Coordenadas 4834

Uploaded 18 de Novembro de 2018

Recorded Novembro 2018

-
-
1.275 m
946 m
0
7,8
16
31,11 km

Visualizado 184 vezes, baixado 6 vezes

próximo a Rodeiro, Viana do Castelo (Portugal)

Percorrer a pé este trilho no planalto de Castro Laboreiro resulta numa experiência que foge à norma daquilo a que o pedestrianista estará habituado. Não só temos o contacto com um invulgar número de monumentos megalíticos, mas somos também envolvidos uma atmosfera de serenidade que torna estes cenários de planalto e montanha ainda mais especiais.

Estamos na freguesia de Castro Laboreiro, concelho de Melgaço, com este trilho a desenrolar-se dentro dos limites do Parque Nacional Peneda-Gerês. Uma vez que entra dentro da "Área de Protecção Parcial Tipo II" e da "Área de Protecção Parcial Tipo I" temos que respeitar algumas restrições de circulação e solicitar autorização ao ICNF por escrito ou por email (pnpg@icnf.pt) para grupos com mais de 10 pessoas.

O traçado deste trilho é proposto pela ADERE-PG, que disponibiliza também um mapa e um ficheiro para GPS. Segue em sentido contrário aos ponteiros do relógio, partindo junto da entrada da Branda de Portos e terminando na Branda de Rodeiro, num total de cerca de 15 km.
Porém, este traçado não inclui o que teremos que caminhar se quisermos visitar cada um dos monumentos megalíticos que estão referenciados (cerca de 5 km).
Adicionalmente, como é um percurso aberto (pois não termina onde começou), há então que ter em conta a logística de transporte para resolver este problema.
O que aqui partilho é a solução que escolhi, de fechar o percurso oficial percorrendo a pé estradas e carreiros por algumas das localidades do planalto:
- Iniciei a caminhada percorrento todo o traçado oficial (sinalizado) do PR Trilho do Megalitismo do Planalto de Castro Laboreiro;
- A partir do Outeiro do Ferro (Alto da Portela do Pau) prossegui no traçado oficial do PR Planalto de Castro Laboreiro (que não possui qualquer sinalização no terreno);
- Chegado junto à Branda de Portos fica concluído o traçado oficial do PR Planalto de Castro Laboreiro. Iniciei o troço que adicionei para para fechar o percurso em anel, descendo pela estrada alcatroada, passando por Padrossouro, Eiras, Campelo, Formarigo e Branda da Portela;
- Na Branda da Portela passei a percorrer carreiros do traçado do PR Trilho Interpretativo de Castro Laboreiro até um pouco após a travessia do Rio Castro Laboreiro;
- Finalmente, de regresso à estrada alcatroada, segui para a direita de regresso à Branda de Rodeiro.

No total resultou num passeio de pouco mais de 31 km, com um desnível acumulado de mais de 500 m. É um percurso longo (recomendável para dias com muitas horas de luz), mas que não possui qualquer dificuldade técnica, pois é feito em caminhos em perfeitas condições.


O trilho beneficia da sinalização que existe nos troços dos trilhos PR oficiais que referi anteriormente. Nos restantes troços teremos que recorrer a mapas, GPS ou seguir na companhia de um guia...
A maior parte do trilho leva-nos por estradas utilizadas na agricultura e criação de gado. Temos apenas que entrar em zona de vegetação rasteira quando visitamos algumas mamoas.
Não encontrei obstáculos difíceis de ultrapassar e o piso permite a progressão sem quaisquer dificuldades.
A cobertura florestal não existe, pelo que a exposição solar é muito forte. Não esquecer o chapéu!
Por estes motivos que enumerei, considero a Dificuldade Técnica como "Fácil", ressalvando que se leve bastante água!
Como já referi, é um passeio longo. Convém escolher dias de Primavera-Verão para o conseguir percorrer de uma forma lúdica...


Boas Caminhadas!
O monumento Lamas de Brincadoiro 1 é uma mamoa de planta circular com, aproximadamente, 24 metros de diâmetro que apresenta vestígios de couraça lítica e depressão central, não sendo visível qualquer esteio.
O monumento Lamas de Brincadoiro 2 é de planta sub-circular com cerca de 20 metros de diâmetro. Neste, identificam-se vestígios de couraça lítica e, a vala de violação permite observar a existência de um esteio de cabeceira, mais dois esteios do lado Norte e três do lado Sul, que constituem a câmara megalítica. O esteio de cobertura foi fragmentado em três partes, notando-se ainda marcas da cunha utilizada para o efeito. Um terço do esteio de cobertura encontra-se ainda pousado sobre o esteio de cabeceira.

Comentários

    You can or this trail