Horas  2 horas 14 minutos

Coordenadas 843

Uploaded 30 de Novembro de 2017

Recorded Novembro 2017

-
-
491 m
310 m
0
3,2
6,4
12,86 km

Visualizado 504 vezes, baixado 40 vezes

próximo a Iguaçu, Bahia (Brazil)

LEIA A DESCRIÇÃO PARA UM MELHOR ENTENDIMENTO SOBRE A TRILHA

Trajeto desde o povoado de Colônia (Itaetê) até a cachoeira Roncadeira (ou Roncador). Boa parte do trajeto é feita por uma estrada de cascalho, acessível por qualquer tipo de veículo.

COMO CHEGAR:
Colônia é um assentamento pertencente ao município de Itaetê, na região sudeste do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Embora o acesso seja por este povoado, a cachoeira está inserida no município de Andaraí.

Saindo de Itaetê, pegue a estrada para Andaraí (BA-245), após um forte aclive, entre à esquerda no trevo para Colônia. Siga pela estrada de cascalho até a entrada para o povoado.

Saindo de outra cidade da Chapada, vá para a rodovia BA-142, entrando no trevo para Itaetê (BA-245), que fica entre Andaraí e Mucugê. Por esta estrada também é feito o acesso para o Poço Encantado. Para encurtar um pouco o trajeto, ao invés de seguir até o trevo de acesso a Colônia, o visitante pode seguir as placas para a Fazenda Natal (acesso após o assentamento de Santa Clara, 1º assentamento após a ponte sobre o Rio Una).

A estrada BA-245 está em péssimo estado, os poucos trechos asfaltados estão esburacados, algumas partes de terra estão bem irregulares e tem muito cascalho solto. Ainda assim, o acesso pode ser feito com qualquer veículo. Ao trafegar atrás de outros veículos, mantenha distância pois as pedras podem trincar o parabrisa.

Colônia está a cerca de 23km de Itaetê, 73km de Andaraí (66km via Fazenda Natal) e a 77km de Mucugê (70km via Faz. Natal).

A TRILHA:
Após 9.2km de estradas vicinais, começa a trilha para a cachoeira. De moto é possível descer um pouco pela estradinha precária para deixá-la mais próxima ao rio. O carro fica numa espécie de entroncamento, próximo a uma tronqueira.

Neste início a trilha é bem demarcada em meio a mata e leva diretamente ao Riacho Timbó. Em condições normais o nível do rio é baixo e pode ser cruzado sem problemas. A não ser que você passe se equilibrando em um tronco caído, é preciso tirar as botas para não molhar.

A trilha leva direto a um grande poço, onde há uma pequena cachoeira, neste ponto passe pela direita do rio, seja pela margem ou pelas pedras. Logo há uma bifurcação, com um leito seco à direita. Siga pulando as pequenas pedras do leito seco, quando se aproximar do rio novamente, continue pela direita. Há uma trilha discreta em meio à vegetação que sai no leito do riacho logo adiante.

Chegando ao leito do rio, mantenha à direita. Você entrará em outra trilha pela margem, saindo próximo a outra cachoeira, esta um pouco maior. Aqui há um caminho subindo também pela direita, é um trecho íngreme, porém curto.

Passando por esta segunda cachoeira, cruze o rio, mantendo à esquerda. Há dois grandes poços, ambos podem ser contornados pela esquerda, sem a necessidade de molhar os pés, mas exige alguma habilidade. No primeiro poço há um caminho discreto à esquerda, porém simples de identificar. O segundo poço é apertado entre dois paredões. A passagem mais fácil é nadando pelo rio, porém é possível passar pela esquerda, segurando nas paredes. A passagem "seca" é difícil, exige força e alguma técnica. Em caso de erro, corre o risco de cair na água. A queda é bem pequena, mas existem muitas pedras submersas.

Passado este ponto, a "trilha" fica mais tranquila, seguindo pulando pedras ou por lajeados. Em alguns pontos os blocos são grandes e em outros a vegetação no leito seco atrapalha um pouco o deslocamento. Próximo a cachoeira, optei por entrar na mata à direita, tomando um caminho com menos pedras. Na chegada ao poço, mais alguns blocos grandes.

A cachoeira é alta e forma um poço grande, ótimo para banho. Sol somente no período da manhã até o começo da tarde. Há um lajeado à direita com bom espaço para deixar as coisas.

Desde o ponto "início da trilha", são 3.9km de caminhada, que levam aproximadamente 2 horas em ritmo normal com paradas.

OBSERVAÇÕES:

> Cachoeira inserida no Parque Nacional da Chapada Diamantina, acesso livre e gratuito;

> Como um bom trecho da caminhada é por dentro do cânion, a marcação do GPS não é tão precisa, principalmente na chegada a cachoeira. Atente-se a isso e considere o melhor caminho para você;

> Embora a caminhada se desenvolva dentro de um cânion, a exposição ao tempo é alta. Use chapéu e protetor solar!

> Não há qualquer infraestrutura no local ou arredores, tampouco sinal de telefone. O povoado de Colônia possui alguns bares, mas a variedade de produtos pode ser bem pequena;

> Disponibilidade de água no Riacho Timbó, durante todo o percurso;

> Em caso de chuva não é uma trilha recomendada, por se tratar de caminhada sobre rochas, que podem ficar bastante escorregadias;

> Em caso de cabeça d'água (tromba d'água), procure abrigo em algum ponto seguro. Por mais que a caminhada seja por dentro de um cânion, ele é amplo e não oferece alto risco em caso de cheia.

> Pelo pula-pedra constante e alguns trechos técnicos, com lances de altura, pequena escalada, boulder, etc, classifico esta trilha como difícil.
Itaeté-BA
Seguir pela direita

Comentários

    You can or this trail