Horas  6 horas 17 minutos

Coordenadas 2052

Uploaded 13 de Fevereiro de 2017

Recorded Fevereiro 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
582 m
297 m
0
3,2
6,4
12,87 km

Visualizado 506 vezes, baixado 42 vezes

próximo a Bemfeita, Coimbra (Portugal)

Com início perto da Junta de Freguesia da Aldeia do Xisto da Benfeita, caminhamos pelo passeio que ladeia a rua asfaltada, no sentido da Igreja Matriz (Torre da Paz) e, antes deste passeio curvar à esquerda, subimos o primeiro lanço de escadas que avistamos ao alto da rua (as placas do trilho estão junto à casa, escondidas por detrás da folhagem dos arbustos) e seguimos pela direita, no sentido contrário aos ponteiros do relógio, pelo caminho rural estreito que ladeia muros de xisto que acompanham a Barroca do Vale, seguindo mais adiante as margens da Ribeira do Carcavão, por trilhos de pé posto, onde encontramos as primeiras cascatas.

As fortes chuvadas da véspera deram vida a este bonito percurso, com o piso húmido a não criar grandes complicações, contrariamente ao que se esperava, até porque os desníveis que temos que vencer são facilitados pela existência de vários lanços de escada, no entanto, recomenda-se o uso de bastão e calçado adequado.

Percurso de grande beleza, bem equipado com mesas de piquenique e bancos de madeira ao longo do trajeto, onde o elemento água é quase uma constante e cujos caminhos estreitos foram objeto de manutenção à pouco tempo, como pudemos verificar pela limpeza de silvas e matos em algumas zonas e a remoção de ramadas e de árvores que tombaram para os caminhos.

Em geral está bem sinalizado, embora se deva ter em conta que se partilham sinaléticas de outros percursos (Grande Rota e do ICNF), mas com algumas falhas na aldeia de Pardieiros.

Nota final para o desvio que leva a um conjunto de sucessivas quedas de água, a Fraga da Pena, e que se faz por um trilho que pode passar despercebido e que começa ao km 6.4, junto a um pilarete de madeira com marcas laranja e azul e que se destina a marcar o sentido de outros percursos do ICNF para a Serra do Açor. A partir daí descemos em ziguezague, pela floresta da Mata da Margaraça, em direção á ribeira da Barroca de Degraínhos e vamos seguindo a sucessão de cascatas, antes de retomarmos ao caminho inicial.

1 comment

  • 0rubenmff.pt 25/mai/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Um dos melhores que já fiz

You can or this trail