de contacto, mas cada um segue por caminhos diferentes.

O trilho está sinalizado de forma razoável, mas há alguns pontos onde faltam as marcações. Deveremos preparar o percurso com mapa e/ou GPS.
Não encontrei obstáculos a ultrapassar. Os caminhos são, em boa parte, feitos com lages de granito (que exigem cuidado com tempo húmido) e caminhos florestais. Sempre que ocorram chuvas as travessias de ribeiras podem ser difíceis ou desagradáveis. As travessias do Rio de Sucrasto (ao km 1,8 e km 2,5) serão disso o exemplo mais notório.
A cobertura florestal existe apenas em parte do traçado, pelo que existe alguma exposição solar.
Considerando os aspectos que referi, considero a Dificuldade Técnica como "Moderada".


Boas Caminhadas!

3 comentários

  • Foto de Love mountains

    Love mountains 31/jan/2018

    viva! este trilho passa em alguma area queimada?

  • Foto de Mário Ramos

    Mário Ramos 1/fev/2018

    Olá!

    Eu percorri o trilho em 11/10/17 e, nessa altura, não atravessava nenhuma zona queimada.
    Porém, quando percorria outro trilho em 15/11/17 a maior altitude (nas encostas da Serra da Peneda) consegui ver que boa parte da serra que vai do Monte Redondo até Bustavade estava queimada, descendo na encosta desde a cumeada até Cernadas...
    Provavelmente, o trilho poderá estar a atravessar zona queimada desde o km 7 até quase ao final.
    Lamento... :-(


    Boa caminhadas!

  • Foto de Love mountains

    Love mountains 1/fev/2018

    olá mario, obrigado por a resposta. fiz hoje o trilho e felizmente levei uma variante, e nao passa por nenhuma area queimada. De facto o oficial praticamente desde a capela de passos até ao final está queimada, e poderia ser um dos melhores PR do alto minho.. É triste percorrer aqueles caminhos empedrados de laje e pensar o que os nossos antepassados pensariam se vissem o que o nosso mundo se tornou...

You can or this trail