Coordenadas 1727

Uploaded 26 de Novembro de 2018

Recorded Novembro 2018

-
-
890 m
749 m
0
2,2
4,3
8,67 km

Visualizado 305 vezes, baixado 23 vezes

próximo a Parada, Vila Real (Portugal)

O Fojo do Lobo da Portela da Fairra é um exemplar ímpar da herança cultural e histórica das gentes de Montalegre. Para além de nos remeter para as vivências das populações em séculos passados, com a sua luta contra o lobo e os danos que causava às actividades de criação de gado, oferece-nos uma vista memorável sobre a albufeira da Barragem de Paradela e a Serra do Gerês.
Estes argumentos são complementados com beleza dos bosques de carvalhos e a atmosfera rústica da aldeia de Parada do Outeiro.

O trilho desenrola-se dentro dos limites do Parque Nacional Peneda-Gerês, na freguesia de Outeiro, concelho de Montalegre. Uma vez que entra dentro da "Área de Protecção Parcial Tipo II" (entre os km 4,0 e 5,0, logo após a visita ao Fojo do Lobo) temos que respeitar algumas restrições de circulação e solicitar autorização ao ICNF por escrito ou por email (pnpg@icnf.pt) para grupos com mais de 15 pessoas.

Encontramos a apresentação do trilho no site da ICNF, onde é disponibilizado um folheto e um mapa, que podemos descarregar.

Recomendo vivamente que ao km 4,7 prossigam um pouco para além do traçado oficial do trilho, desçam até à ponte sobre o Ribeiro do Beredo e subam um pouco até duas silhas um pouco mais a norte. Os Miradouros sobre os vales do Ribeiro do Beredo e do Ribeiro de Teixeira merecem bem o desvio.

Existem outros dois trilhos de carácter oficial cujo traçado se sobrepõe a partes deste:
- O PR Trilho de Paradela, entre os km 4,7 e 7,3 (a zona mais a poente, junto da albufeira);
- O PR Trilho de Outeiro, que engloba a quase totalidade deste. A excepção é um caminho entre os km 7,3 e 7,5 e os 300 m de início e de final do percurso.
Estes dois trilhos não posuem qualquer sinalização no terreno, pelo que o pedestrianista não encontra qualquer conflito de marcações com o que aqui estamos percorrer.


O trilho está sinalizado, mas as marcações já não são visíveis em vários pontos.
A maior parte do trilho leva-nos por caminhos rurais e florestais utilizados nas actividades de agrigultura e pastorícia.
Não encontrei obstáculos difíceis de ultrapassar e o piso permite a progressão sem quaisquer dificuldades.
A cobertura florestal existe apenas em algumas partes do trilho, pelo que existe alguma exposição solar.
Considero a Dificuldade Técnica como "Fácil", mas exige-se atenção para não se abandonar o trilho inadvertidamente.


Boas Caminhadas!

Comentários

    You can or this trail