Horas  4 horas 48 minutos

Coordenadas 1590

Uploaded 2 de Novembro de 2017

Recorded Setembro 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
710 m
378 m
0
3,9
7,9
15,72 km

Visualizado 687 vezes, baixado 43 vezes

próximo a Aboim da Nóbrega, Braga (Portugal)

|
Mostrar original
Este percurso percorre terras portuguesas, em torno de Aboim da Nóbrega, no átrio de cuja igreja demos o sinal de partida.

A poucos passos de distância, uma praia fluvial semi-abandonada é a companheira de um engenho solitário.
Continuamos acompanhando o rio Vade, aqui quase um córrego, ao longo de estradas pavimentadas entre fazendas e vinhedos.

As casas dos labriegas mostram-nos orgulhosamente os seus celeiros, alguns com portas ricamente esculpidas.
Não perca a Fonte "Do Dente Santo" que diz curar todos os tipos de dor de dente.

Algo depois nos encontramos novamente com o rio Vade, que sortearemos alguns poldras oportunos. Olhe bem em suas margens onde antigos moinhos descansam.

Pisa o andador às vezes, pisos de pedra testemunhas duradouras trabalho duro.
E, passado o parque de campismo, novamente o rio Vade nos aparece em um local idílico com laguna, levada e moinhos. Um momento para parar e desfrutar plenamente.
Se você tiver sorte, verá a imagem de uma família de cavalos pastando pacificamente.

Aproximando-se de locais povoados, vamos encontrar amostras do sentimento religioso dos habitantes locais com cruceiros, capelas, almiñas ....
E também os efeitos de incêndios na vegetação que nos rodeia.

Não perca o enclave onde fica o poço de Lobo de Gondomar, cujas muralhas são vistas de longe. Dizem que é um dos maiores da Península Ibérica, com cerca de 2 km. No momento está em desuso, mas as pedras de sua parede ainda nos dão uma idéia do que era no passado.

Antes de entrar em Nogueira, o Cruceiro de Fontefría nos surpreende em uma encruzilhada.

E já na cidade ficamos impressionados com a solidez de suas casas de pedra e seus celeiros.
Não há lavanderias nem fontes rústicas.

O viajante caminha, então, por caminhos tranqüilos, ziguezagueando por entre árvores frondosas e muros de pedra cobertos de musgo.

Corredores silenciosos onde o verde é predominante e a hera adorna os troncos das espécies de árvores.

Nascentes de água e lagoas espalhavam-se por toda parte, mostrando-nos seu precioso líquido transparente.

Já estamos voltando ao ponto de partida, mas a rota não perde a beleza, mais uma vez a presença do rio Ave é perceptível. Agora a caminho das rodas dos moinhos de Aboim. Não há dúvida de que eles tiveram momentos melhores, mas lá estão como uma amostra do que eles eram em um passado não muito distante.

Esta rota é uma combinação de outras que estão na área e, como tal, não está marcada. Para acompanhá-lo enquanto caminhamos, é necessário usar o GPS. No momento de sua conclusão, as estradas estavam em muito boas condições para caminhadas.

View more external

24-SEP-17 6:02:41AM
24-SEP-17 3:21:52AM
24-SEP-17 2:52:55AM
24-SEP-17 7:01:16AM
24-SEP-17 6:33:30AM
24-SEP-17 3:29:01AM
24-SEP-17 6:56:56AM
24-SEP-17 5:33:16AM
24-SEP-17 2:57:55AM
24-SEP-17 4:13:47AM
24-SEP-17 4:36:48AM
24-SEP-17 3:07:32AM
24-SEP-17 3:13:35AM
24-SEP-17 5:14:49AM
24-SEP-17 3:01:52AM
24-SEP-17 3:58:12AM
24-SEP-17 3:06:01AM
24-SEP-17 2:55:09AM
24-SEP-17 5:52:39AM
24-SEP-17 4:23:52AM
24-SEP-17 3:27:02AM
24-SEP-17 5:57:36AM
24-SEP-17 6:49:07AM
24-SEP-17 3:56:55AM
24-SEP-17 7:09:14AM
24-SEP-17 5:06:44AM
24-SEP-17 4:40:36AM
24-SEP-17 4:08:43AM
24-SEP-17 4:50:19AM

1 comment

  • Foto de Jorge Barrote

    Jorge Barrote 26/fev/2018

    I have followed this trail  verificado  View more

    Muito bom este percurso, fácil de seguir com GPS.
    Se for para seguir, usando a marcação do próprio trilho, devem estar muito atentos. Nem sempre a sinalética está bem visível.

You can or this trail