Horas  7 horas 10 minutos

Coordenadas 1099

Uploaded 13 de Outubro de 2013

Recorded Outubro 2013

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
772 m
403 m
0
3,6
7,3
14,57 km

Visualizado 2564 vezes, baixado 98 vezes

próximo a Soalhais, Porto (Portugal)

O percurso pedestre de Soalhães, com aproximadamente 15Kms, está repleto de história, onde parte do percurso desperta-nos para um sentimento de regresso ao passado, em que os moinhos têm um papel de destaque, os quais nos convidam à evasão.
A paisagem dividida entre espaços agrícolas e a grandiosidade da serra da Aboboreira, onde as gentes mostram no rosto o duro trabalho campestre, reflete a elevada biodiversidade de fauna e flora, onde é possível observar uma elevada diversidade de espécies e estar em contacto direto com o imaginário de outros tempos, tempos esses que o mais novos já não sabem e os mais velhos se vão esquecendo. Ao longo da marcha foi possível contemplar vários elementos etnográficos, como a magnífica linha de moinhos de água recuperados, a fauna e a flora da serra da Aboboreira, imponentes fragas que evocam refúgios naturais da serra, e construções de cariz religioso: a Igreja Matriz de Soalhães, as capelas de S. Clemente, S. Tiago, S. Brás e S. Bento do Pinhão. Em Almofrela, paragem obrigatória na Tasquinha do Fumo, onde a D.ª Isabel e o Sr. Artur nos recebem com a sua simpatia... onde ganhamos folego para o resto do percurso... A tarde estava com céu muito nublado, não iriamos ter o pôr do sol para contemplar... Por isso, envolvidos numa boa conversa e num bom copo de vinho, deixamos o tempo passar e quando saímos da Tasquinha já se fazia noite, o resto do caminho, 5km, foi feito à luz do frontal / lanterna... Excelente caminhada, com um grupo fantástico! Obrigado a todos os caminhantes!
Brotada num terreno elevado do lugar de Telhe, a capela de São Clemente viu durante vários anos a realização da festa em honra do seu padroeiro. No entanto, com o passar do tempo, esta tradição extinguiu-se.
Alto do Monte, nas Pedras Brancas
Apesar das suas últimas moagens terem ocorrido na década de 1970, o “Moinho de Balcão”, trabalha como antigamente, demonstrando-se como um dos motivos mais atraentes dos visitantes.
Encontram-se registos do sec. XII, estando sobranceira a uma possível via usada pelos peregrinos vindos de Lamego, que seguiam para Santiago de Compostela.
Moinhos de água, um belo conjunto de onze, envolvidos por uma vegetação luxuriante e acompanhados pela Ribeira de Vinheiro, as suas últimas moagens ocorreram na década de 1970.
Em Almofrela, paragem obrigatória na Tasquinha do Fumo, onde a D.ª Isabel e o Sr. Artur nos recebem com a sua simpatia... onde ganhamos folego para o resto do percurso... A tarde estava com céu muito nublado, não iríamos ter o pôr do sol para contemplar... Por isso, envolvidos numa boa conversa e num bom copo de vinho, deixamos o tempo passar...

1 comment

  • Foto de Nuno Gandra

    Nuno Gandra 18/mai/2014

    I have followed this trail  View more

    Trilha relativamente fácil, com um ou outro ponto a requerer melhor sinalização

You can or this trail