Baixar

Distância

16,63 km

Desnível positivo

489 m

Dificuldade técnica

Fácil

Desnível negativo

489 m

Elevação máx

310 m

Trailrank

51

Elevação min

9 m

Tipo de trilha

Circular

Tempo em movimento

uma hora 46 minutos

Hora

4 horas 41 minutos

Coordenadas

1775

Enviada em

11 de outubro de 2020

Registrada em

outubro 2020
Seja o primeiro a aplaudir
Compartilhar
-
-
310 m
9 m
16,63 km

Visualizado 110 vezes, baixado 4 vezes

perto de Vilarinho de São Roque, Aveiro (Portugal)

O percurso tem início no Centro de Atividades Radicais e Ambientais de Vilarinho de S. Roque. Segue em direção à ponte do Lagar de Azeite, no lugar de Telhadela, passa no Cabeço dos Mouros onde é possível fazer um desvio de 800m e encontrar vestígios de um monumento megalítico, a Mamoa de Castro. Continua até às ruínas do Lagar do Azeite, junto à ribeira da Felgueira (Rio Pequeno). O Lagar era uma estrutura singular na região, constituída por duas prensas de vara e foi abandonado no séc. XX. Neste local encontra-se também a Ponte do Barro Negro (ponte de arco quebrado) e o Moinho do Souto ainda em funcionamento.
O trajeto ladeia a margem da ribeira da Felgueira (rio Pequeno), onde se pode contemplar o lugar milenar de Telhadela. Passa ainda junto aos moinhos desativados, próximos do complexo das Minas do Palhal, onde se pode observar a Ponte Negra, ponte sobre o rio Caima, composta de carris de ferro cuja função era a de transportar, através de vagonetes, minerais entre as margens. No mesmo local, existem ainda as ruínas da lavandaria do minério, pertencentes à casa grande que servia de residência ao Engenheiro da Companhia da Mina de Telhadela.
Prossegue depois em direção à Ponte do Palhal, construída em 1776, que liga as freguesias da Branca à Ribeira de Fráguas, onde se vislumbra o Alto dos Barreiros com uma vista panorâmica sobre o vale.
Desce em seguida até à Ribeira de Fráguas, podendo-se conhecer a Igreja Matriz de S. Tiago, que remete ao Séc. XVII, e a Casa Museu do Rancho Folclórico da Ribeira de Fráguas.
Já a caminho do Parque dos Moinhos, é possível visitar 3 destes engenhos de água, todos eles em funcionamento: Moinho de Baixo e Moinhos da Quinta da Ribeira. O percurso continua pela subida do rio Fílveda, podendo-se observar paisagens deslumbrantes, desenhadas por pequenas cascatas e açudes. Aqui encontra-se o Cabouco, antiga mina onde existia uma roda motriz movida pela água do Açude dos Ingleses. Esta roda fazia movimentar o elevador do poço das Minas do Coval da Mó, primeiro testemunho arqueológico da indústria mineira.
Este magnífico percurso atravessa ainda os campos agrícolas onde é possível avistar-se o lugar de Vilarinho de S. Roque, e onde se pode visitar o lugar do Regatinho, o núcleo molinológico em funcionamento e a capela de S. Roque do Séc. XVII.

Fonte: C.M. Albergaria-a-Velha (cm-albergaria.pt)
Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Mamoa de Castro

Foto

Waypoint

Foto

Foto

Foto

Foto

Waypoint

Waypoint

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Comentários

    Você pode ou esta trilha